Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Março, 2010

Os novos ministros

Com a saída de alguns ministros para disputar eleições, novos ministros assumem as respectivas pastas.   Veja quem são os novos ministros da República:   Casa Civil Erenice Guerra - secretária executiva da então ministra chefe da Casa Civil Dilma Rousseff. Erenice foi apontada pela oposição como executora do dossiê sobre os gastos do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso a mando da ministra, em 2008. Ela nega as acusações. Foi conselheira fiscal da Petrobras, consultora jurídica do Ministério de Minas e Energia, assessora jurídica na Câmara dos Deputados, e consultora da Unesco.   Agricultura Wagner

Ministros que saem

O IG fez um infográfico com os ministros de Lula que saem do governo para disputar uma eleição, ficam no governo, ou estão indecisos.   Clique na imagem acima para ver.

James Lovelock

James Lovelock: sem expectativas   Em entrevista à BBC, o cientista britânico James Lovelock, 90 anos, dá um tom apocalíptico a nossa era.   Autor da Teoria de Gaia e um dos precursores do movimento ambientalista, Lovelock está cético e afirma que “mudar os hábitos para tentar salvar o planeta é uma bobagem. A coisa mais sensível a se fazer é aproveitar a vida enquanto podemos.”   Pondera o cientista que a humanidade não "decidiu aquecer o mundo deliberadamente", mas "puxou o gatilho", inadvertidamente, ao desenvolver sua civilização da maneira como conhecemos hoje.   Para Lovelock, a busca por formas de energia renováveis é "uma mistura de ideologia e negócios", mas sem "uma boa engenharia prática por trás".   Confesso que, como Lovelock, não vejo raio de manobra para mudanças radicais nos hábitos da humanidade, e reconheço que ao ponto em que chegamos, não é possível voltar o projétil ao fuzil.   Discordo, todavia, do

Foram os chechenos

Passageiro ferido no metrô Lubyanka   Ellen Barry, correspondente do New York Times em Moscou, chegou logo depois do atentado à estação do metrô da Praça Lubyanka, antes de ontem, quando morreram 23 pessoas.   Barry colhia informações para a sua matéria quando avistou uma senhora disparando impropérios aos escombros.   A correspondente chegou perto. Nina Ivanovna, uma aposentada de 57 anos, ao vê-la, disparou: “São os chechenos. Eles nunca vão nos deixar viver em paz. Soljenitsin disse que nós devíamos construir uma grande muralha, como a da China, para mantê-los longe. Eles deviam ser cercados. Eles nos odeiam, e sempre nos odiarão.”   Eu não tenho certeza que Alexander Soljenitsin, o autor da magnífica obra “O arquipélago Gulag” tenha dito aquilo, mas, eu tenho certeza de que foram os chechenos. E, de fato, eles odeiam os russos eternamente.

Um território para chamar de seu

Em vermelho, o território reclamado pelos chechenos   Eu jamais encontrarei motivos para justificar ações terroristas. Embora eu sempre tenha nutrido simpatia pela causa palestina, e curtisse uma velada admiração por Arafat , só passei a defendê-lo quando ele abdicou das ações terroristas.   O mesmo se dá com os chechenos: há muito lhes acompanho a luta pela independência da Rússia e sempre lhes defendi a causa .   A guerra de guerrilhas suportada pelos chechenos há mais de um século contra o império russo é justa, mas sacrificar civis em atentados terroristas não dá substancia ao movimento, ao contrário, só justifica atitudes como a de Nina Ivanovna.

