26/07/2016

Brasil é a 5ª economia mais digitalizada do mundo

Shot 001

Apesar dos significativos avanços em Tecnologia da Informação (TI), a Oxford Economics, com fundamento em uma pesquisa de sua encomenda à Accenture, revela que apenas 22% da economia mundial “pode ser considerada digital”.

Sustenta a Oxford Economics que 10% de crescimento na densidade digital de um país, pode representar um aumento de 0,40% do PIB em economias maduras e de 0,65% em economias emergentes.

01E, principalmente, em economias emergentes, caso do Brasil, os governos precisam fomentar investimentos em TI ou tornar o estoque tecnológico existente mais efetivo, pois há países que têm o estoque implantado, mas não o usam em sua plenitude por deficiências, principalmente, de recursos humanos.

E estão exatamente nos recursos humanos as maiores deficiências do setor, pois as máquinas e sistemas nelas implantados estão praticamente globalizados.

A pesquisa também avaliou especificamente a densidade digital das maiores economias do mundo, aferindo o parque tecnológico implantado, os sistemas embarcados, a força de trabalho digital e o grau de usabilidade das plataformas oferecidas ao usuário final.

Nesse contexto, o Brasil está com ótima pose na fotografia e aparece como a 5ª economia mais digitalizada do planeta, à frente do Japão, por exemplo, e atrás apenas dos EUA (1ª), Reino Unido (2ª), Alemanha (3ª) e França (4ª).

Abaixo, o quadro, em ordem inversa de colocação, dos 11 países pesquisados.

2 comentários:

  1. pois é ...os nossos governantes que tem em primeiro lugar traçar os rumos do Brasil nada fazem nesse sentido...faça-o você...recupere esse destino..estamos aqui para apoiá-lo.

    ResponderExcluir

Comentários em CAIXA ALTA são convertidos para minúsculas. Há um filtro que glosa termos indevidos, substituindo-os por asteriscos.