Pular para o conteúdo principal

O governo estrábico

estrabismo

O governo do Estado continua pintando o sete e o oito nas dispensas de licitações: nunca houve na história do Pará um governo que dispensasse tantas licitações quanto este.

Desta feita o foxtrot se dança na Secretaria de Estado de Assistência e Desenvolvimento Social, que não se quis dar ao trabalho de providenciar processo licitatório mais trabalhoso e optou pela via simples, mas enviesada, da dispensa, apontando quem quiser para fazer como bem entender, uma obra de engenharia no valor de R$ 208.233,96.

A premiada com o dedo indicador da secretaria foi a Antocar Comércio e Serviços LTDA: é aí que a coisa fica cômica caso trágica não fosse.

Há menos de um mês a Policia Militar contratou com uma construtora, a Delta Construções LTDA, a locação de 450 veículos para a tropa.

Agora, pelo que se infere do nome, “Antocar”, o governo contrata serviços de engenharia com uma empresa de veículos.

É isto que se pode chamar de estrabismo contratual.

Abaixo a transcrição do Diário Oficial com a publicação da minuta do contrato:

DIÁRIO OFICIAL Nº. 31720 de 30/07/2010

SECRETARIA DE ESTADO DE ASSISTÊNCIA E DESENVOLVIMENTO SOCIAL

Contrato

Número de Publicação: 137869

Contrato: 15/2010

Objeto: O presente Contrato tem como objeto a CONTRATAÇÃO DE EMPRESA ESPECIALIZADA PARA CONCLUSÃO DAS OBRAS E SERVIÇOS DE ENGENHARIA RELATIVOS À REFORMA DO ESPAÇO DE ACOLHIMENTO PROVISÓRIO INFANTIL-EAPI, NO MUNICIPIO DE BELÉM, de acordo com o organograma físico-financeiro e Memorial descritivo da obra, e demais elementos do processo que passam a fazer parte integrante deste ato, independente de transcrição e/ou translado.

Valor Total: 208.233,96

Data Assinatura: 29/07/2010

Vigência: 29/07/2010 a 26/10/2010

Dispensa: 2/2010

Orçamento: Programa de Trabalho Natureza da Despesa Fonte do Recurso    Origem do Recurso 8244121761470000    449039              0130000000          Estadual

Contratado: ANTOCAR COMÉRCIO E SERVIÇOS LTDA

Endereço: Av Zacarias de Assunção, 11

CEP. 67030-180 - Ananindeua/PA Complemento: conjunto Geraldo Palmeira

Ordenador: Eutália Barbosa Rodrigues

Comentários

  1. deputado e lá na sedes já se fala, em outras dispensas - A de vigilancia patrimonial, na qual so falta escolher quem será o sorteado, pois ontem (sexta feira), a empresa SENA, com o contrato expirado, que por falta de pagamento, não quis mais continuar com a contratação,retirou seus empregados, e os servidores tiverem que entrar e sair pela entrada de veiculos - Outra dispensa se dá pela urgencia em apresentar os dados de quantos menores existem na rua (aquele problema da sentença do juiz federal que já condenou à SEDES a fazer seu dever de casa, que como aluno recalcicrante, deixa de fazer. Tal situação já é do conhecimento de todos os orgãos responsáveis pelo atendimento às crianças e adolescentes, mas apesar de reconhecerem que o problema é cronico, não sabem qual a solução, ainda que todos nós, pobre mortais não militantes da assistencia social, saibamos, que deve ser feito o acolhimento destes em um ambiente (estruta fisica) até a localização de seus familiares - Entretanto, na SEDES, ainda será necessário a realização de uma pesquisa para identificar quantos menores estão na rua (cujo relatório/quantitativo constam dos autos da ação judicial na justiça federal, o que será ignorado, é obvio) para então se identificar qual a solução - só espero que a empresa selecionada não seja alguma de tocantins ou quando forem para apresentam qual a solução avocarem que o problema deve ser resolvido pelo municipio, já habilitado na gestão plena - vamos aguardar e torcer para que prevaleça o bom senso com o dinheiro público -POIS, TODOS NÓS JÁ SABEMOS QUE EXISTEM MILHARES DE MENORES NAS RUAS (doca de sousa franco - av nazaré - mc'donald). E CABE AO ESTADO APRESENTAR A SOLUÇÃO DA RETIRADA DESTES E NÃO O SEU QUANTITATIVO EXATO - DADOS ESTES, QUE PODEM SER OBTIDOS NA FUNPAPA COM UM TELEFONEMA. Mas, a SEDES optará pelo caminho mais favorável à campanha - contratação emergencial - Será que posso perguntar - onde está o TCE deputado, orgão auxiliar do legislãtivo no controle das contas.

