Pular para o conteúdo principal

Faltando um pedaço

Shot007

O corte acima é da coluna “Repórter Diário” de “O Diário do Pará”, edição de hoje.

A imprensa tem noticiado que secretários de estado e dirigentes de órgãos estaduais estão, constantemente, instando servidores a pegarem nas bandeiras, portanto, a missão da PGE, PF e MPM, é também enjaular quem manda e não somente quem cumpre.

Comentários

  1. Viu Mary Joice! A senhora não pode, como Auditora Geral, ficar mandando seus subordinados vestirem vermelho e cumprirem hora extra abanando bandeira. É crime, tá?? Além de ser uma tremenda falta de ética para uma servidora de carreira da CGU.

    ResponderExcluir
  2. Legal essa medida quero ver todos aqueles DAS na cadeia, sem exceção;;;;todos no xilindrô afinal é o nosso dinheiro que paga os salários deles.

    CADEIA NELES !!!!

    ResponderExcluir
  3. Feriadão contra o voto cidadão!
    O PT mostra todo o seu desprezo aos princípios democráticos atraves de um decreto da Governadora Ana Júlia Carepa, do Pará, ao tentar esvaziar as eleições do dia 31, onde pesquisa do Ibope aponta que ela deverá perder feio. A seguir, o famigerado decreto publicado hoje:

    Diário Oficial do Estado do Pará
    No. 31.780, de 26/10/2010.
    Decreto nº 2.579,de 25/10/2010
    Estabelece ponto facultativo nas repartições públicas integrantes da Administração Direta, Autárquica e Fundacional.
    A Gogernadora do Estado do Pará, no uso das atribuições que lhe são conferidas pelo art. 135, inciso V, da Constituição Estadual, e
    Considerando o disposto no art. 238, da Lei Estadual nº 5.810/ 1994, que consagra o dia 28 de outubro ao servidor público estadual;
    Considerando a importância de homenagear os servidores que se dedicam em desempenhar suas funções em prol da melhoria dos serviços públicos prestados à comunidade;
    Considerando ainda o interesse do serviço e o princípio constitucional da economicidade;
    Resolve:
    Art. 1º Transferir para o dia 29 de outubro de 2010, as comemorações alusivas ao Dia do Servidor Público do Estado do Pará.
    Art. 2º Fica facultado o expediente nos órgãos estaduais da administração direta e indireta no próximo dia 1º de novembro de 2010, efetuando a compensação uma hora por dia no dias 3, 4, 5, 8, 9 e 10 de novembro do mesmo ano.
    Parágrafo único. Os órgãos estaduais das áreas de arrecadação, saúde pública e defesa social estabelecerão, nos dias 29 de outubro e 1º de novembro de 2010, escalas de serviços de servidores, a fim de que o atendimento à população não sofra solução de continuidade.
    Art. 3º Este Decreto entra em vigor na data de sua publicação.
    Ana Júlia de Vasconcelos Carepa
    Governadora do Estado

    ResponderExcluir
  4. Eu, Marcelo funcionario publico municipal de TUCURUI, parabenlizo a iniciativa da justiça. De fato isso ocorre com uma grande naturalidade e, na verdade isso acontece em troca de BENESES e não em função de um projeto serio de GOVERNO. Isso revolta, pois,mais uma vez se percebe que ningem SE procupado com ningem, muito menos com o futoro do SEU País e nem com SEU ESTADO. Todos na verdade estão sim muito preocupados com as vantagens que obterão com a eleição de tal POLITICO que te prometel a QUELE emprego no HRT,URE,DTRAN e etc.: UM ABRAÇO.

    ResponderExcluir
  5. Dep. Parsifal
    Hoje avião do Governo do Estado , pousou em Conceição do Araguaia, com pessoas com broxinhos do PT e militantes conhecidos na cidade, será se não era para organizar campanha final derrotada?Qual a justificativa do uso dda aeronave, paseio ou campnanha? o MP é que deveria investigar.

    ResponderExcluir
  6. Ufa, até que enfim, e veio em boa hora, pois eu e alguns colegas (DAS, por indicação técnica), já não suportam mais terem que fazer caminhadas, visitas nas residencias de beneficiários do bolsa trabalho, bolsa familia, etc, - e isso em pleno horário de trabalho - E, deputado, irei mantê-lo inoformado para que a policia dê o flagrante (levarei, inclusive o meu crachá, para restar configurado o local de lotação) - E, mais, a convocação para o "serviço" ocorre nas dependencias das Secretarias, usando-se toda a estrutura da maquina administrativa.

