Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Julho, 2010

Lula volta atrás e pede por Sakineh

Lula no comício hoje em Curitiba (Foto: Agencia Brasil) A Agencia Brasil acaba de reportar que o presidente Lula, um dia depois de dizer que não iria interferir, deu o dito por não dito e, neste final de dia, em um comício em Curitiba, fez um apelo ao presidente do Irã, Mahmoud Ahmadinejad, para que este permita a saída do Irã, da mulher condenada à morte por apedrejamento. Lula disse que Sakineh Mohammadi Ashtiani, 43 anos, e mãe de dois filhos, poderá ter asilo no Brasil. “Apelo ao líder supremo do Irã, Mahmoud Ahmadinejad, que permita ao Brasil conceder asilo a esta mulher”, afirmou o presidente, que prosseguiu, "se vale minha amizade e carinho que tenho pelo presidente do Irã, se ela está causando incomodo lá, ela será bem vinda aqui". Espero que o apelo não fique somente nos arroubos de palanque e que a Chancelaria oficialize o desejo do Presidente.

Alguém aí tem o celular do Ahmadinejad?

Os internautas brasileiros, seguindo uma corrente mundial, iniciaram a campanha “Liga Lula. Liga lá – Morte a Pedrada Não Dá.”. A campanha visa a libertação da iraniana Sakineh, condenada à morte por apedrejamento pelo governo de Ahmadinejad, por adultério. A lei iraniana prevê a pena de morte por apedrejamento em vários crimes. Quando o adultério é praticado por um homem não há pena. Se a condenação à morte por apedrejamento recai sobre um homem, este é enterrado, no centro de um circulo, até a altura do tórax, com os braços livres para tentar se defender das pedradas e retardar um bólido fatal. Se uma mulher é condenada à morte por pedradas, por adultério, esta é enterrada até a altura do pescoço, com os braços presos, o que a impede de qualquer gesto de defesa: é o que acontecerá com Sakineh, caso ela não receba a comutação de pena do presidente Ahmadinejad. É difícil acreditar que uma civilização tão anciã como a iraniana, ainda conserve este tipo de cruel desumanidade. O presiden

Totalmente recuperado

Fidel Castro: a volta do verde oliva Em mais uma das suas constantes incursões publicas, suspensas há três anos e agora frequentes, o ex-presidente de Cuba, Fidel Castro, participou de um encontro, ontem, com a União de Jovens Comunistas, a outrora poderosa UJC, que congrega milhares de jovens cubanos. Há uns 20 anos eu participei de um congresso da UJC, cheio de palavras de ordem exaltando Fidel, e fui condecorado com um lenço vermelho, o que me tornava um defensor perpetuo da revolução: eu não toquei fogo no lenço, mas, confesso, ele deu uma desbotada… El Comandante declarou, no inicio da fala, que a sua saúde está totalmente recuperada. "Não faz muito tempo, venci as últimas batalhas para poder estar nas condições em que me encontro hoje", disse Fidel.

O governo estrábico

O governo do Estado continua pintando o sete e o oito nas dispensas de licitações: nunca houve na história do Pará um governo que dispensasse tantas licitações quanto este. Desta feita o foxtrot se dança na Secretaria de Estado de Assistência e Desenvolvimento Social, que não se quis dar ao trabalho de providenciar processo licitatório mais trabalhoso e optou pela via simples, mas enviesada, da dispensa, apontando quem quiser para fazer como bem entender, uma obra de engenharia no valor de R$ 208.233,96. A premiada com o dedo indicador da secretaria foi a Antocar Comércio e Serviços LTDA: é aí que a coisa fica cômica caso trágica não fosse. Há menos de um mês a Policia Militar contratou com uma construtora , a Delta Construções LTDA, a locação de 450 veículos para a tropa. Agora, pelo que se infere do nome, “Antocar”, o governo contrata serviços de engenharia com uma empresa de veículos. É isto que se pode chamar de estrabismo contratual. Abaixo a transcrição do Diário Oficial com a

Ibope dá 5 pontos de frente à Dilma Rousseff

O Ibope tirou a teima das divergências entre as pesquisas publicadas pelo Datafolha e Vox Populi, confirmando o que já medira este último na semana que se finda: segundo o Ibope Dilma Rousseff lidera, com cinco pontos de vantagem, a corrida à Presidência da República. Eis os resultados da pesquisa divulgada na noite de ontem no Jornal Nacional. Dilma Rousseff: 39% José Serra: 34% Marina Silva: 7% Brancos e nulos: 7% Indecisos: 12% Em simulação de segundo turno Dilma Rousseff venceria a eleição: Dilma Rousseff: 46% José Serra: 40%

Marina, morena Marina, você se pintou...

