Pular para o conteúdo principal

Serviço público terceirizado ilegalmente teria rendido fortuna à dono do IBOPE

Shot001O programa “Domingo Espetacular”, da Rede Record, colocou o capo do IBOPE, Carlos Montenegro, na alça de mira e disparou que ele “ganhou bilhões de reais com negócios suspeitos com a exploração particular de um serviço público” e “remetido os lucros a paraísos fiscais”.

O “serviço público” teria sido a criação da empresa GVR para em seguida receber, sem licitação, dos departamentos de trânsito de vários estados, a cobrança da baixa do gravame para carros financiados (baixa da alienação fiduciária).

A reportagem declara que 70% dos veículos vendidos no Brasil são financiados e 23 estados terceirizam, sem licitação, a cobrança da baixa do gravame à GRV.

Segundo a reportagem, o negócio rendeu à GRV cerca de R$ 180 milhões por ano, até que Montenegro vendeu 95% dela à Cetip, em 2005, por R$ 2 bilhões.

> Passeio monetário pelos paraísos fiscais

O “Domingo Espetacular” reporta, com base em documentos, que com os rendimentos Montenegro mantém “empresas em paraísos fiscais, como as Ilhas Virgens Britânicas”, e que a sua irmã, Solange Montenegro, é procuradora tanto das empresas offshore quanto das empresas nacionais, administrando os valores que saem do Brasil e nele entram na típica manobra de internalizar, de forma legal, recursos que se evadem, ilegalmente, do país.

Abaixo um infográfico, elaborado pelo “180graus”, apontando os 23 estados que terceirizam a cobrança da taxa à GRV e/ou a empresa que a comprou, a Cetip:

Shot002

Comentários

  1. E o detran do pará,esta iniciando o serviço de terceirização dos atendimentos,como era feito na época da fadespe,é uma forma deles reprimirem o direito de greve dos servidores,e de quebra ,alguém ganhar um dinheirão extra com essa terceirização.

    ResponderExcluir
  2. Esses Departamentos de trânsitos, são entregues a políticos justamente para isso. Corrupção para abastecer campanhas eleitorais. Quanto a franquia de secos & molhados em que se transformou o IBOPE, aí esta o caminho ao MP investigar.

    ResponderExcluir
  3. Quem tinha que ser preso eh o Edir Macedo, que utiliza-se do nome de Jesus para ROUBAR milhoes de reais do povao ignorante.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Comentários em CAIXA ALTA são convertidos para minúsculas. Há um filtro que glosa termos indevidos, substituindo-os por asteriscos.