Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Janeiro, 2010

O PAC 2

O Palácio do Planalto já tem a fórmula pronta para que a candidata oficial estabeleça o embate no estado de São Paulo, com José Serra.   Trata-se do PAC 2: um programa de aceleração do crescimento destinado a resolver os problema com as enchentes em todo o Brasil, mas, é claro, com foco especial em São Paulo, duramente castigado com enchentes esta ano.   O PAC 2, a ser lançado em março, exatamente quando José Serra deverá deixar o Palácio dos Bandeirantes, poderá ser uma arma de fácil contenção.   Além de ser uma vaga promessa, com início previsto para 2011, poderá ter como contraponto tucano, o fato de o PAC, em execução, ainda não ter alcançado 30% da sua meta.

A visita do Emir

Hamad Bin Khalifa Al Thani, derrubou o próprio pai do trono, em 1995 e se tornou, desde então, o Emir do Catar.   O Catar é um emirado que, diferente de Dubai, não quer investir sua fortuna em mega construções: Al Thani criou um fundo soberano com o excedente do petróleo e gás que o emirado jorra e sai pelo mundo afora comprando participações.   Com esta intenção, separou US$ 65 bilhões, o equivalente a R$ 130 bilhões, e desembarcou do seu A-380, o maior avião do mundo, em São Paulo, semana passada: quer comprar participação na Petrobras e no Banco do Brasil.   Para que se tenha idéia do tamanho do bolso de Al Thani, a Petrobras tem planos de investir, para a exploração do pré-sal, US$ 174 bilhões até 2013: os US$ 65 do Catar seriam muito bem-vindos.   Até agora, não se sabe se Al Thani fechou ou não algum negócio no Brasil, mas, dizem os que com ele estiveram, que ele saiu satisfeito.

Garrafa de planta

Desde o ano passado a Coca-Cola Company anunciava o lançamento de algumas de suas marcas de refrigerantes em garrafas feitas com percentual de plástico biodegradável.   As “PlantBottle”, como a Coca-Cola, chamou as garrafas desenvolvidas com 70% de PET e 30% a partir de um material plástico obtido da cana de açúcar, acaba de ser lançada nos EUA.   Em breve, anunciou a empresa, a novidade também estará no Brasil, que é um dos fornecedores do plástico vegetal que compõe a embalagem.   Com esta nova composição na fabricação das embalagens, a empresa reduzirá sua emissão de carbono em 25%.   A meta da Coca-Cola é, em um futuro próximo, produzir a garrafa de material 100% vegetal, o que a tornará totalmente biodegradável.

O fiasco de Davos

O Fórum Econômico Mundial, de Davos, que há 40 anos reúne o mais nobre caldo da política e dos negócios do planeta, este ano acabou sem que alguém pudesse notar que ele houvera começado: não diferente da COP-15, o fiasco de Copenhagen, Davos foi um fracasso.   O fato é que a crise econômica ainda está fazendo onda e os donos dela não estão bem certos de como evitar possíveis futuros banzeiros, sem ameaçar os atuais alicerces do que evidenciaram.   O lema de Davos, este ano, foi "Repensar, redesenhar, reconstruir", mas, ao que me consta, os feiticeiros ainda não saíram do primeiro verbo.

Desejos

Muito cuidado com o que você deseja…  

Emissão zero

Este mimo da Renault é o Kangoo, já conhecido no Brasil, mas totalmente repaginado: ele é o primeiro veículo elétrico da montadora francesa.   Com o nome de Be bop ZE, de zero emission, o carro tem emissão zero de carbono e terá autonomia de 100 Km com uma carga.   A bateria do ZE é de íon de lítio, a mesma que você usa aí no seu celular, que carrega mais rápido e dura mais.   A Renault, que ainda não revelou o preço, lançará o ZE no segundo semestre deste ano.

Vento a bombordo

Na mais recente pesquisa da corrida presidencial de outubro, a ministra Dilma Roussef encosta no percentual de transferência firme de votos de Lula, que segundo a mesma pesquisa é de 30%.   A pesquisa, publicada ontem pelo Vox Populi, mostra José Serra com 34% de intenções de voto e Dilma com 27%.   O Deputado Federal Ciro Gomes aparece em terceiro lugar, com 11% e a senadora Marina Silva em quarto lugar, com 6%.   O cenário pesquisado sem a presença de Ciro Gomes, pouco altera a diferença percentual entre Dilma e Serra: este sobe para 38% e aquela para 29%.   Em um segundo turno entre Serra e Dilma, ele venceria a eleição com 46% dos votos contra 35% de Dilma.   A inteligência tucana começa a ficar preocupada com o avanço de Dilma e teme que esta se consiga colocar muito perto de Serra quando abril chegar: somente no início de abril é que Serra deixa o Palácio dos Bandeirantes para a campanha.

Ele faria tudo outra vez

"A decisão que tomei, e francamente tomaria de novo, foi que, se houvesse qualquer possibilidade de que ele (Saddam) pudesse desenvolver armas de destruição em massa, nós deveríamos impedi-lo".   Com estas palavras o ex Primeiro ministro britânico Tony Blair, inaugurou seu depoimento hoje, em um inquérito sobre a participação da Grã-Bretanha na Guerra no Iraque.   Blair ratificou a necessidade da invasão e justificou o envio de tropas inglesas ao front como imperiosidade de acordo internacional.   O inquérito em questão não é uma ação judicial, mas uma atitude política do parlamento britânico, que, segundo o “ The Guardian ”, “visa emitir advertências e recomendações, para evitar que eventuais erros cometidos no episódio sejam repetidos no futuro”.

