26/06/12

Projeto Onça Puma está paralisado por problemas operacionais nos fornos

shot003

A planta da Vale em Ourilândia do Norte, onde é operado o Projeto Onça Puma, que explora uma das maiores reservas de níquel do planeta, está com os dois fornos paralisados.

Um dos fornos rachou há mais de um mês, o que o tirou de operação. Antes de ontem (24) rachou o segundo forno.

Com os dois fornos fora de operação a planta parou. A empresa que avaliará a extensão do dano e fará a recuperação dos fornos está desde ontem no local e as obras devem iniciar imediatamente.

Enquanto isso, a empresa avalia se concede férias coletivas aos operários que operam a planta.

Foto: Arlindo Carvalho

61 comentários:

  1. É lamentavel um investimento tão alto seja perdido nas mãos de engenheiros incompetentes da VALE. A planta não rodou nem um ano. Manda todo mundo pra rua, gerentes de bosta.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Na verdade os principais culpados por esse problema são os GERENTES. Esse projeto da VALE sempre foi marcado por POLITICAGENS de certos gerentes provenientes de Minas Gerais, buscando VANTAGENS PESSOAIS e APADRINHANDO incompetentes. Os gerentes de Manutenção Mecânica e de Energia que expliquem isso. A grande verdade por trás disso é que não existe reconhecimento de mérito na VALE. Vários profissionais paraenses que "vestiram a camisa" da empresa nesse projeto ficaram relegados a segundo plano, enquanto profissionais de MG eram sempre beneficiados. Profissionais do Pará e principalmente da nossa cidade Ourilândia são apenas "mão de obra barata" nesse projeto.

      Excluir
  2. è lamentável que isto aconteça. Um investimento de quase 7 bi. Onde estão os responsáveis nesta hora.Os gerentes , altos salarios, vão para outro projetos?

    ResponderExcluir
  3. queremos justiça!o povo de ourilandia esta indiquinado com o fato da vale esta demitindo e trasferindo os funcionarios e moradores de ourilandia e deixando o povo de outra regiao.os habitantes de ourilandia tem mais prioridades pois sao da regiao !avante ourilandenses abre a boca e faz fazer a justiça.cade a justiça?nao tem nao é mesmo?pois os ourilandense estao com os dias contarto na vale e os de niquelandia estao ficando.parabens vale!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  4. O pessoal de Niquelandia nem a Vale sabem operar esses fornos elétricos que furaram por problemas operacionais ridículos que poderiam ter sido resolvidos a vale não deixou de ter o pique de estatal com tanto chefe e gerente de escritório que não resolve nada...

    ResponderExcluir
  5. Está situação já estava anuciada antes de partir está planta,devido a VALE não ter experiência no ramo de siderurgia,colocou a montagem e a operacão em mãos incompetentes!

    ResponderExcluir
  6. Bom dia,para aqueles que fizeram esses belos comentários sobre a vele e o os funcionários que vieram de outros lugares e assim citado como da cidade de Niquelândia, se orienta, pois os fornos tiveram problema sim, Mas nem mesmo os diretores sabem de fato o que aconteceu. Fique quieto no seu lugar, guarda sua língua melhor na sua boca para não ficar falando burrice. E o pessoal de Ourilândia não tem competência para operar os fornos da Vale, os funcionários da região não tinha visto antes um forno elétrico nem pela foto.
    Grato LELECO.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se o pessoal daqui tivesse chegado e aconpanhado a montagem e tivesse a quantidade de treinamento que a turma que dizia ser Ban Ban Ban em forno que veio de fora , a situação era outra. Roubaram a Vale e os gerentes levaram também. Cadê o Rodrigo Ribeiro? Deve estar agora contando o dinheiro que roubou da Vale.
      Cade o Popinga que era diretor quando a merda aconteceu?
      É muita merda da gestão da Vale. Estagiarios e trainee sem experiencia viraram chefe e gestores. Não conhecem nada, sem experiencia e acabaram dando prejuizo enorme. Será que valeu a pena Murilo? Contrata logo uma consultoria e bota estas merdas de gerentes na rua.

