22/08/2013

No fio da navalha

Shot007

No dia 13 de agosto, em reunião com o Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras em Tecnologia da Informação do Estado do Pará, que reivindicam reajuste salarial, e ameaçam entrar em greve a partir de segunda-feira (26), o presidente da Prodepa, Theo Pires, cometeu uma inconfidência.

Afirmou Theo Pires que não seria possível conceder o reajuste reclamado, porque, em agosto, o Estado ultrapassou o limite estabelecido, para pagamento de pessoal,  na Lei de Responsabilidade Fiscal.

Se a informação for procedente, espere-se arrochos na folha de pagamentos ou chicotes nos agentes de arrecadação, pois o governo terá que fechar o ano dentro dos limites estabelecidos pela LRF, e ainda há o 13° a concluir.

O que houve, afinal? O governo está sobrecarregando a folha de pagamentos com contratações temporárias ou a arrecadação caiu?

14 comentários:

  1. A terceira hipótese é a de que o governo, sem querer conceder o reajuste, esteja mentindo para os funcionários. Não é difícil engrabelar com jogo de palavras entre o limite prudencial e a superação do teto da Receita Corrente Líquida para gastos com pessoal, como preceitua a LRF.

    ResponderExcluir
  2. Em meu comentário anterior, o correto é engabelar.

    ResponderExcluir
  3. Será que não foi um pouco da casquinha que o PMDB tirou quando saiu do governo???

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não. O PSDB é guloso, egoísta, circunspecto, mal agradecido, insaciável, mentecapto e grosso a ponto de não deixar sequer a casquinha: engole tudo, entala-se e até a água é só dele, para poder fazer descer o excesso de casconas que coloca, de uma só vez, na boca.

      Excluir
    2. Francisco Marcio23/08/2013 06:44

      Vossa Excelência descobriu tudo isso só agora? Passou mais de 3 anos em plena "aliança" como partido de apoio e somente agora, depois de enxotado, o colíri$ turvou sua visão?
      Por favor, não entenda como apologia ao PSDB, mas o exposto é fato (com todo respeito).

      Excluir
  4. Deputado o que faz o Hildegardo Nunes ainda Secretário de Agricultura no Governo Jatene, ele saiu ou não do seu PMDB "O partido que melhora a vida da população".

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O PMDB comunicou a todos os filiados que tinham cargo ou função no governo que o partido estava fora da base aliada e que os cargos ou funções deveriam ser, imediatamente, entregues ao governador.
      Pronunciei-me da tribuna da Alepa, como líder do partido, no mesmo sentido.
      Quem permaneceu fez a sua opção pelo governo e não pelo PMDB.

      Excluir
  5. Vejam como se compra um blog chapa branca.

    No próximo dia 3 de setembro, às 20:30h, o público de Belém vai apreciar o repertório peculiar do show "Nera", de Gabriella Florenzano, no teatro Maria Sylvia Nunes, ao lado de Robenare Marques, Marcos Puff, Bob Freitas, Ricardo Aquino, Sagica e Luan Lacerda, músicos experientes, integrantes da Amazônia Jazz Band, em prol do projeto Cururu, da Paróquia de Santo Antônio de Lisboa.

    Ingressos a R$30, que podem ser reservados pelo e-mail franssi@uruatapera.com.


    Apoio: Griffo, OS Pará 2000, Fundação Carlos Gomes, Círio Sens, Walda Marques, Hilton Belém, Escritório de Advocacia Silveira, Athias, Soriano de Mello, Guimarães, Pinheiro & Scaff e deputado federal Nilson Pinto.

    ResponderExcluir
  6. parsifal, ouve-se nos bastidores d política paraense, que você vai ocupar o cargo de coodenador da campanha do helder 2014, tendo uma possivel candidatura á camara federal. não sei se é prática do pmdb criar grupos de trabalho de cada temática.se caso positivo temos um grupo que discute segurança pública ligada a um possivel partido da futura coligação em 2014. já avançamos na construção de um plano estratégico de segurança.não podemos aparecer em virtude da falta de democracia existente nesse governo, que faz retaliação diária a quem é contra e critica a falta de políticas públicas. caso aja esse processo de discussão, queremo participar.mantenho contato .

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A ajuda será bem-vinda. Estamos à disposição na Alepa.

      Excluir
  7. Helder BARBALHO candidato a Governador do Pará é piada não! O tá parece aquela história do Tirica com o slogan "Vote Tiririca, pior que tá, não fica".Helder não deu conta de Ananindeua como gestor municipal imagine Governar o Estado do Pará, pra mim é piada de salão. Ahahah.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fizemos recente pesquisa qualitativa em Ananindeua. Creio que você não fez parte de nenhum dos grupos, pois o resultado foi diverso do que você coloca, inclusive eleitoralmente.

      Excluir
  8. Deputado não perca seu tempo com coisinha tão pequena pro tamnho que é o Pará

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você está absolutamente errado ao achar que o rompimento do limite prudencial da LRF é coisinha. Caso isso seja verdade, o estado está impedido de receber qualquer recurso federal, inclusive empréstimos autorizados de 2 bilhões para investimentos em áreas estratégicas.

      Excluir

Comentários em CAIXA ALTA são convertidos para minúsculas. Há um filtro que glosa termos indevidos, substituindo-os por asteriscos.