Belo Monte

A notícia da hora, ainda extra oficial, é que foi liberada, hoje à tarde, pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e Recursos Naturais Renováveis (Ibama), a licença ambiental para a construção da Usina Hidrelétrica de Belo Monte.   Belo Monte, a ser construída no Rio Xingu, no Pará, depois de pronta deverá gerar 12 mil megawatts de energia elétrica, e será a terceira maior hidrelétrica do mundo.   A maior é Três Gargantas, na China, seguida de Itaipu, no Brasil.   As empreiteiras estão em festa: embora o projeto básico aponte custo de construção em torno de R$ 12 bilhões, eu duvido e faço pouco se não ultrapassar os R$ 20 bilhões.

Tudo bem?

O já ido filósofo e economista Peter Drucker , é considerado o Pai da administração moderna.   Conta Doris Drucker, sua esposa, que um dos primeiros empregos de Peter foi em um banco de Frankfurt, que, na véspera do crash de 1929, pediu um relatório a ele sobre a situação.   Peter elaborou um paper concluindo que o mercado financeiro estava muito saudável e que nenhum crash aconteceria: como no dia seguinte a bolsa quebrou, Peter foi demitido imediatamente.   Na última reunião da qual participei com a governadora Ana Júlia, eu repisei o que já dissera em outras, de que a relação da base aliada com o governo estava abismo abaixo.   Neste momento, o secretário de Integração Regional, André Farias, confessou a sua ignorância conjuntural: “Mas, eu pensava que estava tudo bem!”   Ontem, o chefe de gabinete, Cláudio Puty, ao ser indagado sobre o imbróglio protagonizado por ele e pela Deputada Bernadete ten Caten, envolvendo território eleitoral e institucional de tendên

A chapa verde

Marina Silva e Guilherme Leal   A senadora Marina Silva confirmou, ontem, o empresário Guilherme Leal, co-presidente do conselho de administração da Natura, como provável candidato à vice de sua chapa para a Presidência da República.   Segundo Marina, Leal é um empresário que discutia e se preocupava com a sustentabilidade "quando o tema ainda não era moda".   A Natura é a maior produtora de cosméticos do Brasil e uma das maiores do mundo, e gaba-se de que a sua produção é a partir de insumos que preservam a sustentabilidade.

Amazônia em consulta

E por falar em sustentabilidade, o Ministério do Meio Ambiente abriu para consulta pública o Macrozoneamento Ecológico e Econômico (ZEE) da Amazônia.   A proposta é estabelecer “um novo modelo de exploração dos recursos naturais e do uso do solo da região amazônica.”   Se você está interessado em propor modelos ou criticar as linhas do documento atual, pode fazê-lo, até 06 de março, aqui .   Desculpe-me o ceticismo, mas, eu não acredito neste modelo de mudar o modelo: as chances de a sua intervenção ser ouvida ou cheirada são quase próximas de zero, e, no final das contas, as coisas serão feitas do modo que a correlação das forças ocultas equacionarem.

De corpo e alma

Ministro do Trabalho e presidente licenciado do PDT, Carlos Lupi   O PDT ratificou ontem, através da sua Executiva Nacional, o apoio a Dilma Rousseff.   No anúncio, o ministro do Trabalho e presidente licenciado do PDT, Carlos Lupi, canonizou o partido com a seguinte pérola:   “O partido (PDT) tem compromisso nacional. Nossa candidata é a ministra Dilma. Vamos de corpo e alma, sem nenhuma contrapartida”.   Bem, o Ministério do Trabalho, e tudo que isto significa, é cota exclusiva do PDT, portanto, acho que o ministro Lupi poderia ter terminado a frase no corpo e na alma.

O apanhador no campo de centeio

J. D. Salinger aos 32 anos e em uma rara fotografia em 2005   Aos 12 anos eu me comunicava em inglês, mas não sabia ler e nem escrever na língua: qualquer dia eu explico como isso foi possível.   Quando eu estava aprendendo a ler em inglês, foi-me entregue um livro: “The Catcher in the Rye”, de J. D. Salinger , que eu li sem interesse literário, assim como leria uma bula se este fosse o meu dever de casa.   Por volta dos 21 anos, em conversas em um clube literário (antigamente jovens se reuniam em clubes para discutir literatura) veio à tona a obra de J. D. Salinger, “O apanhador no campo de centeio”.   Fui procurar o livro e constatei que era o mesmo livro que eu lera em inglês.   Li de novo e vi que, de fato, o livro merecia o conceito meritório de ser uma das mais significativas obras da literatura estadunidense.   “O apanhador no campo de centeio”, escrito em 1951, inspirou profundamente a cultura e o modo de vida do adolescente americano da segunda metade d

Descuido fatal

Filmado por uma câmera de segurança em Istambul, na Turquia: um caminhão, com a caçamba levantada, derruba uma passarela.   O motorista afirmou que a caçamba levantou sem ele notar. É mais provável que ele tenha se esquecido de baixá-la após bascular.   Uma pessoa estava caminhado no início do lado esquerdo da passarela, nota a proximidade da colisão e para.  