      Excluir
  7. O pessoal de Niquelândia, podem sim conhecer forno Elkem de 21 MVA, que é um forninho comparado a um Demag de 120 MVA. O forno 1 furou por não saberem tamponar a bica de vazamento com o canhão de lama que não fechava mais que 300 mm e o metal acabou por destruir o entijolamento lateral e paralisação do forno; O forno 2 furou devido haverem usado excesso de água no entijolamento magnesiano transformando os tijolos em Hidróxido de Magnésio, virando poeira em seguida que secaram ocorrendo o vazamento na altura do cadinho, os dois fornos estavam com os refratários comprometidos, algo que não aconteceria se após o entijolamento, os fornos tivessem sido postos em start-up algo que aconteceu 01 ano depois, dando tempo demais para a degradação dos tijolos, sem dizer da água que caiu dentro do forno e o transformou numa piscina por irresponsabilidade, creio ser o suficiente...
    Os diretores sabem sim o que aconteceu e devem estar dando uma de égua ao conselho da Vale...

    ResponderExcluir
  8. Na Verdade operadores da região sabem operar os equipamentos da planta. Apesar de nunca terem visto um forno elétrico, isto não significa incapacidade, Muitos operadores da região Tem competencia e potencial na operação, pena que nem todos são reconhecidos pelo esforço e dedicação.


    ResponderExcluir
  9. deixa de falar bobagem, voces nao sabem a complexidade que é colocar uma mineradora nos eixos, isso leva tempo, não é simples assim...

    ResponderExcluir
  10. Na realidade senhores, senhoras e senhoritas, o projeto sim teve erros, e ainda tem. Existem N fatores que contribuem para que os fornos quebrassem. Participei do projeto Onça Puma e logo na primeira semana consegui perceber os erros, mas também não é por isso que saí gritando não. O maior problema é a falta de perícia de alguns engenheiros, operadores, técnicos, gerentes, supervisores. Na realidade, todo mundo tem culpa pois existe o seguinte fato: muitos funcionários foram contratados sem a mínima experiência em mineração, indústria, sistemas mecânicos/elétricos complexos e fornos de REDUÇÃO pois a maioria trabalhavam com ACIARIA, são processos parecidos... PARECIDOS! NÃO IGUAIS! Agora, quanto a fulano ou ciclano ser do PARÁ ou de MINAS GERAIS, é tudo bobagem. Moro no pará há muitos anos, me considero Paraense, porém tenho que reconhecer que aqui no estado ainda não há um corpo de profissionais especializados para trabalharem com esse tipo de empreendimento. Não defendo Minas Gerais, tão pouco o Pará. Porém temos que ver o seguinte FATO, no pará a mão de obra especializada é mínima, principalmente na região sudeste do estado. Digo isso porque moro aqui há muitos anos. A maioria das escolas técnicas não tem o Know-How necessário para passar aos alunos, e 90% ao menos tem laboratórios (o que incide que as aulas são 90% teóricas). Mas mudando de assunto, os danos causados ao projeto Onça Puma são monstruosos e fizeram com que a Vale ficasse em descrédito. É necessário que hajam com cautela nesse momento e contratando profissionais que realmente saibam o que estão fazendo. Pois o que eu tenho pra falar sobre o Projeto Onça Puma é o seguinte: Dará Lucro, porém foi SUPER DIMENSIONADO, HOUVE GASTOS DESNECESSÁRIOS, IMPERÍCIA NA GESTÃO DE ALGUNS GERENTES, IMPERÍCIA POR PARTE DO CORPO TÉCNICO ENVOLVIDO NA IMPLANTAÇÃO DO FORNO, IMPERÍCIA NA OPERAÇÃO DO FORNO, IMPERÍCIA NAS MANUTENÇÕES, FALTA DE INFORMAÇÃO, MUITA VISTA GROSSA.

    ResponderExcluir
  11. ANGELO Reis

    Trabalhei nesta planta e não vi incompetência dos profissionais da Vale e terceirizados. Em uma planta desta magnitude tudo pode acontecer, principalmente quando encravada em plena selva Amazônica.Vamos respeitar as pessoas e aguardar pelas soluções.