    ResponderExcluir
  7. VERMELHO NUNCA MAIS26/10/2010 15:59

    CARO DEPUTADO PARSIFAL,QUERO PARABENISAR PELA BRILHANTE INICIATIVA QUANTO AOS ABUSOS QUE ESTE GOVERNO VEM PRATICANDO,GOSTARIA DE INFORMAR QUE EM ALTAMIRA A COISA TA FEIA NÃO TEM MAIS AULAS NAS ESCOLAS DE ENSINO MÉDIO DEVIDO AS REUNIOES QUE ESTAM SENDO FEITAS INCLUSIVEL NO SÁBADO COM O SECRETARIO DE EDUCAÇÃO NUM AMBIENTE CHAMADO "CASA DA SERESTA" E MAIS NESTE MOMENTO NOVA REUNIÃO COM OS FUNCIONARIOS.200 DIAS LETIVOS JAMAIS NESTE GOVERNO.SOCORRO,E MAIS SOCORRO.

    ResponderExcluir
  8. Como a notícia se refere a "qualquer servidor público", sem hierarquia, os digníssimos secretários e dirigentes estaduais também sobem a bordo do barco das ilegalidades.

    ResponderExcluir
  9. CHAMADA PARA O ELEITOR DE SIMÃO JATENE:
    Não arredem o pé daqui antes de votar, temos que mostrar a essa DESGOVERNADORA que seu GOLPE BAIXO NÃO VAI FUNCIONAR! Se ela pensa que vai se dar bem colocando um feriadão, VAI SE FERRAR!!! ADEUS ANA JÚLIA, ADEUS PMM doB, ADEUS PETRALHAS!!!!

    ResponderExcluir
  10. Não adianta, o povo já escolheu JATENE para resgatar o desenvolvimento do nosso Estado.

    ResponderExcluir
  11. TEssa postura só faz confirmar a derrota iminente da governadora no próximo dia 31.E viva a opinião soberana do povo paraense!

    ResponderExcluir
  12. Há alguns dias a própria governadora não dá expediente, como é amplamente divulgado pela sua agenda de campanha, esse é o maior crime! No mínimo, deveria licenciar-se, sem vencimentos, afinal para quem está comprando uma ilha em Salinas, um mês de salário não faria falta...

    ResponderExcluir
  13. Amanhã manda a justiça ir no HANGAR ás 16:00 hs, pois os todos os concursados foram convocados para estarem lá. Certamente será mais um flagrante a vista.

    ResponderExcluir
  14. O pessoal está andando de boton dentro das secretarias, num verdadeiro abuso de poder e de certeza de impunidade.

    ResponderExcluir
  15. Deputado,
    A polícia não terá dificuldade pra prender os infratores, já que até ponto nós temos que assinar pra participar de carreata da desgovernadora. E quem ameaça não participar, também é ameaçado de demissão logo depois das eleições. Credo! Nunca dantes neste estado tinha visto tanta cara-de-pau. E olha que já vi muita coisa!

    ResponderExcluir
  16. Deputado, os DAS do ITERPA foram convocados para uma reunião logo mais, às 20:00h, no comitê do PT.

    ResponderExcluir
  17. deputado, a respaldo juridico para prisão em flagrante??

    ResponderExcluir
  18. Sim, a partir desta terça, 26, até 48 horas depois do encerramento da votação (ou seja, até o dia 2 de novembro), nenhum eleitor pode ser preso ou detido, a não ser em flagrante delito ou em decorrência de condenação judicial por crime inafiançável.

    ResponderExcluir
  19. Quero lembrar ao anônimo das 15:36:00 que não existe DAS por indicação técnica, você é governo, de confiança entende, se não acreditava no projeto político do Pt porque assumiu o cargo, agora é a hora da verdade, fizeram um governo de merda e agora querem sair limpinhos?

    ResponderExcluir
  20. Na verdade, o cargo de DAS (direcionamento e assessoramento superior), criado em meados de 1976 pelo entâo Governador Aluysio Chaves, tinha sim configuração totalmente técnica cujos requisitos eram: nível superior completo e capacidade técnica compatível com a função que iria ocupar.