Caindo do palanque

A ainda senadora Ana Júlia, em campanha para o governo do Pará, durante o primeiro turno da eleição sofreu um acidente em Canaã dos Carajás.   Uma desinteligência de correntes em cima do palanque acabou sobrando para ela, que, no meio das altercações, do alto do palanque foi ao chão, quebrando uma das pernas.   No segundo turno da eleição, fui a vários municípios fazer comícios, as minhas custas e do PMDB, pedindo apoio para Ana Júlia.   Em um dos municípios, fui estar com o prefeito, que relutava em apoiar a candidata.   Para cada argumentação minha, o prefeito devolvia-me a sua, que era a total falta de confiança no PT: dizia ele que iríamos eleger Ana Júlia e no outro dia ela nos viraria as costas.   A frase que mais marcou a entrevista com o prefeito foi um bem humorado chiste dele mesmo:   - Doutor, essa turma do PT quebrou a perna da própria candidata deles, imagine o que eles vão fazer com o PMDB.

Primeiros socorros

O INCRA-PA detém um dos maiores orçamentos de investimentos no Estado e sempre foi uma prelazia exclusiva do PT, desde que a sigla assumiu o Governo Federal.   É uma máquina de produzir votos. Os cardeais da corrente petista que comandam o órgão sabem manejar a engenhoca, fazendo-a funcionar com produtividade eleitoral plena.   A Polícia Federal, ao que parece, e não sei por quais motivos, não se tem mais interessado por virar os olhos ao INCRA-PA, por isto a festa por lá, conta a turma que adora a madrugada, é das melhores.   É esta engrenagem, que turbina a eleição de vários petistas, e que levou a Deputada Bernadete ten Caten para a Assembléia Legislativa, que a corrente da governadora Ana Júlia, quer solapar em Marabá.   Para a Deputada Bernadete, a manutenção do espaço é vital, mas, não bastasse a queda, a cooptação do superintendente Raimundo Oliveira pelo chefe de gabinete, Cláudio Puty, ainda se prepara o coice: a indicação de um prócere da DS para o comando d

Espelhos

É por outras, que ainda contarei, e por estas que ora são lidas, que rogo, no PMDB, distância do PT.   O partido paga um preço inflacionado pela adolescência da DS, a corrente da governadora, que por ansiedade de poder, acaba nadando pela raia da insensatez.   A governadora, outra dia, em seu blog, lavrou que “tem gente que seca” a aliança PT-PMDB.   É verdade. Muita gente seca o que um dia foi a aliança e o que poderia significar os anéis de volta aos dedos: eu inclusive.   A falta de cumprimento de compromissos assumidos pelo governo, a miopia política de seus principais auxiliares, a cegueira institucional de outros não tão principais assim e o deslumbramento de todos, foi o que, de fato, desidratou a expectativa do PMDB em relação ao PT.   Se a governadora quiser enxergar os verdadeiros secadores da aliança a que ela se refere, é só se trancar, juntamente com três ou quatro dos seus áulicos, em uma sala de espelhos e olhar para as paredes.

A máquina do tempo

Engana-se quem acha que a máquina do tempo só há no cinema: há um projeto em andamento, na Universidade de Connecticut nos EUA.   O insólito projeto é empreitado por Ronald Mallett , Ph.D em física, cuja idéia é, usando a teoria da relatividade, retorcer o tecido do espaço-tempo usando um giroscópio laser de anel.   O Doutor Mallett define a sua teoria da viagem no tempo:   " Na teoria geral da relatividade de Einstein, matéria e energia podem criar um campo gravitacional. Minha atual pesquisa considera os campos gravitacionais fortes e frágeis produzidos por uma simples e contínua circulação unidirecional de um feixe de luz. Em um frágil campo gravitacional de um anel laser unidirecional prediz-se que uma partícula neutra giratória, quando é posta no anel, é arrastada pelo campo gravitacional resultante. "   Entenderam?

Paradoxos temporais

Aposto que o maior problema do Doutor Mallett, todavia, não é apertar parafusos e lubrificar engrenagens a laser, e sim resolver a questão do paradoxo temporal.   Se algo é impossível do ponto de vista lógico, será impraticável do ponto de visto físico.   Comungo na escola de que a Teoria da Relatividade possui aplicação temática em deslocamentos para o futuro, mas, esbarra em uma impossibilidade lógica em deslocamentos para o passado: os famosos “paradoxos temporais”, que só acontecem no retrovisor.   No caso de retro deslocamentos, ver-se-ia, o viajante, em voltas com o “paradoxo de causa e efeito”, assim enunciado: “Se alguém viaja para o passado com o objetivo de alterar um evento para mudar o presente, assim que o fizesse o motivo pelo qual viajou deixaria de existir, e consequentemente a viagem também. Sendo assim, o mínimo que deveria acontecer seria a perda de memória por parte do viajante, ou seu lançamento numa realidade paralela”.