Marina Silva: new face A candidata do PV à presidência da República, Marina Silva, rendeu-se aos marqueteiros. Sempre discreta no make up sem pinturas, Marina entregou o rosto aos pinceis: maquiada e de roupas coloridas, adotou novo visual para a gravação de programas de TV ou eventos formais de campanha. Nada que lhe descaracterize a já conhecida personalidade, mas, talvez não precisasse: ela já é bonita com o que Deus lhe deu.

Fiat Lux

A imprensa noticiou que a Eletrobrás tem a pretensão de investir em energia no exterior, mais precisamente em negócios energéticos nos EUA. Segundo o diretor responsável pela área na estatal, “com quaisquer 60 milhões de dólares se faz bom negócio nos EUA”. É verdade, mas, ai cabe uma indagação varonil: bom negócio para quem, cara pálida? Já que está sobrando dinheiro na Eletrobrás e ela está ansiosa para usá-lo, antes de pensar em investir “quaisquer 60 milhões de dólares” do outro lado do Atlântico, deveria cuidar de acelerar, e ampliar, o financiamento do fornecimento de energia aqui mesmo, no Brasil. Destarte a louvável ampliação do fornecimento de energia elétrica nos mais diversos rincões nacionais, ainda há regiões na pátria amada nas quais as linhas são uma quimera desde o ano passado para o ano que vem. No Pará, que sedia a maior usina totalmente nacional, a de Tucuruí, e é sede dos mais audaciosos investimentos no setor energético, ainda tem gente que ilumina as trevas com l

TRE-PI indefere todos os pedidos de registros do PSOL e PCO

O Tribunal Regional Eleitoral do Piauí indeferiu ontem à noite o pedido de registro de todos os candidatos, proporcionais e majoritários, do PSOL e do PCO. Alegou o Ministério Público Eleitoral do Piauí que os PSOL tinha falha insanável no demonstrativo de atos partidários, documento exigido pela legislação, e o PCO apresentou registro de diretório irregular. Os candidatos de ambas as agremiações poderão continuar, por conta e risco, a campanha, desde que recorram ao TSE, o que já afirmaram que irão fazer.

O Ciro que se rende

Ciro Gomes: perfilando Ontem, o deputado federal Ciro Gomes (PSB), que disse jararacas e lagartos aos quatro ventos ao ter a sua candidatura barrada pelo seu partido em favor da coligação com o PT, quedou-se às circunstancias e selou a paz com Dilma Rousseff. Ciro almoçou com Dilma em Brasília e ao ser questionado pela imprensa sobre a doma respondeu que “não se recusa o convite de uma dama. Eu fui convidado para almoçar e vim almoçar com uma velha, velha não, nova amiga”, disse. Há alguns que poderão dizer disto que se trata de incoerência de políticos, mas, eu fico com a velha asserção que me acompanha as veias: é simplesmente a democracia. Como comentou Hortega Ortega y Gasset, “o homem é um produto das suas circunstancias”.

Eles não apóiam ninguém

O Sindicato dos Servidores do Departamento de Transito do Estado do Pará, SINDETRAN-PA, postou no blog da entidade que esta não empresta apoio a “nenhum candidato em nenhum cargo para as eleições e não autoriza que ninguém fale em seu nome a respeito desse assunto, seja diretor da entidade, seja servidor filiado.”. A entidade faz uma escolha de não alinhamento eleitoral latu sensu, todavia, enquanto órgão de representatividade de classe, não deveria se afastar do processo político geral, oportunizando aos seus associados momentos de relacionamento com as propostas dos candidatos majoritários, convidando-os, por exemplo, para expor seus respectivos planos de governo. Clique na imagem para ler a postagem do SINDETRAN-PA.

