16/01/2017

Enquanto isso, no sistema penitenciário nacional…

Shot 001

Eu escrevi aqui que a matança no sistema penitenciário de Manaus teria desdobramentos em todo o Brasil.

Depois de Roraima foi a vez de Natal, onde, na Penitenciária Estadual de Alcaçuz, a vindita deixou, no sábado (14), pelo menos 26 mortos. Todos decapitados ou carbonizados.

Na foto, uma das centenas de mães de presidiários, agarra-se nas grades e firma o olhar para dentro do cárcere, tentando vigiar o filho que está no meio da liça.

Não interessa que ele seja bandido: para a mãe ele é um filho. E não adianta aquele chiste de que “quem não faz chorar o filho vem a chorar por ele”. Independentemente de qualquer adágio, mãe sempre e um repositório de alegrias e de lágrimas pelos filhos.

2 comentários:

  1. As prisões fazem candidatos:

    A conversa dentro da cadeia entre um chefe de organização criminosa e membros do staff político do governador do Amazonas negociando apoio político para a reeleição deste é o fim da picada... só resta esperar a epistaxe e a morte lenta do sistema.

    ResponderExcluir
  2. Fulecagem:

    No país dos 'fulecos' o chão da prisão de Alcaçuz no RN virou um 'queijo suíço'.

    Só me tornando adepto da idolatria ao potássio: 'kkkkkkkkkkk'

    Como diz o 'macaco Simão', só dá para viver neste país pingando todo dia um colírio alucinógeno.

    ResponderExcluir

Comentários em CAIXA ALTA são convertidos para minúsculas. Há um filtro que glosa termos indevidos, substituindo-os por asteriscos.