Nos domínios de Putin

Putin, em primeiro plano: o premier russo   Putin é um produto dos loucos terroristas chechenos.   Com a queda da URSS, onde Putin comandava a poderosa e temida KGB, cujo quartel general era exatamente na Praça Lubyanka, pulverizou-se o império soviético em dezenas de repúblicas.   A Chechênia foi mantida sob o Kremlin: negou-se a um povo, que constitui uma nação caucasiana totalmente diversa dos russos, um território para chamar de seu.   Os comandos chechenos intensificaram as guerrilhas em busca da independência e, como sempre, isto tem efeitos colaterais que fogem ao julgo da sensatez.   Até na guerra é necessária a sensatez. Um guerreiro alucinado acaba por cortar a própria cabeça com a espada que empunha.   Quando os comandos chechenos se infiltram em Moscou e São Petersburgo, Putin arrochou a repressão e os russos lhe deram suporte.   O sucesso foi tanto que Putin chegou à Praça Vermelha, onde está até hoje, e de onde ouviu os estrondos saídos do ven

Com as unhas

A estação Lubyanka dista poucos quarteirões da Praça Vermelha, onde se erigiram os mais caros símbolos do orgulho russo: a Catedral de São Basílio e o conjunto de imponentes prédios administrativos, o Kremlin.   O ataque checheno, do ponto de vista do orgulho ferido, pode ser comparado com o estrago que Bin Laden fez ao ego estadunidense ao transformar as torres gêmeas em pó.   Os terroristas chechenos deram um chute na mais sensível parte do corpo de Putin, que para não perder a fleuma, partiu para a retórica: “Eles estão nos esgotos. É uma questão de honra arranca-los de lá e eu o farei com as próprias unhas.”   Putin foi treinado, desde o tempo da KGB, para usar as unhas: ele não vai sossegar enquanto não enfia-las nos olhos de quem protagonizou o atentado.   Para isto, ele não hesitará em transformar todo o Cáucaso checheno em um amontoado de pedras.

Por exemplo

Para que vocês saibam do que estou falando:   Em outubro de 2002, 50 militantes chechenos fizeram 850 reféns no Teatro Dubrovk de Moscou.   Putin disse que não negociaria e consultou o exército sobre cenários de operações para exterminar os terroristas.   O pior cenário seria um ataque armado, onde o exército mataria os 50 terroristas, mas poderiam morrer até 500 reféns.   A alternativa seria usar um agente químico que mataria os 50 terroristas e cerca de 200 reféns.   Putin determinou o ataque químico, ocasião em que morreram os 50 terroristas e 165 reféns: ele comemorou a vitória.   Simples assim.

Case de sucesso

Nunes da Ricardo Eletro e Batista da Insinuante: um case de sucesso   Depois do "Pão de Açúcar" juntar-se à "Casas Bahia" para formar a maior rede de varejo do Brasil, raiou mais uma fusão.   Ontem, a " Ricardo Eletro " e a " Insinuante " juntaram-se para formar a "Máquina de Vendas" que passa o "Magazine Luíza" e se firma, no nascimento, como a segunda maior varejista do Brasil.   O faturamento anual da nova empresa deverá ultrapassar os R$ 5 bilhões em 2010.   Ricardo Nunes, 40 anos, que vai presidir a "Máquina de Vendas", contou, no ato da assinatura da fusão, que aos 11 anos de idade vendia mexerica nos sinais de Belo Horizonte e depois virou sacoleiro: fazia compras na 25 de março, o paraíso dos sacoleiros em São Paulo, e ia vender em Minas Gerais.   Luiz Carlos Batista, 55 anos, da Insinuante, também contou as suas dificuldades para chegar ao topo, mas, não ralou tanto quando Nunes: seu pai

Eu não chego lá

Para não dizer que eu não falei de flores, aí está uma fotografia da governadora Ana Júlia livre, leve e solta: é a felicidade em pessoa.   Mas, para não perder o chiste: se eu também tivesse um helicóptero para andar pelo Pará afora, tudo pago pelo erário, eu viveria rindo por esta terra de ricas florestas fecundadas ao Sol do Equador.   E eu não posso nem dizer "um dia eu chego lá".

1 a 0

Em uma das postagens de ontem, recebi um comentário que, por conter números de "uma pesquisa do governo", não pude publicar.   O comentarista insiste, diz que a fonte é segura, e me desafia a passar o fato com a redação adequada.   Não há como verificar a veracidade dos números e nem se a pesquisa é mesmo do governo, mas, chama atenção o fato de um dos pesquisados, que inclusive se licenciou há pouco, na intenção de votos para o senado, apresentar um desempenho esquisito.   Em dezembro de 2009 o pesquisado tinha 1% das intenções de voto e, agora, em março, este percentual caiu a zero.   Como dizia o grande Lupicínio, "a maldade desta gente é uma arte".