As 10 marcas mais valiosas do mundo

A revista Forbes disponibilizou hoje em seu portal o ranking das marcas mais valiosas no mundo, em 2010. As empresas de tecnologia lideram o ranking. A Apple, arqui-inimiga da Microsoft, é a marca mais valiosa do mundo, seguida pela própria Microsoft. Os números não correspondem ao valor da empresa e sim da marca que lhe dá identidade. Veja abaixo o ranking:

Elle continua com aquilo roxo

Senador Fernando Collor O jornalista Hugo Marques, da revista “IstoÉ”, lavrou uma nota na edição de 21 de julho do semanário, reportando o pedido de impugnação, pelo MPE, contra o senador e ex-presidente Fernando Collor, que lidera as pesquisas para o governo de Alagoas. Hoje Hugo Marques recebeu uma ligação. Do outro lado da linha estava Fernando Collor que, na sua inconfundível verve de “mucho macho” desferiu a seguinte ameaça ao jornalista: "Quando eu lhe encontrar, vai ser para enfiar a mão na sua cara, seu filho da puta". As ligações na editoria da revista são gravadas e a vociferante ameaça do senador Collor foi devidamente recorrida: você pode ouvi-la aqui .

Reforma Política

Na tarde desta quinta-feira, em Porto Alegre, o presidente Lula tocou em um ponto absolutamente crucial para que o Brasil suba o patamar que falta no processo de consolidação democrática que experimentamos desde o final da ditadura: a Reforma Política. O voto no Brasil, no sistema arcaico, patrimonialista e clientelista com o qual nos misturamos, torna-se cada vez mais censitário: quem tem dinheiro “compra” a eleição; quem não tem participa para colher sufrágios ao balaio partidário. Lula disse que quando deixar o cargo será um “leão” na defesa da reforma política e buscará mobilizar o PT em torno desse compromisso. É uma pena que não tenha feito isto enquanto presidente, com a extraordinária legitimidade com a qual detém o cargo, mas, não adianta, em uma curta postagem, analisar a gênese da omissão: oxalá ele cumpra a promessa do rugido. Tenho a convicção de que ou o Brasil enfrenta a reforma política, com voto no partido e financiamento público de campanha, ou cada vez mais a repres

Carlos Slim vai às compras

A mansão Duke-Semans: recente aquisição de Carlos Slim em New York O mexicano Carlos Slim, homem mais rico do mundo segundo a Forbes, pagou, à vista, uma das mais emblemáticas mansões da badalada Quinta Avenida, em New York. Slim pagou US$ 44 milhões pela neoclássica Duke-Semans, um imóvel de 1.860 metros quadrados, construído em 1901 por Benjamim Duke, o lendário magnata do tabaco norte-americano. É o segundo grande investimento que Carlos Slim faz em New York: no mês passado ele pagou US$ 140 milhões por um edifício de escritórios de 11 andares também na Quinta Avenida, perto do Empire State. Meu pai já dizia: "meu filho, dinheiro não é de quem tem e sim de quem gasta".

A rua não era dela

Conta-me um comentarista, na postagem " Se esta rua fosse minha ", que a caminhada da recandidata Ana Júlia no local em que o prefeito Duciomar Costa mandou ladrilhar foi um fiasco. Segundo o comentarista, na caminhada estava somente a militância, que levou algumas vaias e não desceu para a baixada. Relata ainda que uma pesada chuva, na mesma tarde, alagou a rua recem "asfaltada", pois o canal é "uma sujeira completa e as beiradas estão caindo pelas tabelas". Ao final, o cometarista pergunta onde está "o dinheiro que o Lula liberou para mudar a cara da bacia do Tucunduba, da qual o canal da Vileta faz parte".

Telefónica compra a Vivo

Depois de mais de dois meses de lances dignos de enredo de cinema, no mais perfeito estilo “Wall Street”, a espanhola Telefónica conseguiu um acordo com a Portugal Telecom para comprar 50% da Brasilcel, controladora da Vivo no Brasil. Informa o "El País" no seu portal, que o valor da compra é de 7,5 bilhões de euros, cerca de R$ 21 bilhões. O governo português, detentor de 500 ações “Golden Share” da Brasilcel, o que lhe confere poder de veto nas decisões do conselho de acionistas da mesma, quedou-se as agressivas investidas da Telefónica e desistiu de impedir a operação. A Portugal Telecom anuncia que usará metade dos R$ 21 bilhões obtidos com a venda da Vivo para ampliar sua participação na Oi. Com a operação a PT deverá alcançar de 20% a 25% da Oi. O governo brasileiro é um dos maiores interessados nesta provável sociedade da PT com a Oi, pois isto propiciaria carenagem suficiente as empresas para tocar, ainda neste ano, o Plano Nacional de Banda Larga.