    ResponderExcluir
  2. Deputado, use do exercicio de suas atribuições, solicite ao TCE para averiguar essa contratação esdruxula - afinal, o TCE não é orgão auxiliar do legislativo? So aqui no pará se celebra contrato de obra sem licitação. e, um estado um pouco mais sério, bastaria a publicação da dispensa para que o TCE fosse averiguar o processo administrativo que gerou a dispensa.

    ResponderExcluir
  3. Deputado
    Também quem mandou a AL aprovar os quase R$ 367 milhões pra a pobrezinha coitadinha em ano eleitoral, que somados aos mais de três bilhões de reais aprovados nos tres anos anteriores por vossas excelências e que até agora ela não disse onde meteu essa dinheirama toda, os senhores esperavam mesmo o quê dessa dissimulada, mentirosa e incompetente governadora? O patrimônio declarado no Imposto de Renda dela de R$ 86 mil reais apenas,(menor que o meu que sou um assalariado e não roubo e vivo na merda), dá muito bem a dimensão do quanto estamos sendo lesados, enganados e como fomos iludidos por essa farrista sonsa! Eleitores, olho vivo que cavalo não desce escada - nem égua.

    ResponderExcluir
  4. Bom dia, deputado
    Obrigada pelo serviço de utilidade pública.
    Meu voto essa senhora não terá, jamais.
    Ana Júlia, enfim, vai ver com quantos paus se faz uma jangada.
    Bom fim de semana para o sr.

    ResponderExcluir
  5. Parsifal, tô ficando doido, ou o governo tá sem rumo mesmo. Quer dizer que quem loca veículos é uma empresa de engenharia e quem presta serviço de engenharia é uma empresa de locação de veículos?!?!?!?!? CadÊ o MP, esse desgoverno precisa ser internado, pois com tantas dispensas de licitação, burlando a lei 8666, ou melhor, passando por cima. DISPENSA DE LICITAÇÃO. ISSO É UMA VERGONHA. PT NUNCA MAIS, ANA JATOBÁ NUNCA MAIS, FERNANDO MORAES NUNCA MAIS, JOSÉ JULIO NUNCA MAIS, CARRASCOZA NUNCA MAIS, EVERALDO MARTINS NUNCA MAIS, PUTY NUNCA MAIS, MONTEIROS NUNCA MAIS...

    ResponderExcluir
  6. Dep.acho que o dinheiro está sobrando nesse governo,senão vejamos:

    DIÁRIO OFICIAL Nº. 31720 de 30/07/2010

    SECRETARIA DE ESTADO DE SEGURANÇA PÚBLICA
    DEPARTAMENTO DE TRÂNSITO DO ESTADO DO PARÁ





    Diária

    Número de Publicação: 138216

    Portaria: 2398/2010

    Objetivo: Realizar atividades junto à FIAT e PONTAN, de interesse deste Departamento.

    Fundamento Legal: Lei 5810/94

    Origem: BELÉM/PA - BRASIL

    Destino(s):
    Belo Horizonte/MG - Brasil



    Servidor(es):
    572304801/Marcus Vinicius Fernandes (Gerente) / 5.5 diárias (Completa) / de 05/07/2010 a 10/07/2010



    Ordenador: MARIA DENISE DA SILVEIRA

    Só que tem um detalhe,esse rapaz,Marcos Vinicius,DAS 3,Gerente de transporte do Detran,é DAS e entrou no Detran a pouco menos de um mês,indicado por Alberto Campos e sua fiel escudeira Denise Silveira e Diogo,eterno Coordenador da Fiscalização.
    E com essa mudança no comando do Detran,não vai nem esquentar a cadeira na gerência de transporte,pois já vai sair.
    Duas pergunta fica no ar;Porque a publicação no IOEPA,não foi especificado a gerência desse rapaz, gerência de transporte?Será que Campos e Denise estavam tentando esconder alguma coisa?
    E por que esse curso,se houve de verdade em Belo Horizonte,não foi feito com o gerente de transporte anterior,que é funcionário concursado do Detran?E qual vai ser o interesse do Detran,se esse gerente de transporte atual,Sr.Marcos Vinicius,é DAS 3 e está preste a sair,quase um mês ápos entrar no Detran?Por causa da troca de comando e ele ser indicado de Alberto Campos e Denise.
    Parsifal,vc pode decifrar esse enigma para nós, funcionários concursados do Detran,que nunca saímos do Pará para nada?

    ResponderExcluir
  7. Realmente, é preciso que os nossos órgãos competentes atuem de forma mais rígida contra as irregularidades cometidas pelo governo.