Turismo no tempo

Em “Uma breve história do tempo”, de Stephen Hawking, eu li o argumento mais convincente sobre a impossibilidade de viajar ao passado, na mesma dimensão do presente.   Hawking explica coisas extremamente complexas com frases absolutamente coloquiais: “"Se elas existissem (as máquinas do tempo), os cientistas do futuro já as teriam descoberto e a nossa época estaria cheia de turistas do tempo."   Faz todo o sentido, não?   Bem, o próprio Hawking, em seu mais recente livro, “O Universo numa Casca de Noz”, já admite a possibilidade da viagem ao passado, todavia, sem a resolução dos paradoxos temporais, ou seja, não admite a mudança do presente através de intervenções no passado, pois que elas só seriam possíveis em um universo paralelo: em uma dimensão diferente.   Resumindo, para não tomar mais seu tempo, poderia um viajante desembarcar no passado, mas, durante a viagem, ele seria deslocado para um universo paralelo ao nosso, ou seja, ele estaria em um outro p

Aos costumes

Enquanto os ratos vão deixando a embarcação mal calafetada do bufão venezuelano Hugo Chávez - ontem foi a vez do presidente do Banco da Venezuela, Eugenio Orellana, renunciar ao cargo “por motivos de saúde” -  as coisas devem voltar hoje ao normal em Honduras.   É que toma posse, neste 27, o presidente eleito do país, Porfirio Lobo, que já se comprometeu em assinar decreto que anistia o homem que queria ser o rei de Honduras, Manuel Zelaya.   Zelaya, hospedado na embaixada brasileira em Tegucigalpa há mais de 120 dias, anunciou que deixará o país, assim que obtiver o salvo conduto, rumo a República Dominicana.   Que não passe isto de hoje, por favor: estes arroubos de monarquia na América Latina, por enquanto, só na Venezuela e olhem no que está dando.

Queimou o filme

O filme sobre a “vida” de Lula já pode ser considerado um fracasso de bilheteria: os 12 milhões de espectadores esperados, passado quase um mês da estréia, não chegaram a 700 mil.   Nem a meia entrada estendida aos membros de alguns sindicatos não conseguiu transformar o milho em pipocas suficientes.   Foram várias as explicações, e todas pertinentes: desde politização exagerada, passando por impertinência eleitoral, até erro mercadológico na pré-estréia.   De todas os comentários sobre o fracasso, o melhor de todos, ao meu ver, foi o chiste de Ronaldo Passarinho sobre Luiz Carlos Barreto, o produtor do drama.   Barretão, imaginou, ao assistir 15 minutos de Avatar, que “Lula, o filho do Brasil”, poderia entestar com a jóia de James Cameron sem susto: Lula, colocaria a princesa Neytiri no chinelo.    Leia aqui a postagem de Ronaldo Passarinho: Dom Luiz de La Mancha .

A Época errou

Li, na revista “Época” desta semana, que, segundo relatório da PricewaterhouseCoopers, divulgado em 21.01.10, o Brasil será a quinta economia do mundo em 2013.   Duvidei da projeção: a minha dúvida adveio do fato de que, em meros 3 anos, mesmo que o Brasil crescesse a taxas de 5% ao ano, não conseguiria tal proeza.   Fui atrás do dito relatório e verifiquei que a revista cometeu um crasso equívoco: o relatório da PricewaterhouseCoopers, divulgado em 21.01.10 em Londres, avalia que o Brasil estará consolidado como a quinta maior economia do mundo entre 2025 e 2030, o que já é uma ótima notícia para nós.   O relatório aponta que, em 2030, as 10 maiores economias do mundo serão, nesta ordem: China, EUA, Índia, Japão, Brasil, Rússia, Alemanha, México, França e Grã-Bretanha.   A revista confundiu Produto Interno Bruto (PIB), com Poder Paritário de Compra (PPC) . Neste último quesito, o relatório da PWC indica o Brasil ultrapassando França e Inglaterra já em 2013.   Cas

Toca Tocantins

Tendo o Lago de Tucuruí atingido 71 metros, a Eletronorte, às 08h de hoje, suspendeu a lâmina da primeira comporta e o Tocantins verteu à jusante.   O nível máximo do lago não pode ultrapassar 74 metros, por isso, à medida que este nível se aproxima mais comportas vão sendo abertas.   Quando todas estão escancaradas, e o lago verte quase solto, faz-se um belo espetáculo de águas, que devido ao tipo de salto, é o mais belo do Brasil.   Foi na margem deste rio que você acima vê, quando ele corria ainda solto, que eu nasci e fui criado.