Joércio Barbalho coloca o cargo à disposição do governo

Joércio Barbalho, titular da Diretoria das Unidades Regionalizadas do DETRAN, DUR, entregou hoje à governadora Ana Júlia, uma carta na qual coloca o seu cargo à disposição. No seu lugar deverá assumir um indicado do PDT, que já detém a diretoria geral do órgão. O indicado é um empresário do Sul do Pará, cujos diversificados negócios envolvem propriedade de auto escolas na região: tudo a ver.

Olha elle aí de novo

Senador Fernando Collor: dèjá vu O senador Fernando Collor, primeiro presidente eleito no Brasil depois da ditadura militar e o primeiro a ser cassado em processo de impeachment, lidera as pesquisas para o governo de Alagoas, estado de onde se lançou, em 1989, para a sua vitoriosa campanha à presidência. Segundo o instituto Ibrape, de Alagoas, Collor está com 38% das intenções de voto, Ronaldo Lessa tem 26% e o atual governador, Teo Vilela, tem 21%. Collor declara em seu jingle, que o PT local tentou, sem sucesso, censurar: "É Lula apoiando Collor, é Collor apoiando Dilma pelo bem dos mais carentes. (...) Os três pelo bem de Alagoas". A democracia não é uma beleza?

Se esta rua fosse minha…

O prefeito Duciomar Costa, de sábado para domingo, pintou com borra asfáltica algumas vias da baixada da Vileta. O serviço não agradou os moradores, mas, é fato, remediou o que deveria ter sido providenciado. Ontem à tarde descobriu-se o real motivo do mimo meia sola: a governadora Ana Júlia fará, hoje, uma caminhada cujo trajeto é exatamente o trecho com as vias imprimadas. Deixo aqui uma sugestão aos moradores de vias que estão há anos na lama: convidem a governadora Ana Júlia a andar por lá, mas, avisem o prefeito antes, para que ele mande ladrilhar.

TRE-MG aplica Lei da Ficha Limpa e nega registro

Athos Pereira: registro indeferido O TER-MG indeferiu ontem, por 5 votos a zero, o registro do candidato a deputado estadual Athos Pereira (PPS) -MG, que passa a ser o primeiro candidato que teve impugnação julgada procedente com base na Lei da Ficha Limpa. Athos teve a inelegibilidade decretada pelo próprio TRE-MG, em 2009, em função de processo por abuso de poder econômico na eleição municipal de 2008. O advogado do PPS em Minas Gerais declarou que vai recorrer do acórdão, alegando a inconstitucionalidade da lei, que se contrapõe ao princípio constitucional da não culpabilidade enquanto o réu não teve sentença contra si transitada em julgado.

TRE-MA não aplica Lei da Ficha Limpa a condenações passadas

Deputado Zequinha Sarney: registro deferido pelo TRE-MA O Tribunal Regional Eleitoral do Maranhão, TRE-MA, julgou improcedente, por 5 votos a 1, impugnação impetrada pelo Ministério Publico Eleitoral contra o deputado José Sarney Filho (PV-MA). A impugnacao do MPE estribava-se na Lei da Ficha Limpa: Zequinha Sarney foi condenado por conduta vedada praticada na eleição de 2006. O TRE-MA acordou que a inelegibilidade é uma sanção e a lei não pode retroagir para prejudicar quem a ela está sujeito. Não é correta a afirmação de que a decisão do TRE maranhense contraria decisão já tomado pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), pois este ainda não decidiu sobre casos concretos que se baseiam na Lei da Ficha Limpa, mas, tão somente, respondeu a uma consulta, o que não tem valor vinculante algum. O voto do relator do processo de Zequinha Sarney, acompanhou a única voz dissidente do TSE quando o órgão foi consultado: o ministro Marco Aurélio Mello votou contra a retroatividade, alegando que &q

