Pular para o conteúdo principal

Solidão

Shot 004

Em 1955, Amália Rodrigues, gravou a versão original da belíssima “Solidão”: a mais marcante canção da produção francesa “Os amantes do Tejo”, de Henri Verneuil.

A letra é de David Mourão Ferreira, que tem algo de Florbela Espanca, principalmente no verso final: “por mim, ninguém já se detém na estrada”.

A música é de Frederico Valério e Ferrer Trindade. O vídeo é uma apresentação de Amália, em 1969.

Comentários

  1. A versão posterior "Canção do Mar" é mais bonita.
    Quando o filme foi exibido aqui, anos 50,eras criança ou então nem nascido. Viste em outras plagas?

    ResponderExcluir
  2. A música é a mesma com letra outra. O arranjo com Dulce Pontes é uma maravilha. Foi bom você lembrar: vou postar no próximo domingo.
    Eu vi "Os amantes do Tejo", em São Paulo, em um festival do Belas Artes, acho que há uns 15 anos.
    Embora sem maiores compromissos, eu gostei do filme, que mostra uma Lisboa "de outras eras".

    ResponderExcluir
  3. A letra não é da Amália, mas sim do David Mourão-Ferreira

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Já verifiquei e reescrevi a postagem. Obrigado pela correção.

      Excluir

Postar um comentário

Comentários em CAIXA ALTA são convertidos para minúsculas. Há um filtro que glosa termos indevidos, substituindo-os por asteriscos.