Pax Americana

Medvedev e Obama: acordo pífio   Anunciou-se, na semana passada, um acordo entre os EUA e a Rússia, que visa reduzir em 30% o arsenal nuclear de ambos.   O que isto significa? Nada. Aliás, desculpem-me, o nada aí é apenas estratégico: o acordo rende marketing político interno a ambos os presidentes e visão colateral externa de que as duas potências trabalham um desarmamento.   Deve haver aí, também, uma mensagem para a China com o seguinte teor: nós já nos entendemos e vamos partir para cima do Irã.   Este bilhete em forma de acordo também pode servir para o Brasil, que se meteu a querer reinventar a roda na diplomacia do Oriente Médio.   Mas, voltemos ao nada estratégico. Eu explico a locução: o que restar de ogivas a ambos, isoladamente, depois de cortar os 30% pretendidos, destrói o mundo duas vezes, ou seja, os dois países mantêm a belicosidade nuclear intacta.   O faz de conta vai ocorrer, entre Obama e Medvedev, no dia 8 de abril, na belíssima Praga.  

Internet rápida?

A Cisco encomendou às universidades de Oxford, na Inglaterra, e de Oviedo, na Espanha, um estudo sobre banda larga nas 42 maiores economias do mundo.   O Brasil fez feio: ficamos em 37° lugar. A qualidade da internet banda larga por aqui só ficou acima do Chipre, México, Índia e China.   Pagamos caro para ter um serviço de péssima qualidade.

Rindo com razão

Roberto Justus O varejo é de longe o maior anunciante em qualquer país.   Em 2010, a maior conta, até agora, foi abocanhada pela Young , de Roberto Justus, que está rindo e não é à toa: as Casas Bahia e o Ponto Frio, juntos, entregaram-lhe uma conta de R $3,5 bilhões.

Paulo Maluf

Deputado federal Paulo Maluf, do PP de São Paulo, sobre o fato de a Interpol, a pedido da promotoria de Nova York, ter-lhe listado como procurado.   Enquanto a medida não for revogada pela justiça dos EUA, Maluf poderá ser preso assim que pisar em qualquer dos 181 países com os quais a Interpol mantém tratado de cooperação.

Desculpem a nossa falha

Estava marcado para hoje a postagem n° V da série "Turvos ventos velas não sopram".   Peço desculpas: escrevi o texto no computador de São Paulo e esqueci de passar para o pen drive. Constatei isto agora, quando fui copiar para postar.   O texto será postado na quinta-feira, quando poderei recuperá-lo.

Livre para voar

Anivaldo Vale   O vice-prefeito de Belém, Anivaldo Vale, PR, acaba de protocolar na Câmara Municipal de Belém, pedido de licença do mandato que ora exerce.   O período do pedido é de hoje, 29.03.2010 até 01.11.2010.   Alega o vice-prefeito que neste ínterim estará à disposição dos afazeres partidários visando as eleições estaduais de 2010.   É claro que o documento mais esconde do que revela as suas razões: as nuvens se movem.

Libelo n° 02

As escaramuças entre a governadora Ana Júlia, que capitaneia a DS, e a Unidade na Luta, comandada pelo deputado Federal Paulo Rocha, deixam claro que ela perdeu a autoridade para manejar o governo.   Tornou-se clara esta realidade quando a deputada Bernadete ten Caten, acoitada pelo deputado Zé Geraldo, passou por baixo do portão do Palácio dos Despachos um bilhete ameaçando prévias no PT, caso a governadora não voltasse atrás na decisão de ocupar o INCRA de Marabá.   Concluindo que em havendo prévias arriscar-se-ia a ser vetada pelo partido, Ana Júlia renunciou as prerrogativas do cargo que ocupa, mantendo agendada somente a garantia, a qualquer custo, de ser a candidata do PT a sua própria sucessão.   Com tal desinência, o governo se dissolveu na medíocre lógica de manter o poder como um fim em si mesmo e não como um meio de servir ao Estado.   O governo desapareceu. Resumiu-se a perambular a procura da reeleição e de eleger Claudio Puty deputado federal.   A Un

