Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Janeiro, 2014

IASEP: caixa zerado?

Fazendo coro com a civilização

Governo desajeitado

Quer dizer que somente agora, depois de 3 anos de governo, o governador notou que a Seduc está desajeitada e deu ordem para ajeita-la a “ curtíssimo prazo ”? Quem desajeitou a Seduc? O deputado federal Nilson Pinto (PSDB), o primeiro secretário? E o seu sucessor, Cláudio Ribeiro, continuou a desajeitação ? E o professor Cláudio Ribeiro, que continuou a desajeitação na Seduc, está agora desajeitando a Secretaria de Estado de Ciência e Tecnologia e Inovação? Que governo desajeitado…

O Pará na linha de fogo

Com um efetivo que é menos da metade do necessário para prover segurança pública à população, a Policia Militar do Pará não controla a bandidagem que assola o Estado: são 20 anos de descaso com o aparelhamento da guarda. Na madrugada dessa quinta-feira (30), a cidade do Vizeu sofreu mais do mesmo que ocorre em todo o Pará: uma quadrilha explodiu duas agências bancárias e fez a feira. A bandidagem mostra quem manda: os bandidos, para intimidar o efetivo, abriram fogo contra a delegacia e o quartel da Polícia Militar. Os prédios de duas secretarias de Estado e o Centro Integrado do Governo, já receberam visitas de bandidos em ações similares, a cidade de Belém está entre as mais violentas do mundo, não tem valente que ande nas ruas sem medo e o tráfico fez pouso certo no Pará. No paço, o governo é bipolar: “enxuga” a folha com cortes remuneratórias ao mesmo tempo em que nomeia mais assessores além dos milhares que já tem, inventando o paradoxo da estupidez. E a esquizofrenia do st

Como perder uma eleição em 10 lições

Na postagem “ As luzes da ribalta ”, um comentarista enumera " Como perder uma eleição em 10 lições ": Qualquer semelhança é mera coincidência…

De como a Google vendeu por US$ 2,9 bi o que comprou por US$ 12,5 bi e ainda saiu lucrando

Em 2012, a Google comprou a divisão de celulares da Motorola (Motorola Mobility) por US$ 12,5 bilhões, cash. Ontem (29) a Google anunciou a venda da Motorola Mobility, para a chinesa Lenovo, por US$ 2,9 bilhões, que serão pagos em módicas prestações e paternal prazo de três anos. Então a Google comprou uma empresa por US$ 12,5 bilhões e depois de dois anos a vendeu por US$ 2,9 bilhões, perdendo US$ 9,6 bilhões?! Como dizia o meu pai, esse pessoal não mete prego sem estopa. Há essa leitura porque a imprensa escreve mal essas transações. Quando, em 2011, a Google fechou a operação eu escrevi aqui : “o grande valor que o Google agrega com a compra é passar a ser proprietário de quase 17 mil patentes que a Motorola detém sobre os ramos da comunicação móvel.” Pois bem: dessas 17 mil patentes, 15 mil permanecerão com a Google e são elas que valem parte da diferença entre a compra e a venda. Quando a Google comprou a Moto Mobility, encerrou uma disputa judicial que, se perdida - e iria

Empréstimos consignados do BanparaCard

Na postagem “ As luzes da ribalta ”, um comentarista relata um quisto implantado na maioria das folhas de pagamentos dos órgãos públicos do Brasil: os empréstimos consignados. “Esses empréstimos consignados e o BanparaCard do Banpará são casos de polícia e justiça. É agiotagem institucionalizada que utiliza juros escorchantes calculados na famigerada tabela price, que utiliza juros compostos ou capitalizados. É ilegal. Tem milhares de servidores reféns de repactuação dessas monstruosas e intermináveis dívidas. Há muitos que nem estão recebendo mais seus salários, já que são sequestrados pelo banco assim que são creditados em suas contas correntes, num flagrante desrespeito ao Código do Consumidor. Alias, esse banco ainda não quebrou graças ao dinheiro dos servidores estaduais. Agora com os cortes de GTI e Horas Extras, muitos entrarão em desespero, pois ficarão sem margem e saldo consignável e não poderão mais repactuar tais dívidas, pois há um teto financeiro de acordo com o salá

Dois em um

> Um Ao que se vê as autoridades brasileiras já esqueceram totalmente as encrespadas ondas do “Levante de Junho” e o objeto reprimido das majorações dos preços do transporte público começa a ceder. O prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes (PMDB), idem liberou aumento às passagens de ônibus. Mas o Brasil tem jeito e eu tenho a solução: levantes de junho de janeiro a dezembro e “ rolezões ” todos os dias nas sedes do Poder Executivo, Judiciário e Legislativo. > Dois Eu tenho como provar que essa secretaria, e todas as demais secretarias especiais não fazem a menor falta: é só o governador-tampão, ou quem as vezes lhe faça, enviar à Alepa um projeto de lei extinguindo-as. O Governo economizaria uns bons trocados e ainda se livraria de uma penca de inúteis.

