24/11/2016

Belém continua entre as 10 piores cidades para empreender no Brasil

empre

Li ontem (24) a edição 2016 da pesquisa que o Endeavor, um dos melhores portais de empreendedorismo do Brasil, realiza todos os anos sobre o tema: o Índice de Cidades Empreendedoras 2016, ou ICE 2016.

A pesquisa traz um diagnóstico praticamente igual ao de 2015, com pequenas variações de índices. Se você gosta deste tipo de leitura, ao final está a ligação para baixa-la integramente e ver quais as variáveis que compõem o cálculo do índices que, ao final, determinam a classificação da cidades.

Das 32 cidades pesquisadas, incluídas todas as capitais, a cidade de São Paulo é a melhor do país para empreender e Maceió, a capital de Alagoas, a pior.

Belém, na 26ª posição da lista, continua entre as piores 10 cidades para empreender.

Abaixo, a classificação geral:

E abaixo a classificação individual de Belém em cada uma das variáveis que são consideradas no cálculo de composição do índice geral. Observe que Belém ocupa a antepenúltima (30ª) posição em infraestrutura e a penúltima (31ª) em capital humano, que são duas importantes variáveis para ser ambiente saudável em empreendimentos.

Shot 002

Para ler toda a pesquisa, em PDF, clique aqui.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários em CAIXA ALTA são convertidos para minúsculas. Há um filtro que glosa termos indevidos, substituindo-os por asteriscos.