Ele prende quem critica

Hugo Chávez:; o histriônico ditador da Venezuela   Será que a dupla Celso Amorim e Marco Aurélio, criou juízo?   É que eu não vi o Itamaraty publicar uma nota de apoio ao bufão de Caracas, Hugo Chávez. E o Itamaraty adora apoiar ditadores…   Guillermo Zuloaga, o último dos moicanos que faz aberta oposição na imprensa ao regime neo bolivariano, afirmou, em entrevista, que Chávez "usa a força para fechar meios de comunicação".   Como a nossa chancelaria se calou diante desta infâmia contra o bufão, ele magoou e mandou prender Zuloaga.   A acusação: "prejudicar a imagem do presidente durante uma reunião da Sociedade Interamericana de Imprensa.".   Imaginem vocês se a moda pega por aqui, como, aliás, querem os tresloucados elaboradores do Plano Nacional dos Direitos Humanos, que tentam enquadrar a imprensa: não ia ter cadeia suficiente.

Os negros na classe média

Passeata no dia da Consciência negra, em SP   A Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios, Pnad, de 2009, traz uma alvissareira constatação: a participação dos negros na classe média brasileira, cresceu 110% em 15 anos.   Mais da metade dos negros brasileiros, 53,5%, já pertencem à classe média, incluindo a classe C, chamada de nova classe média popular.   A pesquisa revela que a verticalização econômica dos negros se deu à revelia da política de cotas, o que reforça o discurso daqueles que entendem que estas devem priorizar a classe econômica e não a cor da pele.

Uso da máquina

Os juízes e tribunais têm certa dificuldade para enquadrar as representações por propaganda eleitoral antecipada, pois não há definição clara sobre o que constitui o delito.   Não obstante, há uma tendência de consolidar o entendimento de que o pré-candidato não precisa pedir votos explicitamente: a divulgação do nome em cartazes ou faixas em eventos pode ser entendida como tal.   A pena é de multa, que vai de R$ 5 mil a R$ 25 mil: ao presidente Lula já foram aplicadas duas multas que totalizaram R$ 15 mil.   Mais grave que fazer campanha antecipada, é o uso da máquina administrativa, quando o pré-candidato se aproveita de ações de governo para captar votos.   Qualquer cidadão pode denunciar aquilo que entender como uso da máquina pelo candidato.   A Procuradoria Regional Eleitoral recebe as denúncias pelo e-mail denunciaeleitoral@prpa.mpf.gov.br .

Constatação

Do deputado federal Ibsen Pinheiro, do PMDB do Rio Grande do Sul, ao explicar o porquê de ter resolvido não mais se candidatar, em um sistema eleitoral no qual o candidato depende cada vez mais de recursos financeiros para se eleger.

Cheque sem fundo

Das deliciosas tiras de Bob Thaves, com as tiradas da espirituosa dupla de personagens, Frank e Ernest .

Quem sai na frente chega primeiro

Lula e Dilma: comício em Itabuna-BA   O presidente Lula não está nem aí para o TSE, que já lhe aplicou R$ 15 mil em multas. Mesmo porque mais não seja, não é ele quem as paga, haja vista a vaquinha que os filiados do Sindicato dos Trabalhadores em Processamento de Dados de São Paulo, está fazendo para pagar a mais recente que lhe foi imposta.   Em assim sendo, os comícios continuam. Na sexta-feira, Lula e Dilma estavam serelepes e faceiros, no meio de jingles eleitorais e gritos de guerra de simpatizantes e militantes petistas, em Itabuna, na Bahia, inaugurando um trecho do Gasoduto Sudeste-Nordeste.   Em meio a aplausos airosos Dilma anunciou que na segunda-feira, amanhã, lançará a nova versão do programa Minha Casa, Minha Vida, com previsão de construção de mais 2 milhões de casas populares.   Campanhas são uma festa e meu pai dizia que quem sai na frente chega primeiro, a não ser que não preste atenção e tropece em um toco deixado no meio da coivara