A ética da responsabilidade

A ética da política não é a mesma ética da vida pessoal: na vida pessoal espera-se que o indivíduo aja de acordo com o que Weber chamou de ética da convicção, ou seja, a ética dos princípios morais aceitos em cada sociedade; na política prevalece a ética da responsabilidade. A ética da responsabilidade considera as consequências das decisões políticas, pois há ocasiões em que o político é obrigado a tomar decisões que envolvem meios não muito nobres para alcançar objetivos públicos. A ética da responsabilidade foi a forma que Weber encontrou para mitigar o princípio de Maquiavel de que os fins justificam os meios. Weber estabeleceu uma gradação no principio clássico do florentino: o político é tanto mais republicano quanto menos meios condenáveis usa para alcançar os fins democráticos aos quais se propõe. A escala da ética da responsabilidade vai, de forma decrescente, desde a mais absoluta moralidade republicana, passando por relativas justificativas de meios não tão éticos emprega

Mulher insegura e marido insensível

O merengue das pesquisas

Merengue – Jaime Colson Um dia depois do instituto Vox Populi ter publicado pesquisa eleitoral mostrando vantagem de oito pontos percentuais para Dilma Rousseff, o Datafolha, em 24.07, publicou a sua pesquisa mostrando um empate técnico entre esta e o candidato tucano José Serra: José Serra: 37% Dilma Rousseff: 36% Marina Silva: 10% Na simulação de segundo turno: Dilma Rousseff: 46% José Serra: 45% São normais diferenças em pesquisas de opinião, mesmo que elas sejam realizadas em mesmos dias, todavia, a normalidade deve ser absorvida se as diferenças registradas flutuarem dentro da margem de erro de cada uma. A diferença apontada entre os resultados do Vox Populi e do Datafolha é uma singularidade que precisa ser analisada com profundidade e conhecimento de causa, além do reducionismo inconsequente de tentar explicar que uma é dos petistas e a outra é dos tucanos. Parto do principio que os dois institutos, de renome nacional, não se estariam prestando a jogar

A lei da Ficha Limpa

Nos tempos da cavalaria

Antes do advento dos tanques de guerra, a cavalaria era a mais temida e invasiva divisão de terra. Não tinha quem não sentisse a foice da morte roçando-lhe os flancos, quando os alazões bufavam feito águias de rés do chão, ao comando do general da divisão montada. Os melhores e mais destemidos cavalos de guerra eram os puros sangues árabes. A foto acima é de um dos mais belos e elegantes exemplares árabes, em típica posição de frenagem brusca, após disparada de ataque: apenas uma pata no solo, o que lhe dava mobilidade instantânea para mudança de direção, ou retirada, para qualquer dos lados e em qualquer angulo.

Pelas estradas da vida

E lá estou eu, correndo trechos pelo Sul do Pará, novamente. Não vejo a hora de voltar pra casa, pois eu continuo preferindo “ sonhar com os rios e lavar minh’alma ”.

Eleanor Rigby

Bronze de Eleanor Rigby, em Liverpool, Inglaterra Para mim, “Eleanor Rigby” foi a mais bela composição dos Beatles: eles conseguiram uma melodia quase sincopada em um letra amarga, mas serena. A canção foi uma das mais gravadas pelo mundo afora e ficou tão famosa a personagem da música que ela ganhou uma estatua na cidade natal dos Beatles, Liverpool. Por mais de 40 anos se especula se a letra é uma estória ou uma história: teria a desditosa Eleanor Rigby realmente existido? O mistério ganhou um capítulo quando Paul McCartney doou para um leilão de caridade registros antigos de um hospital em Liverpool. Nos registros do famoso City Hospital, foi achada uma Eleanor Rigby, que ali trabalhou como faxineira. Procurado, McCartney desconversou: permanece a lenda da pobre Senhorita Rigby, com a qual os Beatles chamavam a nossa atenção “para todas as pessoas solitárias”. Clique na imagem para ouvir a música cantada pelos Beatles.

