13/01/2017

De caniço e samburá

Shot 001

O comércio e a indústria deitam queixas com o grande número de feriados que cairão logo antes ou imediatamente depois dos finais de semana, o que tem como efeito o tradicional enforcamento de um dia útil.

Em 2017 essas adoráveis folgas somam, a partir de fevereiro, 34 dias, o que vem a ser praticamente um mês de folgas intercaladas. Melhor do que isso nem sorvete de doce de leite da Häagen-Dazs.

Shot

Mas como na mesa alguém tem que perder para outro entrar no jogo, se choram a indústria e o comércio os serviços e o segmento de turismo esfregam as mãos de satisfação.

É que a projeção do Ministério do Turismo, em conjunto com a Fundação Getúlio Vargas, declara que essas folgas projetam aproximadamente 10,5 milhões de viagens para os mais diversos destinos turísticos do Brasil, o que rebate uma movimentação de cerca de R$ 21 bilhões naqueles específicos segmentos.

E segundo o presidente da Associação Brasileira das Agências de Viagem (Abav), Edmar Bull, o pessoal não está se fazendo de rogado e desde o final do ano passado as empresas do segmento já começaram a receber procura de pacotes de viagens de lazer para 2017.

Crise!? Para quem, cara-pálida?

2 comentários:

  1. vamo respeitar o sorvete de doce de leite da haagen daz...que coisa mais maravilhosa!!! kkkk abs

    ResponderExcluir
  2. Ainda tem o círio, recirio, adesão do pará a independência, nossa senhora da conceição...

    ResponderExcluir

Comentários em CAIXA ALTA são convertidos para minúsculas. Há um filtro que glosa termos indevidos, substituindo-os por asteriscos.