Os ventos do Norte não movem moinhos

No Instagram, Ademir Andrade, presidente do PSB do Pará, posta a fotografia do palanque, no Pará, do governador de Pernambuco Eduardo Campos (PSB), pré-candidato à presidente da República. Ademir relata uma “ audiência animadora em Recife ”, avisa que Campos virá ao Pará “ na primeira quinzena de março ”, e diz esperar que Marina Silva seja vice de Campos. O jornalista Kennedy Alencar relatou ontem (28) que “ Marina Silva aceitou ser candidata a vice-presidente da República” na chapa de Campos. Relata Ademir Andrade que “ é possível que o PSB tenha candidatura própria ao governo do Pará ”. > No verão passado Em 2013, Eduardo Campos enviou um emissário ao Pará. A missão era encontrar quem lhe montasse o palanque presidencial no Estado. O emissário bateu em duas portas: a primeira pronto recusou a tese. A segunda sugeriu expectativa. A lista não tinha o nome de Ademir Andrade. O ato contínuo foi um encontro, alhures, entre Campos, Simão Jatene e Sidney Rosa, quando, à revel

Pesquisadores da UFPA lançam amanhã um belo trabalho sobre os ex-combatentes do Pará

O Laboratório de Estudos Bioantropológicos em Saúde e Meio Ambiente da UFPA lança amanhã (29) o livro e o vídeo “Por Terra, Céu e Mar: História e Memórias da Segunda Guerra Mundial na Amazônia”. O lançamento será às 18h, na livraria da Fox, na Tv. Dr. Moraes, 584. Os autores são Hilton P. Silva, Elton V. O. Sousa, Murilo R. Teixeira e Samuel R. Mendonça. As obras, livro e vídeo, trazem aspectos antropológicos e históricos, informações e imagens inéditas sobre a atuação dos combatentes do Pará que formaram o contingente enviado à Europa na II Guerra Mundial, tema pouquíssimo conhecido na literatura nacional e internacional. Quem se interessa pelo assunto não deveria deixar de adquirir as obras, que querem preencher uma enorme lacuna da história dos combatentes do Pará na II Grande Guerra. Assista abaixo um trailer do vídeo:

Escultura tutti-frutti

O italiano Maurizio Savini adora mascar chicletes. Mas, o interessante mesmo é o que ele faz com o chiclete depois de mastigado: ele o usa como matéria-prima para sua esculturas, como a da foto acima.

As luzes da ribalta

O governador em exercício, Helenilson Pontes (PSD), editou o Decreto n° 954/2014, publicado na edição de ontem (27) do Diário Oficial do Estado. O edito perder-se-ia no matagal do DOE caso não solapasse acessórios que compõem o recebimento líquido do funcionário, que podem ser suprimidos unilateralmente pelo ordenador. No Art. 1° o decreto diz a que veio: suspende a “ concessão e o pagamento da Gratificação de Tempo Integral e do Serviço Extraordinário de que trata a Lei n° 5.810, de 24.01.1994, nos órgãos da Administração Direta, Autarquias e Fundações Públicas .”. A citada lei é o Regime Jurídico Único dos Servidores Públicos do Estado. > Eficácia pífia A medida, a priori, repercute influxo de despesa e o governo logo alardeará o tamanho da economia. Mas a eficácia imediata é pronto anulada pela refluxo, pois quase metade do funcionalismo, que receberá um contracheque com, quiçá, a metade do valor percebido no mês anterior, partirá ensandecido à caça do indébito: é o conhe

Esse rio é minha rua

Cerca de 30% da população do Pará têm os rios como a sua principal via de locomoção. Belém recebe esse contingente nas idas e vindas do intercambio comercial e de outros serviços que os ribeirinhos buscam na capital. Mas a cidade nunca deu atenção ao atendimento desses passageiros da agonia que é o embarque e desembarque nos portos de Belém: a foto acima ilustra uma realidade que pode ser rebatida para 90% dos portos da cidade. A reforma e adaptação de dois dos galpões ao lado da Estação das Docas, poderá oferecer conforto e mobilidade aos passageiros que por ali trafegam, mas a prefeitura de Belém, e o governo do Estado, não devem ter olhos apenas aos portos localizados por onde passa a procissão. Outra procissão de mesmo número, longe dos olhos dos parcos turistas que Belém recebe, amarga o descaso do poder público que, com intervenções básicas, poderia aliviar os transtornos dos ribeirinhos que vivem a embarcar e desembarcar como equilibristas de si mesmos. 

