Pular para o conteúdo principal

Um diamante cor de rosa

Shot003

A Rio Tinto, gigante anglo-australiana da mineração, revelou nesta quarta-feira, 22, a descoberta do segundo maior diamante cor de rosa do mundo: uma pedra de 13 quilates, a mais preciosa já encontrada na Austrália.

O “Argyle Pink Jubilee”, como foi batizada a pedra, em homenagem ao jubileu de diamante da rainha Elizabeth 2ª, chefe de Estado da Austrália, está avaliado em US$ 20 milhões e só é menor que o “Williamson Pink” (24 quilates), descoberto em 1947 na Tanzânia.

O “Williamson Pink” pertence à rainha Elizabeth 2ª, que o ganhou de presente de casamento com o duque de Edimburgo em 1947.

Comentários

  1. Parabéns meu amigo Parsifal seu blog é rico no conteúdo e nas informações. muito obrigado por adicionar o FARO FINO ao seu blog. Que Deus te abençoe. Um abraço Ivânio Alencar

    ResponderExcluir
  2. Parsifal

    Não posso garantir as cores mas garanto os diamantes quando demolirem e deslocarem as pedras do chamado pelos do ramo de “Pedral do Lorenção”

    Eu sempre tenho batido nessa tecla, espero que alguém se lembre!

    MCB

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. As beiradas do Tocantins foram garimpos de diamante em um passado recente (50 anos). Meu pai comprava pequenos brilhantes, que chamávamos "xibius".
      Deve haver, ainda, de fato, diamantes nos pedrais.

      Excluir

Postar um comentário

Comentários em CAIXA ALTA são convertidos para minúsculas. Há um filtro que glosa termos indevidos, substituindo-os por asteriscos.