PF prende reitor e diretores do IFPA

shot017

Em uma operação ainda inominada a Polícia Federal prendeu, no raiar na manhã de hoje (28), o reitor do Instituto Federal do Pará (IFPA), Edson Ary Fontes, o diretor de projetos, Bruno Lima, o diretor financeiro administrativo, Alex Oliveira e o diretor geral do Centro Federal de Educação Tecnológica do Pará (Cefet), Armando Costa Junior.

> Fraudes em licitações e desvio de recursos

As prisões e os mandados de busca e apreensão cumpridos foram requeridos pelo Ministério Público Federal em processo fundamentado em auditorias da Controladoria Geral da União (CGU), que, por suposto, detectou nas instituições citadas, fraudes em licitações, apropriação e desvio do erário.

As buscas foram realizadas na reitoria do IFPA, no Campus de Belém, no Funcefet e em escritórios de contabilidade no centro de Belém.

A operação envolveu 60 Policiais Federais da Superintendência do Pará, doze servidores da CGU/PA e membros do MPF.

Comentários

  1. Parsifal, não pega nada com esta gente, tem gente que foi acusada de desviar recurso deste mesmo Órgão e está livre inclusive é Presidente do Remo.

    ResponderExcluir
  2. Toda Operação da Polícia tinha que ser inominada. Operação com denominação, quase sempre jocosa, fere o princípio da legalidade (os agentes públicos só podem fazer o que a lei expressamente autoriza, e lei nenhuma autoriza botar nomes em diligências policiais), e, além disso, viola as garantias constitucionais do preso (que veda que o mesmo seja humilhado e maltratado depois de preso pelos agentes do Estado).

    ResponderExcluir
  3. Será que as invertigações chegara a pessoal da professora Edilza Fontes( ex-PT , atualmente no PC do B)Irmã de Ary Fontes?

    ResponderExcluir
  4. Parsifal, até cirurgia plastica para ex mulher de servidor foi paga com este dinheiro roubado. A Professora Edilza, dona de um Blog e irmã do Reitor preso tambem tá enrrolada. No Blog da Franssinete dá como opção de se ler todo este processo e eles roubavam na maior cara dura, nem ao menos se davam o trabalho de arranjarem notas para estas jogadas. Triste é saber que nÃO pega nada com esta gente e brevemente eles estarão soltos aproveitando o que roubaram e quem sabe todos aposentados com gordos salários.

    ResponderExcluir
  5. Parsifal, o que aconteceu na IFPA acontece o msmo na UFPA, com a Fadesp. É só a Polícia Federal e o MPF descermpelas bandas do Rio Guamá que vaoi encontrar muita sujeira. Inclusive vao pegar os fichas sujas que andam por lá.

    ResponderExcluir
  6. Esse sujeito reitor da IFPa (CEFET) suga recursos públicos desde 2005 junto com sua família, parentes, parceiros.
    Essas famílias de dirigentes “militantes de esquerda” que dominam partidos como o PT, PCdoB, PSB..., que governaram Belém, o Estado e instituições federais, antes apresentavam postura e discurso de honestidade, depois de assumiram o poder se transformaram numa fraude, decepcionando aqueles que acreditaram que um dia a ética na política seria possível. Muitos se transformaram em ditadores e corruptos e mesmo assim impunemente continuam orbitando nos gabinetes. Taí a ex governadora Ana Júlia que atestou sua incompetência como gestora e como prêmio hoje é uma executiva da PREVI, ganhando cerca de 30 mil ao mês, com direito a gabinete, assessores, carro... e mais a participação nos lucros que deve ser uma bolada.

    ResponderExcluir
  7. CADÊ O CONTROLE SOCIAL ?BASTOU GANHAR AUTONOMIA PARA O OLHO GRANDE PELO DINHEIRO PÚBLICO AUMENTAR EM? ESSE POVO É SEM VERGONHA

    ResponderExcluir
  8. E a UFPA quando o MPF e a Policia Federal vai baixar por lá?

    ResponderExcluir
  9. infelizmente que paga o "pato" é o cidadão como aluno e professores que fazem o dia-a-dia do IFPA.
    Lembrem que o IFPA, na época CEFET, já sofreu intervenção federal pelo atos ilicito do ex-diretor Sérgio Cabeça. Agora mais uma vez sofreremos retaliações e intervenção federal, com consequencias imprevisíveis para os trabalham honestamente na instituição.
    É lamentável!

    ResponderExcluir
  10. Boa tarde, Deputado:

    o comentário do anônimo das 23:23 merece uma consideração, na medida em que ontem foram os dirigentes do IFPA, anteontem foi não-sei-quem e amanhã ainda não se sabe quem será, mas será.

    A corrupção é danosa/criminosa seja pelo enriquecimento pessoal ilícito, seja por alimentar a descrença nas instituições públicas mas, principalmente, porque semeia danos irreparáveis. Quantos bolsistas deixaram de ser atendidos? Quantos não puderam ter acesso à qualificação?

    Imitando você no envio da música para o atketa sexual Dominique Strauss, canto baixinho aqui uma canção com parceria de Vinícius, mais Toquinho e Chico Buarque:

    " Tem certos dias em que eu penso em minha gente, e sinto assim todo meu peito se apertar..."

    Abração.

    ResponderExcluir
  11. Vocês estão querendo muito do deputado, esses recursos são liberados do governo federal, mais precisamente do ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação, Marco Antonio Raupp, a fonte não pode ser abalada! Querem mais o que nas portas das eleições!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Comentários em CAIXA ALTA são convertidos para minúsculas. Há um filtro que glosa termos indevidos, substituindo-os por asteriscos.

Popular Posts

Ninho de galáxias

A gangorra das pesquisas em Marabá

Escute esta canção, que é pra tocar no rádio…