Esnobando a ditadura

O repórter fotográfico Guinaldo Nicolaievsky foi o responsável por esta fotografia em que uma menina, em Belo Horizonte, negou-se a apertar a mão do último presidente da ditadura militar brasileira, o General Figueiredo.

Dilma Rousseff sai de Davos para Havana e PSDB ameaça ação por escala em Lisboa

Depois de desfilar em Davos, na reunião do “Fórum Econômico Mundial”, a presidente Dilma Rousseff desceu ontem (26), em La Havana para participar da 2ª reunião da “Comunidade dos Estados Latino-americanos e Caribenhos (Celac)”. No aeroporto José Martí, deu boas-vindas à presidente o ministro de Comércio Exterior cubano, Rodrigo Malmierca, membro do seleto clube que dá as cartas em Cuba e um dos que defendem a gradual abertura do regime. A presidente hospeda-se no Meliá Havana, o que é um sacrilégio: nenhum dos modernos hotéis de La Havana chegam aos pés da atmosfera do Hotel Nacional, uma joia arquitetônica dos anos 30, erguido sobre uma rocha que se debruça sobre a Baía de Havana, de onde se admira um dos mais belos crepúsculos do Caribe. No Nacional se hospedavam os ricos e famosos dos EUA, quando Cuba era uma espécie de Las Vegas caribenha, até que Fidel Castro quebrou a banca. > Enquanto isso, no Brasil O PSDB prometeu representar contra a presidente, porque ela, entre a Su

Antônio Maria, o cardiopliscente

O pernambucano Antônio Maria foi um dos mais talentosos letristas da MPB. Além de compositor, foi excepcional cronistas, comentarista esportivo, poeta e, de quebra, escrevia peças teatrais. Começou, aos 17 anos, a apresentar programas na Rádio Clube Pernambuco. Quando se mudou para o Rio de Janeiro, na década de 40, pronto encontrou ocupação como locutor esportivo na Rádio Ipanema. Após voltar ao Recife, onde casou e, sempre como apresentador de rádio, ter passado por Fortaleza e Salvador, em 1951 retornou definitivamente ao Rio, como diretor de produção da TV Tupi, recém inaugurada. As crônicas de Maria, publicadas em “O Globo”, eram retratos do cotidiano, que iam de futebol a política, passando pelas páginas policiais: ele fazia uma espécie de reportagem literária. Não relatava cruamente os fatos: fazia novelas com eles e a leitura era agradabilíssima. "Rio, Eu Gosto de Você", com Ary Barroso; “Menino Grande”, com Nora Ney; "Valsa de uma cidade" e "Ca

Big Pilot Perpetual Calendar Boutique Edition Petit Prince

A prestigiada casa de relojoaria suíça, IWC Schuffhausen , lançou a sua edição 2014 dos exclusivos “ Big Pilot ”, cujas edições são limitadas a 270 peças, cada uma com um nome específico. Abaixo o “ Big Pilot Perpetual Calendar Boutique Edition Petit Prince ”, um dos 270 relógios da edição 2014: A caixa do “ Petit Prince ” tem 46,2 mm de diâmetro em ouro rosa, abriga uma máquina de 13 complicações mecânicas e tem o mostrador de ouro sob um vidro de pura safira. Os destaques são a complicação de movimento automático Pellaton, também usada pela Patek, e o calendário perpétuo que tem, ele mesmo, isolado da máquina principal, 6 complicações: data, dia da semana e mês, indicação perpétua das fases da Lua dos hemisférios norte e sul e indicação do ano com quatro dígitos. O “ Petit Prince ”, como toda a série “ Big Pilot ”, tem reserva de marcha que mantém o relógio funcionando fora do pulso por 168 horas. O fundo é também de pura safira, o que permite observar o funcionamento da parte post