    ResponderExcluir
  12. ANGELO Reis

    Trabalhei nesta planta e não vi incompetência dos profissionais da Vale e terceirizados. Em uma planta desta magnitude tudo pode acontecer, principalmente quando encravada em plena selva Amazônica.Vamos respeitar as pessoas e aguardar pelas soluções.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É Claro que não via puxa saco, não tirava a bunda da cadeira e era ruim de serviço igual a eles. Não tem vergonha não?

      Excluir
  13. é verdade com fé e perseverança tudo si resolve.

    ResponderExcluir
  14. Para os que não sabem vai um recado: Existe uma outra planta idêntica a essa e por lá também estão tentando ajustar o processo, as coisas estão muito melhores que no início, muitas coisas aconteceram e foi mofificado,concerteza existiram e existem problemas, mas a cada dia está sendo superado, as pessoas lá se empenham, estão todos em um único objetivo sem desanimar. Buscou-se e ainda buscar dispositivos industriais melhores,inovações com o objetivo de minimizar paradas de produção sem necessidade e solução de problemas repetitivos, etc. Uma coisa é certa e clara: enquanto as pessoas não se unir e parar de querer ser estralinha e se entregar mais encarando a realidade junto com a equipe de chão de fábrica e começar a mudar algumas coisas de projeto, as coisão não vão pra frente, é preciso pegar opinião e idéias com as pessoas que já têm uma bagagem nas costas, concerteza existem muitas idéias guardadas, basta quem está na linha de comando passar a escutar e colocar em prática, são pequenas melhorias que traz grandes resultados, os grandes projetos sempre passam por mudanças, um exemplo é uma planta complexa como essa, que teve muitos erros de projeto que hoje as pessoas sofrem devido isso, por esse motivo é hora de mudar e colocar pra funcionar do jeito que deve ser...
    Outro detalhe: todo ser humano é competente basta querer, é preciso acordar e querer mudar e parar de comodiso, talvez esse é o detalhe que precisa mudar... Boa sorte pra todos que fazem parte dessa equipe!!!

    ResponderExcluir
  15. Na verdade os principais culpados por esse problema são os GERENTES. Esse projeto da VALE sempre foi marcado por POLITICAGENS de certos gerentes provenientes de Minas Gerais, buscando VANTAGENS PESSOAIS e APADRINHANDO incompetentes. Os gerentes de Manutenção Mecânica e de Energia que expliquem isso. A grande verdade por trás disso é que não existe reconhecimento de mérito na VALE. Vários profissionais paraenses que "vestiram a camisa" da empresa nesse projeto ficaram relegados a segundo plano, enquanto profissionais de MG eram sempre beneficiados. Profissionais do Pará e principalmente da nossa cidade Ourilândia são apenas "mão de obra barata" nesse projeto. agora o projeto vai rodar movamente vamos ver, o envestimento e muito alto em ourilandia

    ResponderExcluir
  16. Eu sinto muita satisfação por acontecer isso Com a VALE pois estes são os exelentes funcionarios da Vale vindo de Niquelandia e MG quando nos reles treines e estagiarios não tivemos oportunidades nessa merda de empresas por alegarem não termos perfil cade bando de incompetentes engenheiros de mina toma ai seu perfil de panelinha de amizades de mafia corruptos ne Renato Landigrafi nem sei se e assim a merda do nome desse idiota.

    ResponderExcluir
  17. o maior culpado de tudo isso se chama a empresa que desenvolveu o projeto desse forno elétrico: DEMAG, não são os egenheiros, técnicos, operadores da vale, A DEMAG sim são os culpados por vender um projeto furado... a vale deve processar eles... Cadê que onde existe forno elétrico no formato redondo aconteceu isso!!! Esses alemães arrogantes merecem pagar esse prejuízo sim!!! vamos processar vale!!!