    Com o passar dos anos, nossos governantes foram se adonando desses cargos para abrigar seus apadrinhados políticos e, com isso descaracterizaram sua função que era de se ter um elemento de confiança ao mesmo tempo que auxiliasse seu superior tecnicamente.

    Infelizmente hoje o que se vê, em sua maioria, são pessoas sem nenhuma qualificação ocupando, com a maior cara dura e prepotência, esses cargos e, nossos governantes agindo com total irresponsabilidade em relação ao erário e a máquina administrativa.

    Cabe a nós, técnicos efetivos do governo, exigir uma mudança radical neste novo conceito de ocupação desses cargos.

    Tenho total consciência da dificuldade que se tem pela frente, porém temos que ter em mente que governos passam e nós continuamos até nossas aposentadorias e que independentemente do governante/partido que se instale nos palácios governamentais temos reponsabilidade com nosso estado, município e país razão pela qual devemos trabalhar sempre com dignidade e se fazendo respeitar.

    Diante de tudo isso, acredito que haja sim pessoas (muito poucas) ocupando cargos de DAS, talvez não por opção de seu superior, mas por absoluta falta de pessoas qualificadas para executar serviços.

    Devo acrescentar que não ocupo cargo comissionado, tanpouco tenho simpatia por qualquer partido. Voto em pessoas e no que estas podem vir a somar para o Pará e para o Brasil. Hj, é 45 x 45

    ResponderExcluir
  21. Muito obrigado a defesa realizada pelo anomino das 22:50. E ratifico que minha nomeação decorreu da minha capacidade técnica. E informo ao Blog que hoje talvez como reflexo das ultimas noticas veiculadas pelo imprensa, não fui convocada a participar de qualquer evento denominado "agenda politica" e torço para que amanhã também não seja!

    ResponderExcluir
  22. Mais um exemplo de abuso do poder econômico, extraído no site PORTAL DO SERVIDOR. “Servidores do Estado que ganhavam acima de 120 reais de auxilio-alimentação vão ter um aumento de 4,85% a partir do pagamento do mês de outubro, que inicia na próxima segunda-feira, dia 25. O reajuste foi resultado de um acordo feito com Intersindical em junho deste ano e foi baseado no INPC (Índice Nacional de Preços ao Consumidor) acumulado nos últimos doze meses.
    Para os servidores que ganhavam Auxilio-Alimentação abaixo de 120,00, o reajuste já havia sido concedido no primeiro semestre deste ano. Na época os servidores ganhavam cerca de 86 reais de benefício. Esse valor subiu para cerca de 100,00.
    Quanto a Gratificação por Tempo Integral (GTI) que foi restabelecida pelo Governo do Estado no pagamento deste mês, por problemas operacionais, servidores de alguns órgãos não foram contemplados, mas segundo a Secretaria de Estado de Administração, eles vão receber o pagamento retroativo a partir da folha de pagamento do mês de novembro.
    No pagamento desse mês, mas de 1000 servidores já vão receber novamente a GTI que foi retirada por decreto governamental na época da crise mundial, em abril de 2009”
    Nota explicativa aos problemas operacionais acima referido: A concessão da GTI, não observou qualquer critério previsto para a pratica dos atos administrativos. Os RH”s dos órgão receberam autorização verbal para que fosse incluído na folha de out, metade, ou seja, 50% do total que foram excluído em razão do decreto de contigenciamento. E assim foi feito a “escolha” dos servidores que a partir de outubro passariam a receber a GTI – A publicação e a motivação, ou seja, a justificativa da prática do ato administrativo não ocorreu. Os servidores ficaram sabendo na hora de abrir o contra cheque (basta olhar o IOEPA para verificar da publicidade da concessão do pagamento da referida gratificação). O desespero ta fazendo esse desgoverno a praticar atos IRRESPONSÁVEIS. É mais um tiro no pé desses incompetentes e irresponsáveis, pois já tem servidor querendo saber qual o critério adotado para “agraciar” alguns servidores. Muitas das concessões nem passaram pela avaliação da chefia imediata, pois não iria dar tempo de fechar a folha. E essa atitude reforça o olhar negativo de que servidor público não quer trabalhar, afinal a gestora máxima AUTORIZA despesa sem a devida contra prestação. Esse é o modelo de gestão pública atualmente praticado no Pará. É lestimável.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Comentários em CAIXA ALTA são convertidos para minúsculas. Há um filtro que glosa termos indevidos, substituindo-os por asteriscos.