29/04/2016

Quando o sujo relata o mal lavado

Shot 04-28-16 at 08.00 PM

O relator do processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff, senador Antonio Anastasia (PSDB-MG), anda em saia justa pelos corredores do Planalto.

É que ele foi governador das Minas Gerais e, como default (se vocês souberam de algum que não fez, avisem para canonizarmos), praticou as malsinadas pedaladas fiscais, pelas quais a presidente Dilma está em vias de perder o mandato, ou seja, o senador Anastasia vai propor condenação por um “crime” que ele também cometeu.

Além das pedaladas fiscais, Anastasia cometeu outro ato de improbidade pelo qual a presidente Dilma é acusada, e que todos os prefeitos e governadores são useiros e vezeiros em praticar: abriu créditos suplementares além do autorizado pelo Legislativo na Lei de Orçamento.

Pelo costume do cachimbo, os chefes do Poder Executivo fazem isso e depois enviam projeto de lei para o Poder Legislativo para remediar o alcance, pois confiam que a base parlamentar vai aprovar o remendo. a boca da presidente Dilma só entortou porque ela não esfarelou bem o tabaco.

Diante das acusações, feitas por deputados estaduais mineiros, Anastasia apelou para o cinismo:

"Eu não sou mais governador de Minas há dois anos. O que está em discussão aqui não é a minha atuação, mas a acusação contra a presidente".

Do ponto de vista puramente mecânico o senador tem toda a razão: quem está nas barras é a presidente e não ele. E já que as águas dele são pretéritas, moinhos não movem mais.

Todavia, se ele fosse um homem moralmente previdente, dever-se-ia abster de apontar fedor em uma lama na qual ele mesmo chafurdou.

12 comentários:

  1. https://www.youtube.com/watch?v=8TESFaMkbTI PRESIDENTE ISSO QUE ELE,EXPLANOU PROCEDE,GRATO.

    ResponderExcluir
  2. A pergunta que não quer calar. Quanto o PSDB Pará está levando na construção do Mangueirinho? 1%, 2%, 10%?

    ResponderExcluir
  3. Então a tese dos petistas é que ele cometeu as pedaladas e Dilma não.

    ResponderExcluir
  4. é revoltante que acontece no brasil. os que julgam não tem moral para julgar ninguém.a oposição e a justiça nos fazem defender o PT . falta vergonha na cara da oposição e imparcialidade da justiça. até agora a filha e esposa de Eduardo cunha sem foro privilegiado não foram importunadas pela justiça, já de lula até caseiro já foi ameaçado e importunado. francamente não dá pra levar a serio esse pais

    ResponderExcluir
  5. uma coisa eu garanto, perdemos uma ótima oportunidade de salvar o Brasil. uma bomba devastadora detonando a camará dos deputados no dia da votação do impedimento. salvaria o pais desses parias e garanto que o espetáculo deles sendo espedaçados seria mais bacana que o espetáculo grotesco que nos foi mostrado

    ResponderExcluir
  6. Deputado, como ele praticou pedaladas fiscais se MG não possui banco público?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O diferimento contábil de despesas não autorizadas ou em desconformidade com a lei orçamentária, o que se chama coloquialmente de pedalada fiscal, não precisa ser obrigatoriamente cometido com bancos públicos. Sequer precisa ter um banco no intercurso. Dilma fez com os bancos, Anastasia fez com a contabilidade orçamentária através de alcance na receita a maior do que o autorizado nas despesas. Há governadores e prefeitos que, simples e grosseiramente, cancelam empenhos de um exercício para o outro.

      Excluir
    2. A não punição de um crime cometido não descriminaliza a ação. Acredito que a grande maioria dos Estados e Municípios descumprem a LRF sem nenhum tipo de punição. Agora podemos mudar isso, o senhor poderia junto a bancada do PMDB, tentar mudar os critérios para nomeação dos Conselheiros do TCM e do TCE.

      Excluir
  7. é o cardiologista que fuma, a nutrologa que ama bacon, prof educasao fisica gordo...uma coisa é uma coisa, outra coisa é outra coisa!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. pode ser...uma coisa é uma coisa, outra coisa é outra coisa..mas eu nunca não consegui fazer aula com prof de educação física gordo, você consegue?

      Excluir
    2. nao tive a oportunidade, mas caso ele seja reconhecido "tecnicamente" como um bom educador físico nao teria problema algum! abs

      Excluir

Comentários em CAIXA ALTA são convertidos para minúsculas. Há um filtro que glosa termos indevidos, substituindo-os por asteriscos.