À beira de um ataque de nervos

O presidente da Venezuela, Hugo Chávez, não está à beira de uma débâcle, mas, com certeza, está à beira de um ataque de nervos.   O clima nublou depois da renúncia, na segunda-feira, de três dos mais próximos feiticeiros de Chávez: o vice-presidente Ramón Carrizález, a ministra do Meio Ambiente Yuviri Ortega, e o presidente do Banco de Venezuela Eugenio Orellana.   Por pior, nas manifestações que tomaram conta de Caracas, um jovem chavista morreu: em conversa no chat do Terra venezuelano, li afirmações de que foi a milícia chavista quem matou o rapaz, para incitar os seguidores do presidente contra a oposição.   Perguntei o porquê disto não estar na imprensa. Retrucou-se que toda a imprensa venezuelana está dominada, salvo a Globovisión , que ainda consegue fazer vaga oposição, mas que não se atreveria a divulgar algo como o ocorrido, sob o risco de ser fechada imediatamente.   Chávez conseguiu, com a sua sandice neo bolivariana, mas que está mais para proto stalinism

Lula, o filme

Charge de Lailson   A publicação semanal norte americana, “Economist”, resolveu fazer a critica de “Lula, o filho do Brasil”, que eu, apesar de gostar do Lula, resolvi não ir ver.   O artigo, intitulado " Lula, Higienizado ", e com subtítulo “Um filme para ajudar na campanha”, denota que o editor não gostou da película: classifica-a como “uma versão adocicada da vida do presidente Luiz Inácio Lula da Silva”.   Continua o desanque: "Lula, filho do Brasil é a história de um garoto pobre que subiu na vida, cujas virtudes foram capturadas em close-up, mas cujos defeitos ficaram na mesa de edição".   Pelo meio, opina que “Ele (Lula) é bom demais para ser verdade: estudante perfeito, marido perfeito e um político moderado que repudia a violência"   A revista arremata o artigo com um colutório: "É uma pena. Uma versão com mais nuances não diminuiria a formidável trajetória e as conquistas de Lula".   Bem, eu acho que para aquilo que

Teoria da conspiração

A mais nova teoria da conspiração está postada no site Before it's News : a de que os EUA, em testes de uma arma para provocar sismos, teria errado na dose e causado o mais recente terremoto no Haiti.   O post, assinado por Sorcha Faal, baseia-se, segundo ele, em um suposto relatório preparado pela Frota Russa do Norte.   Um dos trechos do tal relatório: "Desde o final da década de 70, os Estados Unidos avançaram enormemente na capacidade de suas armas para criar terremotos. Agora empregam dispositivos que usam uma tecnologia de pulso, plasma e som eletromagnético tesla junto com bombas de ondas de choque".   Mais bizarro do que isto só mesmo aquela recente teoria da conspiração que Almir Gabriel teceu, de que Jatene é um agente infiltrado da VALE no estado do Pará.

Avatar de novo

Acabo de ler uma matéria, na Information Managemant , sobre Avatar, revelando em que foi consumido os U$ 230 milhões usados para a produção.   James Cameron, juntamente com o diretor de fotografia, Vince Pace, “inventou” uma tecnologia de filmagem, batizada de 3D Fusion: toda a filmagem é feita em 3D, evitando o truque da renderização posterior, onde apenas algumas partes do filme “saltam” da tela.   Devido a isto, o tamanho do filme ficou em 1 petabyte. Traduzindo em linguagem mais acessível: 2000 discos rígidos de 500 GB cada, seriam necessários para armazenar o arquivo de Avatar.   Este tamanho de arquivo só pode ser editado e renderizado em uma única empresa no mundo: a Weta Digital , na Nova Zelândia, que usou o seu “Super Datacenter”, composto por 34 racks, cada um com 4 chassis e em cada chassi 32 máquinas.   Isto totaliza 40.000 processadores de núcleos duplos e 104 TB de RAM, tudo conectado através de uma rede de 10 gigabits: esta parafernália tecnológica propi

O Pará de luto

O Pará perde um dos seus mais jovens, bem sucedidos, e promissores empresários.   Trata-se de Luis Rebelo Neto, 55 anos, diretor presidente do Grupo Reicon , que detém uma das maiores empresas de navegação do Norte do Brasil.   Luis Rebelo estava a bordo de um turbo hélice Bandeirantes, que decolou de Belém rumo a Senador José Porfírio.   Dos dez passageiros da aeronave morreram Rebelo e o piloto. Os sobreviventes foram levados para Altamira.   Devido a problemas ainda desconhecidos, o Bandeirantes, fez um pouso forçado antes de alcançar a pista da empresa Reicon, em Senador José Porfírio.

O Bandeirantes

A foto acima é a do avião Bandeirantes, prefixo PT-TAF, de propriedade da empresa Piquiatuba Táxi Aéreo, que, em pouso forçado, hoje à tarde, chocou-se com o solo causando a morte do empresário Luis Rebelo e do piloto do mesmo.

Parabéns São Paulo

Com 11 milhões de habitantes a cidade de São Paulo é a sexta maior do mundo e o maior centro financeiro, corporativo e mercantil da América Latina.   É também a sexta maior região metropolitana do planeta, com 19.223.897 de habitantes.   Os superlativos de sampa, como é chamada pelos íntimos, não acabam aí: é a décima cidade mais rica do mundo, detém, isoladamente, 12,26% de todo o PIB brasileiro, é sede de 63% das multinacionais estabelecidas no Brasil, e é responsável por 28% de toda a produção científica nacional.   São Paulo faz aniversário hoje: 456 anos. Parabéns aos paulistas de todo o Brasil, que fazem do caos que é toda metrópole, uma adorável e encantadora cidade.