Governo de São Paulo dá tratamento correto ao “rolezinho” e alivia a tensão

Pesquisa publicada em 17.01 revelou que 71% dos paulistanos são contra os “rolezinhos”, número que pode ser espraiado para o Brasil, pois o percentual de pessoas que tolera o esbulho do seu espaço individual e a turba da sua zona de conforto é pequeno em todo o mundo. Ser contra ou a favor é opinião. Tratar o evento de forma apropriada é a medida da nossa inteligência sociológica e do preparo democrático dos governantes. > Origem do rolezinho O “rolezinho” não surgiu no Brasil, mas há 11 anos, nos EUA: são as “ flashmobs ”, junção idiomática de “ flash mobilization ”, em tradução livre, “mobilização rápida”, que se expressa por coreografias. Em 2003, o jornalista Bill Wasik enviou um e-mail a 50 amigos para se encontrarem em frente a Claire’s Acessories , uma loja de bijuterias em Manhattan. A loja soube e acionou a polícia, que impediu a ocorrência. Wasik não desistiu e convidou 100 pessoas para vários lugares em Manhattan. Em cada ponto teria um coordenador para dizer onde seri

Anjo Boligan

O cartunista mexicano Anjo Boligan é considerado um dos melhores do mundo e já venceu 137 prêmios internacionais no ofício. Abaixo, uma de suas obras, sobre a mudança de comportamento da puberdade digital. E abaixo a crítica de Boligan à violência no México:

Brasil tem 1,5 milhão de pessoas livremente nomeadas por gestores públicos

A estrutura orgânica dos EUA, aí compreendidos a presidência da República, governadores, prefeitos e poderes legislativos, tem a prerrogativa de nomear cerca de 100 mil cargos de confiança. Os prefeitos municipais dos EUA nomeiam cerca de 30 mil cargos, mas observe-se que os EUA têm 18.443 municípios. O presidente da República dos EUA nomeia cerca de 9 mil cargos. Os governadores cerca de 3 mil e os poderes legislativos estaduais e municipais cerca de 58 mil. O grosso cálculo fiz a partir de informações do portal United States Census Bureau . > No Brasil Fundamentada em dados do Ministério do Planejamento, a Veja reportou que o presidente da República do Brasil nomeia 23.579 pessoas: quase o triplo do que nomeia o presidente dos EUA, a maior economia do mundo. A Veja compara os cargos de confiança nomeados pelos mandatários de alguns países com o Brasil. O número dos EUA, segundo a Veja (8 mil), aproxima-se da conta que fiz (9 mil): Ao se somar os cargos de confiança de

De reformas e percentuais

Se assim de vera for, no mínimo, à falta de providências outras, isso é uma tremenda falta de educação.

Faturando com os alagamentos em Belém

Os constantes alagamentos em Belém, que entram e saem prefeitos prometendo resolver, desde que Francisco Castelo Branco aqui jogou âncora em 1616, são agora geradores de renda. Segundo matéria de “O Liberal”, edição de hoje (24), a meninada das imediações da Avenida João Paulo II, na altura da Doutor Freitas, cobra até R$ 100 tirar os carros que “apagam” na travessia do rio que se forma na avenida ao primeiro desaguar. Mas não culpem os alcaides: alagamentos já são parte da nossa cultura. Até o aeroporto alaga quando chove…

Empresário não vê a grana do Estado e arranca a grama de escola estadual em Santarém

A Escola Estadual Rio Tapajós, em Santarém, que em novembro de 2013 foi palco de um entrevero entre o governador Simão Jatene e três alunas por conta de reforma mal feita no prédio, protagonizou outra cena insólita na cidade. Ontem (23), a empresa “Grama Santarém” recolheu toda a grama que havia sido plantada na área verde da escola porque o Governo do Estado não pagou o serviço. “ Estava tão bonita a escola, mas agora eles estão tendo que tirar porque o governador não pagou ”, declarou a aluna Edivânia Albarado, que deve ser uma das flamenguistas que enquadraram o governador em novembro. Ormano Sousa, professor da Rio Tapajós, também desabafou: “ aquilo que as alunas disseram que é uma maquiagem, está se configurando agora, lamentavelmente ”. O governador Simão Jatene não pode levar a culpa do ocorrido porque ele está fora do país, gozando férias nos EUA, em Orlando, de onde recebi a foto abaixo (tem gente que se dá ao trabalho de ficar enviando fotos de sua excelência). Não pen

Dispensa de licitação é objeto de ação por improbidade administrativa, em Minas Gerais…