    ResponderExcluir
  8. A Ana Júlia está sendo vaiada onde vai e agora tá se queixando disso lá no blog da Franssinete.
    Pois eu digo que o que ela está ouvindo ainda é pouco diante do que ela vai ouvir nas urnas.
    Me desculpe o desabafo mas acho uma verdadeira falta de respeito esse arrolamento de desculpas e falsas justificativas em público.
    Ela pensa que a gente é o quê?
    Somos ignorantes a esse ponto?
    Enquanto ela deixava de trabalhar nós a observávamos. O tempo todo, inclusive nos domingos e feriados. E até nos dias úteis que viravam feriados para este governo.
    O que ela está ouvindo nas ruas não está só nas ruas, minha cara jornalista. Está nas nossas casas, nas nossas escolas, nas nossas comunidades, nos nossos corações e nos nossos votos.
    Não a queremos mais.
    Será demais pedir isso?
    Ela que siga sua vida, e deixe os paraenses seguirem as suas.
    Na nossa vida não tem mais Ana Julia.
    O Pará não que mais Ana Júlia.
    Custa entender isso?
    Não tem nenhum meio de avaliar, registrar, anotar, destacar,medir o que o Pará inteiro está dizendo antecipadamente?
    Se for muito difícil, eu repito: não te queremos mais, Ana Júlia Carepa.

    Sou anônima sim. E se interessar, também sou mulher, mãe e trabalhadora. Divido sim, parcimoniosamente, os poucos recursos da minha família, para que não nos falte tanto para viver.
    Em resumo, sou essa mulher a que a senhora governadora se refere, e aviso: não aceito suas desculpas esfarrapadas.
    Arranje outras, mas só para aplacar sua prória consciência. Ou para contar uma estorinha bonitinha para seus netinhos.
    Para nós, já não precisa dizer nada.

    5:03 PM

    ResponderExcluir
  9. O povo acredite mais na Ana Júlia Jatobá. Nas caminhadas dela, com certeza lava aquela já conhecida e ruidosa VAIA. As pessoas reclamam da incompetência e inoperância desse desgoverno que se instalou no palácio dos despachos.
    O índice de rejeição da Ana Jatobá é de 80% na capital, os 20% restantes acham um péssimo governo. Podemos dizer que 100% não querem mais esse governo de mentiras, de enganação, de maracutaia, de prevaricação, de oportunismos, de lambanças... DE VERGONHASSSSSSSSSS!!!!
    Alguém pode explicar como o governo do estado (Ana Jatobá), passa por cima da lei 8666, e contrata sem licitação 450 carros de uma empresa de engenharia e também com a mesma dispensa de licitação contrata serviços de engenharia de uma locadora de veículos?????
    Ela sabe que está perdida (as eleições) e estão surrupiando os cofres públicos. Podemos dizer que é aquela estratégia de POLÍTICA DE TERRA ARRASADA. O Estado vai ficar no buraco quando essa desgovernadora sair do governo.
    ANA JULIA JATOBÁ NUNCA MAIS!!!

    ResponderExcluir
  10. Gostaria de saber porque tudo pode neste Governo? Quem deveria fiscalizar estas maracutaias, porque que não faz? A ALEPA cujo o Senhor faz parte não poderia denunciar estas bandalheiras!

    ResponderExcluir
  11. Eu estou denunciando. Denunciei a contratação de aluguel de veiculos com a Delta e o MP já está tomando as providencias, e agora denuncio isto que voce le aqui. Espero que o MP aja também neste caso.

    ResponderExcluir
  12. Minha única esperança no atual momento é olhar pra frente, esperar o dia 3 de outubro.Se ela não sair de primeira, sai no segundo turno. Mas estou certo pelo que vejo e sinto que ela não fica mesmo. É só sair perguntando pra ver que o nome Ana Júlia é hoje sinônimo de REJEIÇÃO. E paraense é invocado, quando resolve não querer mais não tem santo que dê jeito.
    Vamos ter um feliz domingo e paciência. Falta pouco pra gente das férias eternas para Ana Júlia Carepa.
    Esse é o meu alento.Volte dr. Jatene.

    ResponderExcluir
  13. deixem de tolice.....ANA JULIA vai se REELEGER e pronto!
    o indice de rejeição dela caiu de 60% para 30% na RMB. Agora com 450 viaturas nas ruas e o policiamento sendo realizado, vai diminuir cada vez mais.
    Não tem nada pro jateve, vulgo ANDAR DE GARÇA CAGADA.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Comentários em CAIXA ALTA são convertidos para minúsculas. Há um filtro que glosa termos indevidos, substituindo-os por asteriscos.