Pular para o conteúdo principal

No grito

grito

Como era de se esperar, o esturro do deputado federal Giovanni Queiroz, ameaçando colocar o PDT para fora da cerca da coligação petista surtiu o efeito urdido: Rosemary Teixeira foi nomeada, hoje, para a Diretoria Geral do DETRAN, em substituição a Alberto Ribeiro, que dirigia o órgão indicado pelo deputado estadual Martinho Carmona, do PMDB.

Rosemary Teixeira é esposa do conselheiro recém empossado no Tribunal de Contas do Estado do Pará, ex-deputado Luiz Cunha.

Mirem-se, os demais membros da coalizão, no exemplo do PDT, que acaba sendo uma conjuntural tradução daquela parte do samba canção, “Um favor” do Lupicínio Rodrigues: “ Quem puder gritar que grite, quem tiver apito, apite…”.

Comentários

  1. Não conheço a esposa, mas o marido é um ser humano de suprema eminência de desprendimento: humilde, bondoso e humaníssimo. Um perfil cuja formação se opõe, implacavelmente, ao pedantismo. Não se envaidece, não ostenta arrogância tampouco poder. Educado, simples, amável, atencioso, democrático e honesto com as pessoas e com as suas convicções. Certamente, há quem tenha igual "sangue bom" e idêntica satisfação em servir ao bem e à felicidade do outro, mas, indubitavelmente, não há quem o supere na alegria com o bem-estar das pessoas e com a justiça social. Torço para que a Diretora-Geral do DETRAN tenha um perfil pelo menos próximo ao do marido, porque assim o sendo assegurada está a felicidade dos servidores daquele órgão. Acompanharemos o andar da carruagem!

    ResponderExcluir
  2. Estamos livres da turma da quadrangular...vivaaaaaaaaa.
    Dep.vc não faz idéia de quanto Alberto Campos perseguiu os funcionários que discordavam dele,para vc ter uma idéia,o nosso salário era pago junto com da segurança pública e polícias,hoje,ele conseguiu jogar para o ultimo dia do mês,só de represaria para nós funcionários que sempre denunciamos os desmandos e tramóias dele e de sua diretora financeira dentro do detran,Alberto Campos,Denise Silveira,Fatima do DRH,Simoni ,Pula Romana,vcs foram uma decepção,e agora como vão olhar de frente,olho nos olhos para os funcionários,o bem sempre vence,aprendam isso.
    Ass:Servidor do detran.

    ResponderExcluir
  3. Parsifal, como ficará agora o Martinho Carmona? Será que a Quadrangular ainda está com a Ana Judas? Está provado que é dando que se recebe ou é medo de não serem aprovadas as contas pelo Conselheiro?

    ResponderExcluir
  4. O fato é que o DETRAN esta entregue a corrupção, não se consegue fazer nada em tempo plausível naquele orgão se não for dada a propina a algum funcionário. Esta uma nojeira aquilo ali e não pense que vai mudar, que não vai.Tem um santarrão ai falando é pq com certeza ta fora da panela. Foi se o tempo que o Detran prestava. Os serviços estão pesssimos, tem uma galera que trabalha por lá que se acham os donos do pedaço, uma tristesa.
    A esposa do Conselhiero voltou pq sabe que aquilo é um pote no fim do arco iris.
    Uma pena que as coisas são feitas dessa forma, triste mesmo.
    Ass: AP.

    ResponderExcluir
  5. Até que fim chegou o fim da era Alberto Campos, que fique bem claro q até onde eu sei o PMDB nada para q isso acontece-se, mesmo sendo determinado para q os seus membros entregassem os cargos ou podia senti-se desobrigado com o Partido.
    Fico feliz porque depois de tantas humilhações sofridas por nós servidores, até que em fim podemos respirar aliviados agora ele vai vê como é ser perseguido.
    Ai me pergunto como pode um partido como o PMDB, deixar com que duas pessoas Martinho Carmona e Joercio Barbalho, batam o pé pro e descumpre uma ordem do Presidente do PMDB no Pará, leia se Jarde Barbalho, e agora ambos baixam a cabeça e voltam como se nada tivesse acontecido, deputado acho que era hora do Jader Fazer o mesmo que fez com o isolado Priante, deixar eles um pouco de molho pra aprender, Como que fazemos política.
    Muito obrigado e um forte abraço, o Sr sabe que não podemos aceitar os Judas do nosso lado, posso até imaginar o que o Capitão Nascimento diria “vocês não são PMDB, vocês são moleque”, Parsifal diga a eles que os Judas são do outro lado (PT), ou seja os que eles apoiavam até ontem.
    Servidor do Detran PMDB na veia.

    ResponderExcluir
  6. Parsifal, segundo o jornal diario do Pará na edição de hoje o PMDB ainda tem a jucepa e a loterpa no governo Ana Júlia, isso significa que o lançamento de Juvenil ao governo do estado, serve com estratégia para tirar voto de Simão jatene, ficando evidente o apoio do PMDB no segundo turno a corja vermelha, comete por favor essa minhã colocação. Um abraço

    ResponderExcluir
  7. Bom seria se o Giovanni Queiroz assumisse a presidência do Partido da República (PR), pois o Anivaldo Vale não se impõe e nem 'briga' pelos seus filiados. Hoje o PR é apenas uma sigla a serviço de duas pessoas: Anivaldo e Lúcio Vale.

    ResponderExcluir
  8. 18:49:00,

    Espero que o Juvenil esteja no segundo turno. Caso isto não ocorra, com a mesma disposição que lutei para não coligar com o PT, dobrarei a disposição para lutar para não apoiar em segundo turno.

    ResponderExcluir
  9. Dep. Sou servidor do detran,e se Juvenil não estiver no segundo turno,vamos fazer uma corrente para eleger simão jatene no segundo turno,força total.

    ResponderExcluir
  10. O Giovanni não manda nem na casa dele quanto mais no PR, o Partido dele é o PDT.

    ResponderExcluir
  11. É óbvio o interêsse de políticos pela Direção Geral do Detran/Pará,Órgão arrecadador de muitos milhões de reais diariamente, com suporte até para socorrer emergencialmente a folha de pagamentos do próprio governo do Estado em situações excepcionais ( e já ocorreu em inúmeras ocasiões tais tranferências de até R$10 milhões mês em passado recente). O que nos causa estranheza, é o "modesto", "simples", "honesto", "humilde" e "simpático" ex-Deputado Luis Cunha, já empossado Conselheiro (vitalício) do TCE/PA, com polpudo salário e mais cinco Assessorias e outras mordomias milionárias, pretender e conseguir o DETRAN para a sua "pobre", "desempregada", "humilde", "simples", e "dedicada" esposa, que em passado recente, desmontou a FUNASA numa desastrosa passagem por lá, e que agora vai administrar um Órgão arrecadador de muitos milhões de reais e cujas contas, futuramente, serão submetidas (e aprovadas) pela própria Côrte de Contas onde seu amado e "pobrezinho" marido é Conselheiro. Alôôôôô OAB, MPE, e demais autoridades. O exacerbado interesse pelo dinheiro público farto do DETRAN não está muito óbvio nesse caso não? Em verdade, deveria mesmo é ser poribida a nomeação de parente em qualquer grau de Conselheiros dos dois TC's (Estado e Municípios)para qualquer função pública, cujos órgãos, tenham que submeter suas contas aos referidos conselhos para aprovação. Espertinhos com pinta de honestos.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Comentários em CAIXA ALTA são convertidos para minúsculas. Há um filtro que glosa termos indevidos, substituindo-os por asteriscos.