05/06/2017

Opção menos danosa

Shot005

O impagável Zé Simão, autointitulado “o esculhambador-geral da nação”, com as suas irreverentes e bem-humoradas tiradas da situação do Brasil, que, de cabo a rabo, parece atropelar a política, os políticos e a agenda sempre postergada das profundas mudanças que o país precisa para colocar em pé a retomada do crescimento econômico.

Um comentário:

  1. não creio nessa necessidade de mudanças profundas, embora eu reconheço que essa é a opinião majoritaria. Há mais de 30 anos ouço frases semelhantes. Parece que o pessoal pensa que mudanças profundas são mudanças que gerem discussão, que obrigatoriamente slatem em cima do direito de alguns.
    Há muita burocracia, mas os empresarios a meu ver reclamam da burocracia só por reclamar, nunca sugerem mudanças claras em dispositivos legais,como portarias, circulares, etc. Ninca reivindicam um ministro da desburocratização. Só ficam repetindo que nem papagaios os mantras que aparecem na imprensa. As mudanças devem ser feitas paulatinamente, sem apoio a pacotes que poucos conhecem.

    ResponderExcluir

Comentários em CAIXA ALTA são convertidos para minúsculas. Há um filtro que glosa termos indevidos, substituindo-os por asteriscos.