    ResponderExcluir
  18. Lá no inicio dos commentarios tem uma pessoa que critica o forno ElKEN, e fala do forno DEMAG, agora eu vou dizer: Se um forno ELKEN fosse ruim, a unidade CODEMIN de niquelândia não teria operado por 30 anos sem necessidade de reforma refratária, sem contar o lucro que esse forno gerou para os acionistas... Se a DEMAG tivesse feito dois fornos na forma redondo ELKEN para produzir a quantidade de metal que queria que cada forno produzisse, o cenário seria outro, faria dois fornos redondo para cada linha de produção... concerteza tudo seria melhor, como é que um tijolo refratário vai travar na forma quadrado o forno, é a teria de uma cisterna, já viu os tijolos nas paredes de uma cisterna como são travados, o mesmo seria nesses fornos, bastava fazer o layout dos eletrodos e silos de alimentação dentro do raio de trabalho das pontes... Faltou inteligência desses alemães...

    ResponderExcluir
  19. Primeiro onça puma com as demissões , agora o sossego e o salobo . No salobo a manobra é a seguinte. Os gerentes do sossego são transferidos para o salobo e tem que demitir para encaixarem os seus apadrinhados do sossego. A Fabiana é ridicula e esta colocando funcionarios recem chegados no salobo á disposição por 30 dias, se não encontrarem vagas são demitidos. A Vale diz que tem valores . Que valores são estes de separarem pais e filhos, demitir bons funcionarios e ameaçar quem quer sair. Banco de portunidades pra quem ? Se o funcionario cadastrar fica queimado ate ser mandado embora. A Vale esta se tornando Vale de Bosta, não é a toa que já esta posicionada em quarto lugar . Pra quem queria ser o primeiro, tem que melhorar muiiiiito.
    LELECO2

    ResponderExcluir
  20. sugiro começar a listar os nomes dos incompetentes da Vale ourilandia, Sossego e Salobo que furaram os fornos e não aconteceu nada com eles. Vão ser transferidos para outra unidade e continuar a fazer o que não sabem, gerenciar.
    LELECO2

    ResponderExcluir
  21. O funcionario tem que organizar e começar a botar pressão nesta turma de extrangeiro no pará. Chegam aqui pela vale e botando bronca. Vamo botar pra rachar.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. se organiza e vamo dar um corretivo nessa turma. Estão achando que pode fazer o que quiser aqui. Na argentina a Vale teve que tirar diretor as pressas senão os funcionarios iam pegar ele.

      Excluir
  22. ATENDENO A SUJESTAO DO AMIGO. VOU BOTAR OS NOME DOS GERENTE DA VALE QUE NAO VALE NADA. CARLOS FAGUNDES , MAXIMILIANO E FABIANA ESTÃO ACABANO COM O SOSSEGO E AGORA TAMBEM O SALOBO. TAMBEM ESTAMOS IRRITADOS COM ELES. NOS TEMOS QUE DEFENDER NOSSA TERRA . ESTES FORASTEIROS CHEGA AQUI PRA TIRAR AS RIQUEZA DE NOS , NÃO VAMO DEICHAR.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. CALMA HOMEM COM VIOLENCIA NÃO RESOLVE NADA. VAMOS DEIXAR QUEM TEM COMPETENCIA PARA RESOLVER ESTA SITUAÇÃO. OS CARTEIRÕES TAMBEM SÃO MANDADOS E NEM SEMPRE CONCORDAM COM OS SUPERIORES. PAZ E AMOR .

      Excluir
    2. JÁ FORAM AFASTADOS OS GERENTES CARLOS FAGUNDES E MAXIMILIANO.AÍNDA FALTAM OUTROS E OUTRA COMO CITADO AQUI. A FABIANA TAMBÉM QUE ESPERE. TEMOS MUITAS RECLAMAÇÕES DELA EM NOSSOS ARQUIVOS

      Excluir
    3. aprende a escrever rs rs rs

      Excluir
  23. conseguimos a folha de rendimento desses caras e vamos divulgar tambem a declaração que eles fizeram nos ultimos anos. Voces vão ver o quanto de grana esses canalhas levam do nosso estado. estamos esperando a hora certa pra divulgar na net. Não estamos sos.....publiquem tudo de novo que acontecer.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gostaria de ver essa folha de rendimentos... será que existe mesmo??