Qualificação profissional

O Brasil precisa resolver o seu gargalo educacional, principalmente na área técnico operacional.   Com a expectativa de crescimento do PIB de 5% a 6% este ano, os economistas prevêem falta de mão de obra qualificada para manejar o arranque.   O Professor da Universidade de São Paulo José Pastore, especialista em trabalho, declarou ao “Estado de São Paulo”, que “toda vez que o Brasil cresce 4,5% ou mais, falta mão de obra qualificada”.   Caso se confirme a turbinada do PIB, haverá déficit de trabalhadores qualificados na construção civil, no agronegócio, na saúde, em hotéis e até em alguns ramos da indústria.

MBA no Brasil

E por falar em qualificação profissional, quem quiser fazer um MBA acreditado internacionalmente não mais precisa sair do Brasil.   O Instituto Coppead , da Universidade do Rio de Janeiro, está entre os 100 melhores cursos de MBA do mundo, segundo lista publicada pela mais respeitada publicação financeira da Europa, o periódico britânico Financial Times.   O Instituto Coppead, auditado desde 2006 pelo FT, ocupou o 92º lugar no rank de 2009, que avaliou o desempenho de 2008 e subiu para o 65º lugar no rank de 2010, que avaliou o desempenho de 2009.

Ela promete

O governo acha que a sua tábua de salvação eleitoral é conseguir autorização para o tal empréstimo de R$ 366 milhões que aguarda o retorno da Assembléia Legislativa ao batente, para ser discutido.   Não diz a governadora, no projeto de lei que trata do assunto, o que vai fazer com os milhões: apenas os deseja desesperadamente.   Aos prefeitos, diz que lhes vai comprar patrulhas mecanizadas, ao credores diz que vai pagá-los, aos secretários diz que vai acudi-los nas respectivas pastas, aos deputados promete o pagamento das emendas atrasadas, e às noites escuras deste inverno, promete, ao fim, brilhantes estrelas.   Como são muitos os fogões a acender com a expectativa da lenha, e sabendo que a madeira não é suficiente, o Palácio dos Despachos opinou por não se comprometer oficialmente com as lareiras: depois resolve, ao sabor das correntes eleitorais, para onde manda o feixe.

Classificados

Se você é daquelas, ou daqueles, que descuida do ferro quente sobre a roupa, o Auto-Lift Ariete, é o que resolve o seu problema.   Ele tem um sistema que levanta a sola quente do ferro no exato momento em que você tira a mão da alça.   Se quiser comprar você o encontra aqui por 89 euros: mais barato do que aquele seu vestido do último aniversário.   Veja o Auto-Lift funcionando no filme abaixo:  

Pagamento antecipado

Voltando aos empréstimos, as audiências eleitorais que a governadora tem dado aos prefeitos, que só agora são chamados, aos rodos, à sala do trono, devem continuar.   Nelas, os prefeitos são sentados frente ao trono e ouvem o apelo de um governo que perdeu completamente a interlocução institucional com o Poder Legislativo.   A patética situação transformou o Palácio dos Despachos em uma sala de comícios mal enjambrados, onde, até ameaça de lotar as galerias da Assembléia Legislativa com “o povo”, para pressionar os deputados a ceder, é assuntado.   Aos proprietários dos ônibus que irão levar “o povo” ao Palácio da Cabanagem, e ao próprio “povo” a ser arregimentado, aconselho que recebam o aluguel e o soldo antes do convescote.   Nada de acreditar na promessa de receber depois, pois, se assim procederem, vão ficar a ver navios: o governo não cumpre o que promete e nem paga o que lhe foi fiado.   E não caiam no descuido de aceitar cheques: eles, provavelmente não terã

Chicago

Chicago-EUA. Clique na foto para ampliar Acabo de receber, por e-mail, a fotografia acima, da bela cidade de Chicago, nos EUA.   Embora sem o característico glamour de New York, Chicago é uma das mais belas e charmosas cidades dos EUA.   Confira aqui , uma crônica que escrevi, há uns dez anos, sobre a cidade.

Apesar de

Leio, em “O Liberal”, a fala do secretário de Estado de Desenvolvimento, Ciência e Tecnologia, Maurílio Monteiro: “Estamos implantando um conjunto de ferramentas que tornam (sic) o Pará um dos Estados mais atrativos da federação e que vão além da simples concessão de incentivos”.   Confesso-me, acabrunhadamente envergonhado, o mais cego dos paraenses: busquei algo que pudesse vislumbrar a assertiva do secretário e tudo o que consegui foi a poeira da falácia.   Procurei ainda mais: avistei um cantil enferrujado, um embornal descosturado, uma lanterna com bico queimado e, por fim, algo que assuntei ser um alicate já sem as ranhuras do torque.   Parei a procura sem ver esta caixa de ferramentas niqueladas da qual nos falou as alvíssaras do áulico palaciano.   Tudo o que o Pará tem conseguido nestes tempos de incontinência governamental, são investimentos advindos da imperiosidade de interesses externos, que aqui há muito se implantaram.   O atual governo não criou a

Sem rumo

Recebi comentário indicando postagem do cientista político e professor da UPPA, Edir Veiga, em seu blog, sobre o governo de Ana Júlia.   O retrato em branco e preto que Edir traça do desgoverno de Ana Júlia é eficaz e absolutamente pertinente: um governo sem rumo e sem projetos relevantes, que não foi capaz de navegar a histórica onda que o destino lhe ofereceu.   É uma pena que o Pará, como constata Edir no epílogo da sua postagem, ainda corra o risco de permanecer nesta insólita viagem.   Recomendo a todos a leitura, aqui .