As dispensas de licitação continuam a dar problemas aos contratantes, pelo menos alhures: aqui no Pará, onde a maioria dos administradores públicos lê a Lei das Licitações de ponta-cabeça, ainda nada ocorre e se dispensa licitação até para comprar açaí, que tem uma batedeira em cada esquina. Antes tarde do que nunca, o Ministério Público de Minas Gerais denunciou, por improbidade administrativa, o senador Zezé Perrella (PDT-MG), seu filho, deputado estadual Gustavo Perrella (SDD) e o irmão do senador, Geraldo de Oliveira, por “ terem dado prejuízos aos cofres públicos em contratos feitos sem licitação para a produção de grãos para o programa Minas Sem Fome, do governo de Minas Gerais, entre 2007 e 2009 .". O MPE-MG pediu, liminarmente, o bloqueio de bens e a quebra do sigilo bancário dos denunciados, o que foi deferido pelo juízo da 3ª Vara da Fazenda Pública de Belo Horizonte.

Helenilson Pontes, o despreocupado

Confesso que, como dizem os meus amigos de Cametá, agora me deu medo, pois, como asseverou Pablo de Bravin, " três pilares dominam o caráter dos homens cruéis: o sarcasmo, a manipulação e a soberba ". A frase foi pinçada do " Blog do Jeso ".

Belém é a 23ª cidade mais violenta do mundo e a 8ª mais violenta do Brasil

A Consejo Ciudadano para la Seguridad Publica y Justícia Penal , ONG com sede no México, publicou a sua edição de 2014 (dados de 2013), da violência no mundo. No ranking, elaborado com as taxas oficiais de homicídios, estão as cidades com mais de 300 mil habitantes, excluídas aquelas que são palco de guerras civis e conflitos que usam a violência como elemento de disputa política. > No Brasil No Brasil, 16 cidades estão entre as primeiras 50 mais violentas do mundo e Belém, que no ranking de 2013 (dados de 2012) era a 26ª mais violenta do mundo, piorou: com 48,23 homicídios por 100 mil habitantes, a capital paraense agora ocupa a 23ª posição. > No mundo Pela 3ª vez consecutiva, San Pedro Sula, em Honduras, é a cidade mais violenta do mundo, seguida por Caracas, na Venezuela e Acapulco, no México. Quando o corte é feito por países, dos 34 que participam do ranking, o Brasil é o 13º mais violento. Cortando o ranking para o Brasil, temos Maceió-AL como a mais violenta do

Busca e apreensão na prefeitura de São João de Pirabas

O Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) e o Ministério Público Estadual, cumprindo mandado de busca e apreensão deferido pelo desembargador Milton Nobre, despejou-se hoje sobre a prefeitura de São João de Pirabas, no nordeste do Pará, administrada pelo prefeito Luís Cláudio Barroso (PMDB). Demandaram a medida o procurador de Justiça Nelson Medrado, e os promotores Arnaldo Azevedo e Sabrina Amorim, essa titular da promotoria de São João de Pirabas. A operação teve a finalidade de colher documentos comprobatórios de supostas fraudes em processos licitatórios, na prefeitura e limitou-se à apreensão de documentos, não havendo mandados de prisões. > E os outros? Todas as vezes que são postadas aqui notícias referentes, chovem comentários perguntado por que o MPE não faz a mesma coisa nos respectivos municípios dos comentaristas, já que condutas, por suposto semelhantes, são objetos de denúncias similares. É que, como dizia o bardo, “ entre o céu e a terra

Classe econômica

A charge é do Washington Post, criticando os cada vez mais apertados assentos das companhias aéreas.

Oxfam: 50% do PIB mundial pertence a 1% da população da Terra

Um dos mais recorrentes pontos de protestos do lado de fora do Fórum Econômico Mundial de Davos é a má distribuição da renda, que a cada evento se agrava. Esse ano, 2014, Davos traz o assunto para dentro do convescote de bilionários e a ONG Oxfam , que monitora o tamanho da disparidade desde 2008, será convidada à mesa. Segundo a Oxfam, 85 fortunas mundiais acumulam a mesma riqueza que 3,5 bilhões de pessoas, que vem a ser metade da população da Terra, o que assevera o amargo clichê de que 50% da riqueza mundial está nas mãos de apenas 1% da população do planeta. > EUA Nos EUA, primeira e mais aberta economia do mundo, 95% do crescimento gerado após a crise de 2008 ficou nas mãos de 1% da população do país. > Europa As 10 pessoas mais ricas da Europa possuem fortunas equivalentes a todos os pacotes de resgate dados aos países da região entre 2008 e 2010, cerca de 200 bilhões de euros. > Elysium Se o perfil mundial é o que indica a Oxfam e nada for, efetivamente, feito par