      Excluir
  24. Falaram muito sobre a falta de mão de obra qualificada no Pará não é mesmo!!!!!!!!!
    Fiquem sabendo que mais de 50% da mão de obra no Projeto Barro Alto são de paraenses que não foram aproveitados pela Vale. O projeto BA está operando, atingindo seus objetivos com a mão de obra PARAENSE!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!Realmente no pará se formam poucos profissionais para área metalúrgica e siderúrgica, mas os poucos tem qualidade, porém em MINAS a cada esquina tem um cursinho de merda de Metalurgia que qualquer um faz ou até mesmo compra seu diploma!!!!!Não esqueçam que 90% dos mineiros não prestam (acho que é pelo fato de pegarem muito chifre, os que foram pro pará são todos um bando de corno!!!os paraenses pegaram as mulheres de todos!!!!), são uns bando de trairas, dissimulados e fanfarrões.
    Tem muitos paraenses em BA experientes e qualificados com vontade de voltar para seu estado preferencialmente para o projeto Onça Puma, para fazer desse projeto um sucesso assim como está sendo o projeto Barro Alto devido a mão de obra Paraense!!!por q aqui só tem cortador de cana,justamente os que levaram pra onça daqui de GO.

    Querem pessoas experientes e qualificas, vem nos sauvar aqui em GO, os paraenses não aguentam mais ouvir sertanejo (música de corno!!!).Vale vem contratar os paraenses do BA......!!!Vem nos sauvar!!!!.Faça o quadro "de volta para a minha terra".

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isto mesmo .Concordo plenamente.

      Excluir
    2. existe paraense aqui em barro alto, só que não 50%, é uma pequena minoria, digamos que uns 10%. Sem dúvida nenhuma, os paraenses são dedicados e trabalhadores, só que respeite os goianos ao falar, porque a maioria que é goiano, e com certeza esse sucesso aqui são de todos...
      Quanto a mineiro, eles são mesmo desconfiados e sacanas... estão em toda parte, se prestassem estavam no estado deles...

      Excluir
  25. OLHI JA ESTAMO AVISANDO . OS CHEFE DO SALOBO ESTAO APRONTANDO DINOVO. SI CONTINUAR VAMO DAR AS RESPOSTA. OAGORA JA É PERSEGUICAO.tI CUIDA SO CARLOS . SO TA BRINCANDO. CUIDADO.

    ResponderExcluir
  26. Vale comunicou aos sindicatos de trabalhadores de Mariana e Congonhas que concederá licença remunerada a cerca de 300 empregados de 4 de maio ao fim do mês que vem, quando vence o acordo firmado pela mineradora para ajustar o nível de emprego, sem demissões.

    O maior número de trabalhadores a ser dispensados pela Vale será de 160 na mina de Brucutu, em São Gonçalo do Rio Abaixo, segundo José Horta, presidente do sindicato dos trabalhadores na indústria de extração do ferro e metais básicos (Metabase) de Mariana. Por meio de sua assessoria de imprensa, a Vale informou que a licença faz parte do balanço já divulgado semana passada pela companhia de 730 trabalhadores no país envolvidos.

    O número não é divulgado por estados e nem por minas. A mineradora confirmou, também, que seus representantes vão se reunir de 11 a 15 de maio com dirigentes de sindicados de trabalhadores de todos os estados onde a empresa opera para discutir as medidas que estão sendo tomadas para fazer frente aos efeitos da crise financeira mundial.

    “Queremos renovar o acordo para garantir empregos e vamos pedir um PDV (programa de demissão voluntária) à companhia, já que não temos perspectiva de uma recuperação no curto prazo”, afirmou José Horta. Em Congonhas, Valério Vieira dos Santos, presidente do sindicato local, diz que o temor é de demissões em massa depois de 31 de maio.

    ResponderExcluir
  27. O SINDICATO FICA ASSISTINDO TUDO ISTO. É UMA VERGONHA PRA CLASSE TRABALHADORA.

