09/06/2016

Aprovação de Temer é tão baixa quanto era a de Dilma antes do impeachment

Shot 011

Como o presidente interino Michel Temer, com ligeiras e pouco efetivas diferenças, pôs-se a tocar a mesma música que a presidente impichada cantava, o contribuinte, impaciente com o mais do mesmo, por ver que ninguém que assume as rotas rédeas da nação quer falar com ele e a ele vira as costas, avalia Michel tal qual avaliava Dilma.

É o que aponta pesquisa CNT/MDA divulgada ontem (8) nos principais jornais do Brasil: a aprovação de Michel Temer, há quase um mês na presidência, é de meros 11,3%, enquanto que Dilma Rousseff, pouco antes de ser afastada, tinha uma aprovação de 9,2%.

Guardadas, portanto, as margens de erros das pesquisas, é correto afirmar que a população opina que a cara de um é o focinho do outro.

Abaixo alguns dados da pesquisa CNT/MDA, realizada de 2 a 5 de junho, em todo o território nacional, com margem de erro de dois pontos percentuais:

Shot 003

divisoria

Shot 004

divisoria

Shot 005

divisoria

Como Temer, até o momento, não tomou nenhuma medida que efetivamente demonstre disposição suficiente para conter a corrupção, a maioria dos brasileiros acha que a corrupção continuará igual.

Shot 007

divisoriaApesar de avaliar mal o presidente interino, a maioria da população não quer a volta de Dilma Rousseff.

Shot 012

 divisoria

E maior percentual acredita que o Senado, ao final do processo de impeachment, cassará o mandato de Dilma Rousseff.

Shot 009

A pesquisa também avaliou a intenção de votos para presidente da República em 2018, em vários cenários. Para ler os resultados completos, clique aqui.

4 comentários:

  1. Com uma singela diferença:
    Dilma vinha sob frenético bombardeio da mídia. Manifestações de analfabetos políticos recebiam holofotes superpotentes, bem como as ações espetaculosas da Lava Jato.

    Só por milagre ela teria bons índices nas pesquisas, dadas as circunstâncias.

    Mas com Temer a história é bem diferente. Ele foi vendido pela imprensa como alguém capaz de unificar o país. Ele próprio, num momento de ufanismo idiota, afirmou que faria um governo de “salvação nacional”.

    O tempo desgasta qualquer governo. Há sempre uma lua de mel para novos presidentes, uma taxa de tolerância que aos poucos vai minguando.

    Temer conseguiu liquidar a lua de mel antes mesmo de começá-la. Os números demonstram que ele foi rejeitado desde a largada. É um patinho feio sem jamais ter tido um instante de cisne.

    Para ele, o cenário só tende a piorar. Se ele carrega um índice miserável de apoio agora, quando teoricamente seu crédito seria alto, que vai acontecer daqui por diante?

    Quando ele vai chegar a zero?

    Churchill, num de seus grandes momentos como orador, disse o seguinte de um líder trabalhista que estava no poder, Clement Attle. “Um táxi chegou vazio a Downing Street 10 e dele desceu o Attle.” (Aquela é a sede do governo britânico.)

    O mesmo vale para Temer. Um táxi chegou vazio ao Planalto, e dele desceu Temer.

    Ele não tem a mínima condição de governar o Brasil numa situação tão dramática. Não há ajuda da mídia capaz de mudar este fato básico da vida como ele é.

    Temer é uma desgraça, e é assim que os brasileiros o enxergam quando a plutocracia imaginava que ele seria visto como uma solução.

    O golpe micou.

    Restam duas alternativas. Uma é devolver a Dilma o que lhe foi roubado. A outra é chamar eleições presidenciais o mais rápido possível.

    Até pela brutal injustiça de que Dilma foi vítima, preferiria a alternativa um. Mas penso que a dois — novas eleições — é a que tende a vencer.

    ResponderExcluir
  2. Eu votei na Dilma. Votei nela e ela me enganou, mentiu pra mim. Nada foi roubado da Dilma. Ela sim foi leniente com o roubo na Petrobras, com a desgraceira feita nos Fundos de Pensão das Estatais, com empréstimos sequenciais protegidos pela caixa preta do BNDES para a Odebrecht realizar obras em países governados por aprendizes de tiranos e ditadores, que em que parte da grana comprovadamente ao PT, tentou nomear o Lula como Ministro para que ele tivesse foro privilegiado e escapar de explicar-se à Justiça por aleivosias envolvendo grana, sítio, triplex e Instituto Lula, com administrações predatória, sabe-se hoje que a Caixa Econômica Federal precisa de ao menos 25 bilhões para tomar um fôlego, contemplou os ditos movimentos sociais com uma vertente do Minha Casa Minha Vida, mas o MTST do senhor Guilherme Boulos, por exemplo, só entregou 10% das unidades contratadas e vai ser chamado a explicar-se, pedalou, acobertou bandidos e o distinto comentarista político acha que a Dilma foi injustiçada? Cara, ela mentiu pra mim, que votei nela. Ela não respeitou a minha boa fé. Essa coisa de golpe não se sustenta, pois todos os passos do processo foram referendados pelo Supremo, tanto é que diversas tentativas de interrompê-lo não lograram êxito na mais alta instância da Justiça. Que dizer então de cabeças coroadas do PT, inclusive o capitão do time foram condenados por CORRUPÇÃO? Ninguém, seu moço, a Dilma, o Lula, eu, você, tucanos, o PMDB e quem mais se apresente não estão desobrigados de cumprir a Lei. A Dilma não foi roubada. Ela que roubou a minha confiança. Quanto ao Churchill, ele disse o seguinte sobre o Acordo de Munique: " entre a desonra e a guerra escolheste a desonra e terás a guerra " Dilma está colhendo o que plantou. A culpa não e da mídia, não é dos analfabetos políticos, não é da incompetente oposição. A culpa é dela.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Teu com certeza deve ter sido o de orientação partidaria (pmdebista). Não citas a principal traição,falas de setores em o pmdb comandava o roubo e de uma estrutura de roubo que vem desde a era dos generais. querias q Dilma detonasse toda essa estrutura? viu o q deu só detonar o esquema do Cunha e aécio de Furnas? e e outras e outras picaretagens q escodes neste teu discurso demagogo de arrependido. é o sistema politico brasileiro q é podre. vem de longe...

      Excluir
  3. Avaliação nagativa do Temer é muito "mais negativa" a de Dilma qd estava presidente . E é facil interpretar , a avaliação negativa da Dilma , contava com a grande campanha de difamação de petistas e da presidente feita 24 hs por dia pela grande sonegadora e articuladora do GOLPE do impeachmet rede globo , . Hoje em dia existe uma campanha por essa mesma emissora golpista omitindo a corrupção e as delações que colocam em cheque o atual governo do pmdb e todos os seus ministros criminosos , e que JAMAIS foi eleito pelo voto para presidencia da republica. Sem essa omissão , Temer deveria estar com rejeição a 100% como de fato está .

    ResponderExcluir

Comentários em CAIXA ALTA são convertidos para minúsculas. Há um filtro que glosa termos indevidos, substituindo-os por asteriscos.