Eles não têm a ficha suja

O procurador da República André Sampaio Viana denunciou à Justiça Federal em Belém, 40 pessoas que, segundo convencimento do Ministério Público Federal, MPF, integravam “uma quadrilha responsável pelo desvio de R$ 30 milhões em recursos do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf) e do Fundo Constitucional de Financiamento do Norte (FNO).”. Segundo o MPF “o grupo atuava no sudeste paraense utilizando um megaesquema de fraudes que envolvia funcionários públicos, empresas de assistência técnica, sindicatos e revendedores de produtos agrícolas.”. Tenha certeza o MPF: são bem mais que 40, e a pratica está disseminada em todo o sistema do Pronaf e do FNO. Os denunciados eram orientados e manipulados por outros, cujo foro não é a vara da Justiça Federal de Belém e, há pouco tempo, arrotavam ética e moralidade por todas as esquinas do Pará. Para completar o digito, alguns são candidatos e têm a ficha, como diz o pessoal do médio Tocantins “limpinha da silva”. Cliqu

Dilma na frente de novo

Pesquisa Vox Populi divulgada hoje recoloca Dilma Rousseff na liderança da corrida presidencial. Veja os números: Dilma Rousseff: 41% José Serra: 33% Marina Silva: 8% Brancos e nulos: 4% Não sabem ou não responderam: 13% Em simulação de um segundo turno: Dilma Rousseff: 46% José Serra com 38%

A bolha

Os habitantes de Houston, no Texas, um dos mais ricos estados dos EUA, estão querendo morar em uma bolha. Um grupo de cientistas e engenheiros da cidade está trabalhando em um projeto ambicioso: cobrir Houston com uma cúpula para protegê-la dos efeitos do aquecimento global. Segundo os cientistas, a bolha envolveria a cidade isolando-a de tempestades severas, furacões e tornados. Além disso, a cidade também estaria livre das altas temperaturas. O projeto visa a construção de uma cobertura de 21 milhões de metros quadrados, a maior do mundo. Segundo os engenheiros, encarregados de mostrar o projeto às autoridades, os custos do mesmo seriam diluídos em um curto período, pois somente com a passagem de furacões, a cidade gasta uma média de 10 bilhões de dólares por ano.

O maior turbante do mundo

O Daily Mirror publicou a foto de Baba Jagir Singh, que, segundo ele mesmo,  veste o maior turbante do mundo. O turbante é feito de 300 metros de tecido e pesa 24 quilos. Com esta dor de cabeça, Baba Singh quer entrar para o Guinness.

Esquema

O "Diário do Pará", na sua coluna "Repórter Diário", repercute um "esquema", que está sendo montado pelo governo para turbinar a recandidatura de Ana Julia. O governo pretende deslanchar um grande programa de asfaltamento de ruas em Belém, mas, como este não pode, devido ao período eleitoral, iniciar obras, a Prefeitura de Belém o fará: é caro que o dinheiro será repassado do erário estadual. Aí está algo que valeria à pena ser investigado OAB-PA, CNBB e MPE, ou será que eles ainda estão conferindo a lista dos inelegíveis e não conseguem tempo para voltar os olhos para as "negociatas" que o governo anda fazendo?

Mulheres…

No grito

Como era de se esperar, o esturro do deputado federal Giovanni Queiroz, ameaçando colocar o PDT para fora da cerca da coligação petista surtiu o efeito urdido: Rosemary Teixeira foi nomeada, hoje, para a Diretoria Geral do DETRAN, em substituição a Alberto Ribeiro, que dirigia o órgão indicado pelo deputado estadual Martinho Carmona, do PMDB. Rosemary Teixeira é esposa do conselheiro recém empossado no Tribunal de Contas do Estado do Pará, ex-deputado Luiz Cunha. Mirem-se, os demais membros da coalizão, no exemplo do PDT, que acaba sendo uma conjuntural tradução daquela parte do samba canção, “Um favor” do Lupicínio Rodrigues: “ Quem puder gritar que grite, quem tiver apito, apite…”.

Economia informal

Economia informal – Pablo Henry A Fundação Getúlio Vargas, FGV, e o Instituto Brasileiro de Ética Concorrencial, ETCO, divulgaram hoje que a economia informal no Brasil movimentou R$ 578 bilhões em 2009. Assevera a publicação que este número corresponde a 18,4% do PIB nacional e supera o PIB da Argentina. A economia informal produz bens e serviços não reportados ao governo e por isto este deixa de arrecadar os devidos tributos sobre as respectivas operações. Além disto, todo o contingente de trabalhadores envolvidos está à margem da legislação trabalhista. Se considerarmos uma media de 30% de impostos que o governo deixa de arrecadar, teremos um valor anual de R$ 173 bilhões: isto seria o suficiente para fazer Belo Monte, o Trem Bala, todos os investimentos necessários à infraestrutura para a Copa de 2014, ainda havendo troco. Algo que nos deve ensimesmar sobre esta grandeza: se instituições como a FGV e o ETCO conseguem medir com tamanha acuidade a economia informal, porque o govern