    ResponderExcluir
  28. E ESSA PORRADA DE ESPOSA DE GERENTES QUE TRABALHAM NA VALE NÃO VÃO SER MANDADAS EMBORA NÃO? É SO PIÃO QUE VAI.QUE CACHORRADA É ESTA .

    ResponderExcluir
  29. É ESPANTOSO O NUMERO DE PEDIDOS DE DEMISSÃO NA VALE ULTIMAMENTE. A SITUAÇÃO ESTÁ TÃO RUIM PARA A EMPRESA QUE OS FUNCIONARIOS ESTÃO PEDINDO PRA SAIR. A MINERADORA VALE ESTA PERDENDO SEUS FUNCIONARIOS PARA AS EMPRESAS CONCORRENTES ONDE O CLIMA DE TRABALHO É MELHOR. ESTÃO CHEGANDO NA REGIÃO ALGUMAS EMPRESAS COMO A ODEBRESCH, A USIMINAS MECÂNICA QUE SÃO PROCURADAS PELOS FUNCIONARIOS DA VALE. OS JOVENS JÁ NÃO ACREDITAM MAIS NA VALE E NÃO QUEREM TRABALHAR NA EMPRESA. LAMENTÁVEL COMO ALGUNS GESTORES ESTÃO ACABANDO COM A VALE. A EMPRESA ESTÁ CAINDO NO RANKING DAS MAIORES MINERADORAS DO MUNDO E SE NÃO TOMAREM CUIDADO A CHINA ACHA OUTRO FORNECEDOR MAIS INTERESSANTE E ACABA DE VEZ COM ESTA FASE RUÍM DA EMPRESA.

    ResponderExcluir
  30. Ja temos gravações de gerentes da vale ameaçando funcionarios para assinarem as regras de ouro. Pedimos aos empregados para gravar e guardar com voces para ser usado no momento oportuno. O ministerio do trabalho e a presidencia da Vale precisam ficar sabendo o que está ocorrendo dentro da Vale. Tem um canal de denuncia da Vale que não Vale nada. Nos vamos levar a denuncia a publico para a empresa tomar medidas contra esses absurdos. Os abusos vão de diretores, gerente gerais a supervisores. A RBA esta programando um documentario sobre esses abusos, principalmente no sossego e no Salobo. Os nomes serão divulgados na matéria.

    ResponderExcluir
  31. É FÁCIL, É SÓ CORTAR ESSE TAL 5º E 6º SALÁRIO DE PLR, QUE AS COISAS MUDAM, PIÃO E GESTOR SÓ DÁ VALOR NAS COISAS QUANDO PERDE, NÃO ADIANTA, É ISSO MESMO QUE ACONTECE!!!

    ResponderExcluir
  32. Pergunta que todo brasileiro quer saber? Quem está pagando os altos salários e desnecessários dos funcionários da mineradora Vale. Estão cortando recursos necessários de outras unidades para desviar para o projeto onça Puma. Desse jeito a D. Dilma não tem como justificar os emprestimos do BNDS , coitada.

    ResponderExcluir
  33. Reframax e usimina na reforma do forno 1 de ourilandia do norte e esta na conclusao final

    ResponderExcluir
  34. denunciamos a manobra do salobo para encaixar os chefes do sossego e o sindicato nada fez. Agora vem com a conversinha de perdas do FGTS.Vamos criar um sindicato paralelo e fiscalizar todas as açoes destes dirigentes.
    Este sindicato metabase filiado a CUT não esta fazendo nada para os empregados vale. dirigentes almoçam com chefetes e estão manipulando os numeros e empregados. Vamos trazer para parauapebas um sindicato forte e honesto.Contamos com voces.Aguardem.

    ResponderExcluir
  35. Acabaram com a mineradora Vale S/A . Pedidos e mais pedidos de demissão acumulam no sossego e salobo . Funcionarios querendo sair e nem trainees e estagiarios querendo ficar. Sobram vagas no Salobo e Sossego e não estão achando ninguem desde o inicio do ano. è a coisa ta feia quem diria.....