Comendo cru

Eu venho martelando na bigorna de que o açodamento eleitoral para leiloar Belo Monte, sem uma planilha de custos e composição de preços transparente e desprovida de esoterismos, vai concluir uma realidade energética majorada quando a obra estiver pronta.   Na sexta-feira, os consórcios interessados em disputar o leilão da hidrelétrica protocolaram ao governo um pedido de elevação do preço-teto da energia da futura usina, fixado em R$ 83,00 o megawatt-hora.   Isto deverá ser negado, agora. Mas, no futuro, nada impede que seja descarregado no sistema nacional, o fato de o atual governo ter desejado comer cru, o que poderia deixar pelo menos assar ao ponto.

Chindogu

Chindogu é a arte japonesa de criar engenhocas para o dia-a-dia. Abaixo, uma interessante variante para o guarda-chuvas:  

Ana Júlia dos mil dias

“Ana Júlia Carepa corre em busca do tempo perdido. Em mil dias de governo, Ana Júlia viu sua biografia ser manchada por episódios que ganharam repercussão nacional - e internacional - como o caso da menor presa, estuprada e torturada na delegacia de polícia de Abaetetuba, ou na morte de centenas de bebês na Santa Casa de Misericórdia, que chegou a receber prêmio do então ministro da Saúde, Humberto Costa (PT), pela excelência de seu programa de aleitamento materno na gestão da dupla Simão Jatene (PSDB)- Valéria Pires Franco (DEM) à frente dos destinos do estado.”   Trecho lavrado por Ronaldo Brasiliense, em “ O Paraense ”.

Peixes pedicuros

O Garra rufa é uma espécie natural dos rios da Turquia, onde são protegidos por lei.   Eles se alimentam de pele morta. Na Turquia são usados no tratamento da psoríase: os pacientes são mergulhados em tanques com garra rufas e estes comem a pele morta causada pela doença.   Um salão de beleza do estado da Virgínia, EUA, está importando os garra rufas e usando-os para comerem as cutículas - que nada mais são que pele morta - das clientes.   A limpeza é total e não há risco dos tradicionais ferimentos com os alicates, que podem causar inflamações.   Daqui a pouco a moda chega ao Brasil.

A mala perfeita

Esta mala ao invés de rodas, tem esteiras. A idéia sensacional foi do designer Woo Moonhyung.   Devido ao uso de esteiras nas laterais a mala pode ser conduzida com facilidade em qualquer superfície, inclusive na subida de escadas.   Ela ganhou o prêmio Red Dot .

Mulheres poderosas

A revista Época selecionou algumas mulheres que se destacam em várias atividades, desde a política, passando pelos negócios e pousando nas artes.   Clique na imagem e acompanhe o infográfico.

Pesquisa Datafolha

Pesquisa Datafolha divulgada hoje mostra certa recuperação de José Serra na corrida presidencial: ele aparece com uma vantagem de nove pontos a frente de Dilma, a segunda colocada:   Serra: 36% Dilma: 27% Ciro: 11% Marina: 8%   A pesquisa, concluída ontem, 26, mostra que ainda há larga margem para preamar: 7% dos entrevistados tem a intenção de votar branco, nulo ou estão indecisos e 11% não souberam responder, ou seja, há 18% do eleitorado sem candidato.   No cenário de segundo turno Serra aparece como o favorito para se mudar ao Alvorada:   Serra: 48% Dilma: 39%   A margem de erro da pesquisa, registrada sob o número 6617/2010 no TSE, é de dois pontos porcentuais para mais ou para menos.

Ciro Gomes

No “Repórter 70” de “O Liberal” de hoje.   Eu nunca conversei com o Ciro Gomes e, por mera coincidência, ele acaba de constatar exatamente o que eu venho dizendo aqui no Pará há dois anos.

