20/09/14

Iveiga: Helder vence a eleição em 1º turno

Pesquisa iVeiga publicada hoje (20) aponta que Helder (PMDB) venceria a eleição em 1º turno.

Shot001

Shot002

Como o percentual alcançado por Helder (42,4%) é maior que a soma do percentual alcançado por Jatene somado ao percentual dos outros candidatos (39,58%), o resultado da pesquisa aponta que Helder venceria a eleição em 1º turno.

> Paulo Rocha lidera para o Senado

Para o Senado, o iVeiga aponta que Paulo Rocha (PT) lidera a corrida com 19,3%, seguido por Jefferson Lima (PP) com 12,3% e Mario Couto (PSDB) com 9,1%,

A pesquisa foi feita em todo o Pará, no período de 14 a 19 de setembro de 2014. A margem de erro da pesquisa é de 3 pontos percentuais para mais ou para menos e está registrada no TRE/PA: PA – 00030/2014.

A dura viagem de volta

Shot 015

O que foi sem ter podido e o que não foi, mas deveria ter sido

O TRE-PA, depois de dois anos do término do seu segundo mandato, cassou ontem (19) o diploma de prefeito de Duciomar Costa (PTB), em uma representação por conduta vedada relativa à campanha para a prefeitura em 2008.

Shot 005

A representação foi oferecida pelo então candidato a prefeito José Priante (PMDB), que foi batido por Duciomar no segundo turno daquela eleição, e acusou-o de fazer propaganda eleitoral disfarçada de publicidade oficial. As fartas provas coladas nos autos da representação levaram o TRE-PA a concluir que Duciomar usou a máquina pública para se reeleger prefeito.

Para não dizer que a decisão é um conjunto vazio, o TRE-PA resolveu dar conteúdo à lavra: declarou Duciomar inelegível pelos próximos oito anos e, na mesma pisada cassou-lhe o registro, obtido no próprio TRE-PA, para concorrer à vaga de senador em 2014.

Da decisão cabe recurso e Duciomar pode seguir na campanha por sua conta e risco. Creio que ele logrará êxito em grau de recurso ao TSE, pois a decisão que lhe cassou o atual registro não poderia ser tomada no mesmo processo que cassou-lhe o diploma.

Shot 006

O mais bizarro é que a decisão do TRE-PA manteve uma sentença de juízo singular, lavrada em 2009, que cassou o diploma de Duciomar e determinou a imediata diplomação do segundo colocado, José Priante, que chegou a ser diplomado e tomou posse, mas no dia seguinte ao ato, foi apanhado por uma decisão monocrática do então presidente do TRE-PA, que suspendeu os efeitos da sentença singular, devolvendo o mandato a Duciomar.

A decisão de ontem é a mais perfeita demonstração de que a Justiça que tarda se pode compor em uma injustiça, pois transformou Duciomar em um prefeito que foi sem ter podido e José Priante em um prefeito que não foi, mas deveria ter sido.

Como as decisões judiciais não têm o condão de modificar o passado, esta que ora comento não passa de uma abstração judicial, pois não só judicialmente, idem é factualmente impossível a Duciomar devolver o que ele não mais tem e Priante receber o que não mais existe.

19/09/14

Probabilidades

O candidato tucano à presidência, Aécio Neves, anunciou em agosto que indicará o ex-presidente do Banco Central Arminio Fraga para a Fazenda se vencer a eleição.

Shot 008

A presidente Dilma Rousseff anunciou, no início de setembro, que o ministro da Fazenda, Guido Mantega, não fará mais parte de sua equipe se ela ganhar um novo mandato.

Shot 007

Pelo balanço do andor, a probabilidade de Guido Mantega ser exonerado é muito maior do que a de Arminio Fraga ser nomeado.

E a seringueira fica só olhando essas presepadas…

Shot 009