    ResponderExcluir
  36. É Vergonhoso o NEPOTISMO na mineradora VALE no Pará. Esposas, cunhadas, filhas , filhos, primos, parentes fazendo uma verdadeira blindagem administrativa.
    Enquanto os paraenses lutam para estudar nossos filhos para conseguir um emprego perto de casa, a empresa Vale gasta um mundo de dinheiro trazendo familias de outros estados com toda mordomia ocupando cargos que aqui tem profissional sobrando. A criminalidade em parauapebas está crescendo e a Vale tem grande culpa no que esta acotecendo. Amanhã tem um criminoso invadindo sua casa e voce nem se quer pode viver tranquilo em casa cercado com cercas eletricas e muros altos monitorados com camara 24 horas ao dia. è isto que voce quer para sua familia? Então reflita e pense que amanha estes crimes podem estar acontecendo com voce e sua familia.

    ResponderExcluir
  37. Alguns funcionarios do Salobo e Sossego estão recebendo telefonemas em seus celulares de auditores da vale querendo saber sobre gestão e RH de suas unidades. Isto tem preocupado as chefias que tanto assediam seus empregados.
    Pedimos para não poupar seus gestores. Fale tudo como eles agem e suas praticas abusivas. O novo canal de denuncias a Ouvidoria foi bem recebido pelos empregados do Salobo e já está sendo utilizado. Empregados do Sossego e Carajás façam como os do Salobo. Denunciem estes novos gestores que estão aprendendo a trabalhar. Não precisa identificar e fica sob sigilo dos Ouvidores da Vale.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. que ouvidoria é esta que não investiga nada e nem dar retorno as denuncias. Já denunciei varios casos no Salobo e ninguem me da resposta.Parece que há conivencia entre auditores e chefia do Salobo. Muito cuidado , se tiver alguma denuncia leva para o ministerio do trabalho. A Vale não é mais confiável e quem faz a denuncia fica marcado ate ser demitido.O Salobo é um ninho de cobras.

      Excluir
  38. PARECE BRINCADEIRA UMA EMPRESA DO PORTE DA VALE MANTER EM SEU QUADRO FUNCIONARIOS PESSOAS COMO LUCIANA BORGES GERENTE DO RH. É UNANIME A RECLAMAÇÃO DOS FUNCIONARIOS E CHEFIA DO SALOBO E ELA CONTINUA LÁ COM TODA INCOMPETENCIA QUE TEM DIREITO. ATÉ OS SUBORDINADOS DESTA GERENTE FAZ CRITICA AOS TRABALHOS DELA. SERÁ QUE ELA TEM COSTA LARGA? ASSIM COMO ELA O SALOBO , SOSSEGO E CARAJAS TÁ SOBRANDO PESSOAS DESTE TIPO; NÃO SERVEM PRA NADA NA EMPRESA , APENAS ATRAPALHA O PROCESSO.. O PIOR QUE TODOS SABEM E NINGUEM FAZ NADA,

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo plenamente. Até a pesquisa de satisfação foi maquiada pelo RH. è brasil , eta Vale perdeu a credibilidade. A comunidade não acredita na direção da Vale. Se não mudar , o cenário vai ser o mesmo.

      Excluir
  39. Concordo com os comentarios mas as pessoas deveriam se identificar para facilitar
    a empresa a combater os abusos. Nas regras de ouro da empresa tudo que foi comentado aqui deveria ser banido tanto o funcionario como as praticas que estão sendo aplicadas que não tem nada a ver com o que é recomendado pela Vale. Trabalho na empresa a 20 anos e fico indignado quando alguem coloca o nome da Vale como se fosse a empresa. São pessoas que estão sujando o nome da Vale e deveria ser demitidos da empresa.

    ResponderExcluir
  40. Quer saber? Nos paraenses estamos se lixando pra esse pessoal que vem de fora trabalhar na vale. Eles que se fodam uns aos outros. Estão trazendo para o Para é fuleragem, corrupção, roubalheira e safadeza. Chegam com onda que vieram ensinar alguma coisa e nos que estamos ensinando a eles. Chega de putaria vamos exigir nosso espaço.