A Polícia Militar com fome

O jornal "Diário do Pará", na sua coluna "Repórter Diário" de hoje reporta que os mais de 100 policiais do terceiro batalhão da Policia Militar em Santarém só não estão passando fome porque recebem folga para fazer as refeições em casa. É que a PM, em Belém, não pagou o fornecedor de carne ao batalhão tapajônico e este teve o seu suprimento cortado, deixando a briosa sem a proteína. Como para a bandidagem a carne é farta, a polícia que se cuide: é o mau governo cuidando, mal, dos bravos comandados do Coronel Fontoura.

Aos chacais palacianos

Quando escrevo postagens que desagradam o governo recebo comentários desaforados e ameaçadores, de chacais que, covardemente, se escodem no anonimato. Os dois últimos textos, " Bastardos inglórios " e " A SEPOF atrapalhada ", superaram quaisquer outros em comentários pornográficos: recusei todos. Não o fiz porque contêm ameaças e impropérios, mas porque a linguagem aplicada faria corar a finada Dercy Gonçalves. Se os assessores palacianos desejarem ver os seus comentários publicados, o façam com linguagem adequada. Se desejarem expelir bílis pornográfica este blog não é pasto certo: se assim aprouver, abram uma comunidade no Orkut do tipo "Eu odeio o Parsifal" ou conjugação que o valha. Resumem-se os bêbados literários a praticamente dois objetos: qual o meu preço para "lamber" as botas do governo e que eu tome cuidado com a minha "integridade anal" (eu substitui os substantivos), pois o que é meu está guardado. É bem verdade que todo

Susto enorme

A imagem acima, divulgada pela agencia EFE nesta tarde, não é uma montagem. A fotografia foi tomada na costa da Cidade do Cabo, no exato momento em que uma baleia franca salta e cai ao lado barco, atingindo-o de raspão. O “raspão”, quebrou o mastro da embarcação, mas ninguém ficou ferido.

Almas gêmeas

Ana Júlia e Duciomar Costa: coincidências Um amigo me chamou a atenção para algo que, até então, passava-me despercebido. Ana Júlia e Duciomar Costa, coligados para a eleição de outubro, parece que nasceram um para o outro: os dois fazem péssima administração, amargam índices de rejeição parecidos na capital, têm a fama de não cumprir acordos e, para o cúmulo da similaridade, escolheram o  mesmo vice, o pacato Anivaldo Vale.

A SEPOF atrapalhada

O titular da SEPOF, José Julio Lima, que sempre se manteve discreto na impúbere equipe do governo petista, resolveu derramar pesporrência. Na coluna "Repórter 70", de "O Liberal", regurgita José Julio que "Deputados e partidos que deliberadamente retardaram a aprovação da aprovação de credito de R$ 366 milhões prejudicaram os municípios e a população paraense". Ele teve ter sido obrigado pelos alfas da alcateia a escorrer a gastrite do governo, ulcerada pela própria inapetência da SEPOF: a administração petista é o suprassumo do mais atrapalhado pastelão que algum cretino produtor jamais ousou dirigir. Se o governo tivesse, em outubro do ano passado, tratado o pedido de autorização a serio, enviando à ALEPA as planilhas do que pretendia fazer com os recursos, este seria aprovado com a mesma expediência que o foram os outros dois bilhões de reais que o governo recebeu e, até agora, não disse onde usou. Como os protuberantes queriam por a mão no erário sem

