10/06/2016

A política esclerosada

Shot 006

A presidente afastada, Dilma Rousseff, em um movimento de marketing bem elaborado, afastou o inepto discurso do golpe e resolver sintonizar a fala com o que a maioria da população reclama, segundo todas as pesquisas de opinião: eleição antecipada para presidente da República.

Em entrevista ao jornalista Luis Nassif, um dos que são pagos, e bem pagos, para tonificar o lulo-petismo, e nada tenho contra aluguel de penas, desde que isso fique claro ao leitor, Dilma desvelou a tática para conquistar votos no Senado e a simpatia da opinião pública: caso o impeachment seja rejeitado, tão logo retorne à presidência, convocará um plebiscito para que a população decida se quer ou não novas eleições presidenciais.

À primeira vista o compromisso é convidativo, mas o seu núcleo é capcioso, pois a convocação de um plebiscito não depende exclusivamente da vontade do chefe do Poder Executivo, precisando, peremptoriamente, da manifestação dos outros poderes da República, o que embarca enorme probabilidade de desencadear um imbróglio que se arraste por todo o restante do ano, proporcionando a Dilma, caso a tese se torne fato, uma oportunidade de caxingar até o final do mandato.

Outro ponto combinado na entrevista de Dilma a Nassif é o enredo já inaugurado de tentar colar a imagem e as atitudes do deputado Eduardo Cunha, a Temer, encostando nesse o enorme desgaste daquele: "o governo Temer é a síntese do que pensa e expressa claramente a pauta de Eduardo Cunha", declarou Dilma.

O fato é que se estabeleceu no Brasil uma dicotomia que cada vez mais se afasta de um consenso de maioria: os partidários de Temer lhe desejam a posse definitiva e os de Dilma lhe desejam a volta. Mas ambos são minoria, pois a maioria quer ver longe tanto um quanto outro, além de tudo que ambos significam.

É o sistema em adianto estado de aterosclerose, por excesso de consumo de gordura.

7 comentários:

  1. O doutor, antes de ser um grande jurista, grande politico, grande jornalista, na verdade, é um Kelly Slater, ou seja, um grande surfista, que sabe surfar a onda da ocasiao.

    ResponderExcluir
  2. Francisco Márcio10/06/2016 18:40

    "os partidários de Temer lhe desejam a posse definitiva e os de Dilma lhe desejam a volta". Eis o porquê. Por ora, continua tudo como dantes no quartel de abrantes. Como exemplo, temos um presidente de uma Cia Docas, aqui no Pará, que estava agarrado no cargo quando D.Dilma estava no cargo e acredite! o dito cujo continua pendurado no cargo!

    Ou seja, nada mudou.

    Como diria o Magno Malta: Assim... mamãe não beija!

    ResponderExcluir
  3. "pois a maioria quer ver longe tanto um como outro"

    palmas
    meus aplausos

    ResponderExcluir
  4. como sempre acontece , os golpistas sempre apontam o dedo aos blogs que defendem a democracia como sendo pagos pelo lulo-petismo".Mas calam qd se tenta avaliar o prejuízo aos cofres do Eduardo Cunha , Aécio , FHC , etc

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu não conheço nenhum blog, pago ou não por quem quer que seja, que não defenda a democracia. Os que são pagos, claro, defendem a democracia e quem os paga e, como eu disse na postagem, nada tenho contra serem pagos, pois caviar custa caro.

      Excluir
    2. Parsifal, dia desses o site O Antagonista publicou uma relação de sites generosamente irrigados com muita grana do governo petista. O do Breno Altman, amigo do peito do Zé Dirceu é o campeão de faturamento. É claro que essa turma está esperneando com o estancamento da grana fácil, pois nunca antes na história deste país se alugou tanto a consciência, ou conivência de quem se diz " blogueiro progressista ". Sim, essa esquerda se acostumou com vinhos caros e iguarias finas, ainda que um pirarucu grelhado seja infinitamente melhor que caviar.

      Excluir
  5. Como de costume a esquerda deseja se apropriar de uma pauta que nunca foi sua, e como a população está apoiando, o oportunismo barato se apresenta na pessoa da ex-Presidente.
    O PT votou contra a Constituição Federal, e hoje baseia sua defesa na Carta Magna que desprezou. Isso sem falar na Ex-Pte Dilma que odeia a Democracia, e queria tomar o governo através de Luta Armada matando inocentes se preciso fosse.
    O PT era tão puro e limpinho que não aceitou o apoio de Ulisses Guimarães no segundo turno das eleições de 1989, e depois, este mesmo LULA de joelhos pediu socorro ao PMDB para governar sem mensalão no seu segundo governo.
    O PT votou contra o PLANO REAL, contra a REFORMA DA PREVIDÊNCIA, CONTRA A CPMF, CONTRA A TAXAÇÃO DOS APOSENTADOS, Contra a PRIVaTIZAÇÃO e no governo Dilma II, começou a privatização dos aeroportos, tarifaço geral, corte de gastos sociais.
    O senador Ronaldo Caiado foi o primeiro a pedir ELEIÇÕES GERAIS, e a Ex-Presidente Dilma, até fez piada, que o senador goiano tinha que primeiro renunciar, para depois propor isso.
    Mais uma vez esta senhora, tenta se agarrar em alguma bandeira que não é sua e como de costume de forma oportunista e acreditando na memória curta da população.
    Contudo o que fica disso, que quando a mesma diz que se voltar, vai propor isso, é justamente pelo fato dela saber que ela nunca foi e nem será uma boa gestora.
    A senhora Dilma, tem é que se preocupar com sua defesa, para não ser presa, ainda mais quando leio que o José Dirceu (O "guerreiro") e José Vaccarri (o mochila) não estão mais com vontade de pagar o preço pelo partido e pela "causa", e vão fazer delação premiada.
    Uma pena que o Presidente Temer esteja desapontando a população, e recuando onde não poderia recuar, mudando o que era para ser mantido, e repetindo o que não deveria ser mantido.
    Como eu sou um eterno otimista ainda acredito no BRASIL

    ResponderExcluir

Comentários em CAIXA ALTA são convertidos para minúsculas. Há um filtro que glosa termos indevidos, substituindo-os por asteriscos.