    ResponderExcluir
  41. Chegou ate nois que semana passada um colaborador do salobo foi forçado a pedir demiçao . disseram que o moço chorou quando relatou o caso que vinha acontecendo quais um ano e deu nisso aí. Vamos procurar esse colaborador pra pedir mais detalhes e divugar aqui. e uma falha da maior empresa do Para.

    ResponderExcluir
  42. OHHHHH SINDICATO. ONDE VOCES ESTÃO? MACARRÃO É SO ANDAR DE CARRO DE LUXO PRA BAIXO E PRA CIMA MAS NAO FAZ NADA , NADA NADA, ESSE CARRO QUE VOCE TA ANDANDO COM ELE É DOS TRABALHADORES.. ELES VAO TOMAR ELE E FECHAR ESSE SINDICATO QUE NAO FAZ NADA,

    ResponderExcluir
  43. TRABALHEI NA VALE EM OURILÂNDIA, E EXISTE SIM ESSE APADRINHAMENTO DE COLABORADORES, FUI DEMITIDO COM UMA JUSTIFICATIVA INSIGNIFICANTE E QUE PODERIAM TER TIDO OUTRAS MEDIDAS, SE REALMENTE TIVESSE OCORRIDO PODERIA TER TIDO OUTRA AÇÃO.... APESAR DE SER DE FORA E NÃO DO PA TAMBÉM EXISTE A DESCRIMINAÇÃO.. O APADRINHAMENTO SÓ OCORRE PARA QUEM PAGA CHURRASCO, FEIJOADA E FAZ PARTE DA PANELINHA......OS OUTROS PODEM MORRER DE TRABALHAR QUE NÃO "VALE" NADA....

    ResponderExcluir
  44. Nos de parauapebas e marabá queremos saber pra onde esta indo o dinheiro que o Salobo esta tirando com os 500 quilos todo mes ? Nem os trabalhadores do Salobo sabem como esse dinheiro entra na contabilidade da Vale. Sindicato de merda, corre atraz porque nos vamos cobrar

    ResponderExcluir
  45. NOTICIA URGENTE : Os advogados trabalhistas de parauapebas vem denunciando que a mineradora Vale vem demitindo funcionarios com problemas de saude e que os exames demissionais estão sendo manipulados . os advogados estão sugerindo que os empregados antes de sair os procurem e que não confiem no sindicato para fazer homologação. Procute um advogado de sua confiança . Há reclamaçoes que a empresa da vale Salobo metais está lesando os empregados nos calculos de verba rescisória. Há queixa de um empregado que foi demitido e esta sendo lesado em quase 10 mil reais por erro ou conveniencia do RH do Salobo.

    ResponderExcluir
  46. A MEDICA DO SENSO ESTÁ APROVANDO LAUDO A PEDIDO DA VALE. DISSE QUE OS ASO JA CHEGA PRONTO E ASSINADO PARA ELA APROVAR INDIFERENTE DO ESTADO DE SAUDE DO FUNCIONARIO .

    ResponderExcluir
  47. OS PROFISSIONAIS ANTIGOS DA VALE ESTÃO SE DESLIGANDO DA MINERADORA POR NÃO AGUENTAREM OS DESMANDOS E A DESORGANIZAÇÃO DA EMPRESA. É VISIVEL A PREOCUPAÇÃO DOS EMPREGADOS COM O RUMO DA EMPRESA. ENQUANTO ISTO AS CONCORRENTES ESTÃO CADA VEZ MAIS SOLIDAS E DEIXANDO A GIGANTE PRA TRAZ. A VALE JA FOI UMA GRANDE EMPRESA E RESPEITADA. HOJE ATÉ OS ESTAGIARIOS ESTÃO FALANDO MAL DA EMPRESA.

    ResponderExcluir

Comentários em CAIXA ALTA são convertidos para minúsculas. Há um filtro que glosa termos indevidos, substituindo-os por asteriscos.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...