Pular para o conteúdo principal

Quatro desastres com aeronaves no fatídico mês de fevereiro, deixam 7 vítimas

shot009

O acidente que vitimou o deputado Alessandro Novelino, o seu assessor José Augusto dos Santos e o piloto do Sêneca, Roberto Figueiredo, é o quarto deste ano no Pará. Todos ocorreram no fevereiro que se fina, ceifando sete vidas.

O primeiro ocorreu em 08.02, quando um King Air, provavelmente em pane seco, mergulhou na Baía do Guajará. As quatro pessoas a bordo sobreviveram.

Em 16.02, um bimotor Baron caiu após decolar de Cametá, matando as quatro pessoas a bordo. Por triste coincidência, os pilotos desta aeronave estavam sendo velados, hoje pela manhã, no aeroclube do Pará, quando se noticiou o desastre com o Sêneca de Novelino.

Em 22.02, um helicóptero do Grupamento Aéreo do Pará destroçou-se em um pouso forçado na margem da BR-316. Não houve vítimas fatais no acidente que inutilizou completamente a aeronave.

O Instituto Renato Chaves já liberou os corpos do sinistro de hoje. Os corpos do deputado Alessandro Novelino e do assessor legislativo José Augusto dos Santos serão velados na Alepa até a manhã deste domingo (26), às 10h, quando seguirão a sepultamento.

O piloto da aeronave, Roberto Figueiredo, será velado no Aeroclube do Pará.

Foto: ORM

Comentários

  1. Nossos sentimentos as famílias enlutadas, e Que Jesus as conforte num momento tão difícil! Que Deus seja com todos vocês.

    ResponderExcluir
  2. Como dizia o ditado popular "agosto mes de desgostos", será que se transformou em fevereiro? Que coisa?

    ResponderExcluir
  3. Viaje bem acompanhado.
    http://www.estadao.com.br/noticias/impresso,escolha-seu-vizinho-de-assento-no-aviao-,840649,0.htm

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Comentários em CAIXA ALTA são convertidos para minúsculas. Há um filtro que glosa termos indevidos, substituindo-os por asteriscos.