Lar, doce lar

O moço da foto é o indiano Mukesh Ambani, dono da Reliance , e aos 49 anos o quinto homem mais rico do mundo.   Para gastar um pouco da sua fortuna, ele acaba de concluir a construção da sua casa, em Mumbai, na Índia, que vem a ser a casa mais cara do mundo: custou US$ 2,2 bilhões, o equivalente a R$ 4 bilhões.   A casa tem 27 andares, sendo que seis de garagem, um heliporto e nove elevadores, em uma área interna de 37 mil m². Sua altura é de 152 metros, o que a torna o edifício mais alto da Índia.   O quinto e o sexto andar têm altura de 10 metros cada, e abrigam uma sala de cerimônias e um cinema.   Embora eu não tenha gostado muito do estilo da casa, posso concluir que não deve ficar apertado para Ambani, a mulher e os três filhos morarem ali.   Mukesh Ambani e seu irmão, Anil Ambani, somam a maior fortuna do planeta.   Veja uma imagem da casa aqui .

O Santo Sudário

Já estão sendo tomadas as cautelas finais em Turim, para que se cumpra a lavra do Papa Bento XVI que, no ano passado,  autorizou uma nova exibição do Santo Sudário para o primeiro semestre deste ano.   O Santo Sudário, guardado na catedral de Turim, é tido, na mitologia católica, como o tecido que teria sido utilizado para envolver o corpo de Jesus Cristo após a sua crucificação.   Em 1988, o Vaticano autorizou laboratórios da Inglaterra, Suíça e EUA a fazerem exames com o carbono 14 no tecido, para indicar a sua idade: os exames frustraram as expectativas dos católicos, pois foi constatado que a peça datava de um período entre 1260 e 1390, não podendo, portanto, ter sido o tecido que envolveu Cristo.   A ciência, todavia, ainda não conseguiu explicar como a imagem, em negativo, de um homem, que aparece no tecido foi gravada.   A Igreja Católica jamais se manifestou oficialmente sobre a origem do Santo Sudário, preferindo deixar que os fiéis manifestem a fé através d

Engenharia do clima

Em que pesem os esforços de alguns, há o temor de que o mundo não esteja fazendo o suficiente para reduzir as emissões de dióxido de carbono: os que defendem o desenvolvimento sem o devido equilíbrio da equação da sustentabilidade ainda levam vantagem.   Ciente desta contingência, a Royal Society, do Reino Unido,  lançou um desafio aos cientistas e engenheiros da área: elaborar uma nova ciência exata que seria a Engenharia Climática.   A Engenharia Climática deve considerar matrizes que forneçam soluções para alterar artificialmente o clima global por meio de megaprojetos de engenharia.   As alterações, na verdade, seriam compensações aos estragos causados ao equilíbrio climático pelas ações humanas.   Já há projetos em elaboração que prevêem ações como a fertilização de oceanos com partículas de ferro com o objetivo de acelerar a absorção do CO2 da atmosfera, a criação de nuvens com maior poder de reflexão, para reduzir o calor, e até mesmo a vaporização de grandes q

Riscos e rabiscos

Não é a primeira vez que colhidos documentos sigilosos de empresas, acham-se nos rabiscos das mesmas referências a doações, legais ou ilegais, a políticos de todos os partidos.   O exemplo mais recente, pela flagrância, é o imbróglio em que se vêem a construtora Camargo Corrêa e aqueles que junto com ela aparecem, homeopaticamente, na mídia.   Os partidos podem tentar ser diferentes no exercício dos respectivos mandatos de seus eleitos, mas, na hora de arrecadar para fazer a campanha, são todos iguais: valem-se dos mesmos meios permitidos e não permitidos em lei.   Daí porque, se embrulha em um mesmo papel o dinheiro entregue para fazer campanha, ao PT, PSDB, DEM e PMDB, só para citar os mais conhecidos.   Campanha custa muito dinheiro. E tenho sempre dito: todo o dinheiro trazido às campanhas, é público .   Se o Brasil ainda não se convenceu a instituir o financiamento público de campanha, a República vai continuar fazendo isto por baixo dos panos.   Uma refo

Quércia não vai

Visando convencer Orestes Quércia de que não seria bom para o PMDB uma disputa na eleição do diretório nacional do partido em 06 de fevereiro, o Presidente da Câmara Federal Michel Temer, encontrou-se ontem com Quércia, em São Paulo.   Quércia, que tem total controle do PMDB paulista, e já disse à luz do Sol que não apóia Dilma, concordou com Temer: não irá à convenção de fevereiro.   É uma pena, pois a presença de Quércia, com a sua tropa de elite do histórico MR-8, é uma das atrações das convenções peemedebistas: eles já fizeram, por várias ocasiões, a palha da cana voar.   Eu levei safanões dos milicianos quercistas, na ocasião em que eles queriam instalar Itamar Franco na presidência do PMDB.   A presença da delegação peemedebista paraense, sempre em sua totalidade, contribuiu decisivamente, na ocasião, para a vitória de José Sarney.   Somos, no Pará, a sexta delegação em número de votos do colégio eleitoral do PMDB no Brasil.