Bastardos inglórios

O coordenador da campanha da recandidata Ana Júlia ao governo do Pará denunciou um crime de coação nesta segunda-feira. Os autores do crime são dois sujeitos objetivamente indeterminados mas de sintaxe coletiva: a oposição e a imprensa. As vitimas do crime são sujeitos determinados, embora de morfologia duvidosamente analítica: os partidos que compõem a base aliada do governo. A oposição e a imprensa, segundo declaração de André Farias , coagiram a base aliada a dizer que há uma crise na coligação de 14 partidos que escora a candidatura oficial. Então, o deputado Giovanni Queiroz foi adredemente obrigado, pela imprensa e pela oposição, a dizer que estava considerando pular fora da canoa petista: isto seria trágico se cômico não fosse. Mas, estas falsas crises maquiavelicamente inventadas pelos secadores da pacifica coligação, pelo menos têm o condão de revelar uma triste realidade política, da qual, todos nós somos protagonistas: não se unem partidos por uma causa e sim por um caso. O

Eva Mendes

A moça da foto é Eva Mendes, uma das mais belas atrizes de Hollywood, que acaba de estrelar uma milionária campanha para promover as roupas intimas da grife norte-americana Calvin Klein. Em entrevista ao site Access Hollywood , a atriz, ao ser indagada sobre a campanha da Calvin Klein, respondeu que não espera que o seu público a reconheça apenas pelo seu corpo. La Eva diz que quer ser conhecida por outras coisas além de sua sensualidade. Então tá...

A Delta vai desde Alfa até Ômega

O alfabeto grego Quando postei que a DELTA CONSTRUÇÕES LTDA é a empresa contratada pela PM-PA para a locação de 450 viaturas, causou espécie o fato de tal serviço ser prestado por uma construtora. Os leitores insistiram em saber quem era a Delta Construções, até que um comentarista deu-lhe a ficha: o dono da empresa é o empreiteiro Fernando Cavendish. Cavendish, como todo dono de grandes construtoras, é amigo de Lula e Eduardo Paes, prefeito do Rio de Janeiro. Amigo de Garotinho, também, quando este foi governador: empreiteiros precisam ter este tipo de amigos. Segundo a ISTOÉ, Cavendish começou a assinar muitos contratos com o governo federal em 2004, ano em que a sua empresa cresceu 119%. A Delta Construções, desde então, não se tem rogado por falta de obras: em menos de cinco anos já faturou R$ 1,5 bilhão do governo e é a campeã em conseguir obras do PAC que, na data da reportagem, somavam 85, algumas no Pará, inclusive. Como se vê, a Delta Construções é extremamente competente em

Que não se atem as mãos da República

A vice-procuradora eleitoral , Sandra Cureau, no exercício de suas prerrogativas constitucionais, pediu cópias das fitas de vídeo do evento em que Lula afirmou que Dilma foi a grande responsável pelo projeto do trem-bala. A Senhora Cureau precisa do material para formar o seu convencimento e decidir se procede, ou não, com uma ação de investigação eleitoral contra o presidente por uso da máquina pública em favor da sua candidata. O PT não gostou da atitude da vice-procuradora e alardeou que estuda processa-la pelo elementar fato de a mesma estar exercendo o seu múnus. Esta claro que a atitude do PT pretende acuar Sandra Cureau, tentando amarrar-lhe as mãos que poderiam segurar o ímpeto desenfreado da pretensão do partido de eleger, a qualquer custo, a sua candidata. Não é a primeira vez que o governo federal usa deste artifício para intimidar autoridades da República: ocorreu isto com o juiz federal de Altamira-PA, quando este expediu seguidas liminares para impedir o leilão de Belo

Que não lhe ouça o Mário de Andrade

No balanço do mar

O cheiro de azedo do banquete preparado pelo PT para a recandidatura da governadora Ana Júlia começa a ultrapassar a cozinha e chega à sala. Não é tarefa fácil acomodar 14 partidos em uma coligação e sistematizar as vontades e os humores dos seus respectivos componentes. Só quem tem a maquina governamental consegue escapar com poucos arranhões desta aventura: qualquer outro incauto que tente, sai da empreitada em tantos pedaços quantos forem as lanças de cada sigla. Nesta eleição, como o governo não conseguiu sistematizar apoios sólidos nem mesmo nos tempos da chuva fina, é de se esperar que lhe venham a pique algumas naus da frota durante a procela. O anuncio do deputado Giovanni Queiroz, capo do PDT, postado pela jornalista Rita Soares, em seu blog pessoal , de que o partido, embora formalmente na coligação do governo, não mais fará campanha para este, pode ser apenas um aviso para que a intendência lhe chegue aos porões, mas, também pode significar que de tanto ver o porão seco, Q