PAS: um plano de saúde

Um comentarista que se identificou como Luiz contou as suas agruras para ser atendido usando o PAS , que é um plano de saúde do servidor do estado do Pará.   Abaixo faço um resumo e uma adaptação do comentário, sem modificar-lhe a substancia:   “Venho aqui publicar a minha indignação com o PAS. Ontem, por volta das 20h, o meu filho de 4 anos quebrou o braço: nessa hora começou o meu calvário. Fui à “Saúde do Bebê” na Mundurucus, onde tiraram uma chapa e constataram uma fratura. Como não disponibilizam de traumatologista, encaminharam para a “Saúde da mulher”. Fiquei lá até as 23 horas, quando disseram que não poderiam engessar o braço da criança, pois não fazem esse tipo de atendimento. Cansado e com a criança com o braço imobilizado voltei para casa. Pela manhã liguei para todos os hospitais listados no guia médico do PAS e nenhum se dispôs a engessar o braço do Bruno Luiz. Por volta das 9h eu liguei para um primo que é medico e ele mandou eu procurar

Gerson Peres

Gerson Peres   O deputado federal Gerson Peres postou comentário na postagem “Conversa com o deputado”, onde repliquei artigo de sua autoria publicado em “O Liberal”.   Transcrevo abaixo a parte inicial do comentário do ilustre deputado Gerson Peres e faço a remissão, ao final, para a íntegra do texto:   “Caro Parsifal, Li no teu blog o “conversando com o Deputado”. Não escrevi “Conversando com os Deputados” para provocar debates e sim para obter um resultado que beneficie o Estado e o povo. Respeito teus argumentos embora discorde em grande parte deles para justificar a não concessão do empréstimo ao Governo do Estado. Fiquemos por aqui. Permita-me, data vênia, fazer-te ligeiras considerações sobre o “anônimo” que extrapolou do correto para vomitar a bílis de seu ódio, inveja e covardia contra mim pensando que com esse estilo me destruirá. O vencedor não se amedronta. Com humildade e com coragem enfrenta o covarde.”.   Leia a integralidad

Armadilhas da má gestão

Eduardo Cavalcante, de Conceição do Araguaia, mandou-me um e-mail com o texto abaixo, de autoria do antropólogo e Consultor Luiz Marins, pedindo que eu o enviasse à governadora Ana Júlia.   Eis o texto: Pesquisas mostram que mais da metade das decisões nas organizações têm sido desastrosas. Analise como é o processo de tomada de decisões em sua organização e veja se você não tem caído nessas armadilhas:   01. Paralisia pela análise: ocorre quando, em vez de decidir, ficamos buscando dados e mais dados, análises sobre análises, postergando a decisão indefinidamente.   02. Não buscar dados nem fazer análises, tomando a decisão com base exclusiva no sentimento que se tem da situação.   03. Nos fixarmos apenas nas primeiras informações que recebemos e confiarmos demasiadamente nelas, sem buscar novas evidências.   04. Perpetuar erros do passado em função dos valores já investidos. Como já investimos muito em um projeto, não temos coragem de acabar

Vaquinha

Como dizia aquela música do Simonal, o presidente Lula é mesmo um cara “abençoado por Deus e bonito por natureza”.   Pois não é que o Sindicato dos Trabalhadores em Processamento de Dados de São Paulo, onde o Lula fez aquele comício com a Dilma, que resultou na multa de R$ 10 mil aplicada pelo TSE, resolveu pagar a quantia?   É verdade: os filiados do sindicato estão fazendo uma "vaquinha" para arrecadar o valor e repassar para o presidente Lula quitar a multa.   É mole ou quer mais?