Alkmin volta

Como anda a carruagem, o PSDB mantém o estado de São Paulo como a sua mais valorosa cabeça de ponte.   Pesquisa do instituto Vox Populi, publicada hoje, mostra Geraldo Alckmin, ex-governador do estado, como provável próximo ocupante do poderoso Palácio dos Bandeirantes, vencendo no primeiro turno.   Eis os resultados:   01. Alckmin: 56% 02. Paulo Maluf: 11% 03. Ciro Gomes: 10% 04. Soninha: 5% 05. Ivan Valente: 1%

Agenda palaciana

A governadora Ana Júlia, dantes avessa a receber políticos de qualquer galardão em seu recinto, acaba de dar o ar da sua graça a 17 prefeitos do Pará.   Presentes na sala do trono, o Chefe de Gabinete Cláudio Puty, o Diretor do INCRA de Marabá, Raimundo Oliveira e o Deputado João Salame.   O assunto não poderia ser outro: o empréstimo de R$ 366 milhões que aguarda autorização na Assembléia Legislativa.   A governadora prometeu patrulhas mecanizadas para os prefeitos, e ainda inteirou a promessa com mais mimos.   Mas, para que haja luz, faz-se necessário que cada um dos alcaides pressione os seus respectivos deputados a dizer sim na hora de votar.   Depois da audiência aberta, houve concessão de audiências fechadas a cada um dos prefeitos, que, para serem recebidos, submeteram-se a chamada segundo senhas antes distribuídas.   No estar íntimo do Palácio, Cláudio Puty e Raimundo Oliveira aguardavam os prefeitos.   Ao ser chamado um prefeito ligado ao Deputado

Faça amor

Em 18.02.2008, há quase dois anos, li no site do serviço de saúde da Inglaterra, o NHS, uma recomendação oficial para praticar o ato sexual com regularidade, como forma de prevenir algumas doenças.   Leio, hoje, em O Globo, matéria sobre o assunto, cuja referência é o American Journal of Cardiology .   A minha postagem, de dois anos atrás, está aqui . E a de O Globo, de hoje, está aqui .   Ao final, tanto eu, quanto O Globo, assim como as nossas respectivas fontes, estamos atrasados: nos anos 70 já houvera se tornado cult aquele dito popular “faça amor não faça guerra”.

Chapéu de trouxa

Os parlamentares federais do Pará, alguns às claras e outros pelas alcovas, têm escranzinado a governadora Ana Júlia.   Dentre outros queixumes, o mais pisado é o canto de sereia com o qual Sua Excelência afogou a todos, quando prometeu colocar o dobro de recursos que cada um destinasse, por emendas, ao Estado.   O compromisso, para não fugir a regra, não foi cumprido: o que era promessa de dobro num dia, passou a ser esperança de mesmo valor no outro e, ao cabo, no dizer de um senador, “ela ficou com o nosso e não colocou nada do dela”.   Retruquei, ao ouvir o queixume de um deles: “meu pai dizia que chapéu de trouxa é marreta”.

Peles vermelhas

E por falar em chapéu, os mesmos parlamentares federais continuam levando marretadas.   É que a governadora tem entregado, como se presente exclusivo dela fora, mimos que foram comprados com recursos oriundos de emendas da bancada.   As patrulhas mecanizadas que foram licitadas no apagar das luzes de 2009, no valor de R$ 140 milhões, estão sendo pagas com cerca de R$ 30 milhões de emendas da bancada federal.   Ao chegarem, esta semana, algumas moto niveladoras, Sua Excelência já queria correr a entregar o tributo, mas, os coordenadores da bancada reagiram: querem participar do convescote.   O problema é que na bancada tem parlamentar de todos os partidos: como é que o Senador Mario Couto vai subir no palanque da governadora na hora de entregar o caminhão?   Este negócio de emenda de bancada só é bom para os peles vermelhas, caras-pálidas.

Psol apaga para Marina

A Senadora Marina Silva, através de um movimento autodenominado “Movimento Marina Silva”, fortalece a sua candidatura à presidência com a adesão de petistas históricos.   Embora estes históricos não tenham votos na tuia, possuem visibilidade e prestígio de opinião.   Leonardo Boff, Hélio Bicudo, Oded Grajew e Toinho Alves, são alguns dos que já declaram, publicamente, apoio a Marina. Enquanto o caldo dos petistas que “marinaram” engrossa do Oiapoque ao Chuí, a candidata verde deixou queimar o apoio do Psol.   O partido divulgou, hoje, uma nota informando que estão encerradas as conversas com o PV em torno da pré-candidatura da senadora Marina Silva à Presidência da República.   O que subiu a temperatura do astro foi a aproximação do PV com o PSDB no Rio de Janeiro, com vistas ao fortalecimento da candidatura do Deputado Fernando Gabeira ao governo.   Na mesma nota, o Psol anunciou a pré-candidatura de Martiniano Cavalcanti, à Presidência.

Políticos…

Dizem que é uma substancial presença de espírito fazer piadas consigo mesmo.   Et pour cause …