Pacto com Deus

Albert Gubay   Leio na BBC que o milionário britânico Albert Gubay, 82 anos, doou quase toda a sua fortuna de 480 milhões de libras (cerca de R$ 1,3 bilhão), para cumprir um pacto feito quando era jovem e pobre.   Gubay é dono de uma das maiores cadeias de supermercados da Inglaterra, a Kwik Saver, e quando era um jovem pobre fez um pacto: o dia em que ficasse bilionário doaria a metade da sua fortuna a Deus.   Saibam, portanto, que não é só pacto com o diabo que pode render fortunas: Deus também o faz e com a vantagem de você não ter que queimar no fogo do inferno depois.   A fortuna doada é a liquidez pessoal de Dubay: a rede de supermercados continua em seu poder e dos demais acionistas da empresa.   Em 2009 Dubay foi listado na Forbes como a 647ª pessoa mais rica do mundo.   Agora, com a doação, feita para uma organização britânica que trabalha com serviços sociais em países pobres, ele sai da lista.

Obama apela a Cuba

Raul Castro, Barak Obama e Fidel Castro   Barak Obama, que vinha desde o início do seu mandato emitindo amigáveis sinais à Cuba, diante das recentes manifestações pela libertação dos presos políticos na ilha, resolveu fazer coro com os oposicionistas do regime, ao pedir, ontem, o fim da repressão, a libertação de todos os presos políticos e o respeito aos direitos humanos na ilha.   A manifestação presidencial foi feita através de um comunicado divulgado pela Casa Branca.   "Esses acontecimentos destacam que em lugar de abraçar a oportunidade de entrar em uma nova era, as autoridades cubanas continuam respondendo às aspirações do povo cubano com o punho cerrado", diz um dos trechos da nota.   "Uno minha voz a dos indivíduos valentes de toda Cuba e a um crescente coro no mundo que pede o fim da repressão e a imediata e incondicional libertação de todos os prisioneiros políticos e pelo respeito dos direitos básicos do povo cubano", finaliza.

Lula multado de novo

Por 4 votos contra três o Tribunal Superior Eleitoral decidiu multar, mais uma vez, o presidente Lula, em R$ 10 mil, por propaganda eleitoral antecipada.   A propaganda ocorreu em janeiro, na inauguração do Sindicato dos Trabalhadores em Processamento de Dados de São Paulo.   Na semana passada o presidente Lula já havia sido multado, em R$ 5 mil por propaganda eleitoral antecipada na inauguração de obras do PAC no Rio de Janeiro.   Embora o TSE esteja agindo corretamente e aplicando as multas conforme o exigido em lei, os valores são risíveis, fazendo, eventualmente, valer à pena fazer campanha antecipada.

A espada de Dâmocles

Desinteligências entre a secretária de educação do Pará, Socorro Coelho, e a própria governadora Ana Júlia, culminaram na decisão desta de substituir aquela.   O problema é que a governadora quer substituir a secretária, que é indicação do deputado Paulo Rocha e seu grupo, por uma pessoa da sua própria prelazia: fala-se em Edilson Souza o atual secretário de Governo, ou José Júlio, atual titular da SEPOF.   O problema ainda maior é que o grupo de Paulo Rocha não aceita perder o espaço e ensaia sublevar-se.   Enquanto o seu lobo não vem, a secretária continua secretariando e Ana Júlia matutando o que fazer.   A palavra de ordem no grupo que comando o PT no diretório regional, sempre que seus interesses são contrariados, vocês já sabem qual é: prévias.   Eles são vermelhos e prá lá se desentendam.

Jogando truco

E por falar em prévias, hoje, em Tatuí-SP, em uma roda com um grupo de prefeitos, conversávamos sobre alianças para as eleições de outubro.   Aproximou-se o prefeito de Parauapebas, Darci Lermen, do PT e um dos cardeais da DS no Pará.   O prefeito de Moju, Iran Lima, do PMDB, aproveitou:   - Darci, conversa logo aqui com o Parsifal e acertem a aliança PMDB-PT.   O prefeito Darci cumprimentou-me e colocou-se à disposição para conversar.   Eu, como dizia a minha avó ciló, não perdi o rebolado e truquei:   - Darci, tem um jeito de nós resolvermos está parada “rapidinho”.   - Então diga lá qual é?   - Vocês trocam a candidata e nós começamos a conversar.   O Darci deu um salto pra esquerda e saiu do jogo.