04/11/2015

Alerta pertinente

Shot 014

O berço onde ocorreu o naufrágio do Haidar representa cerca de 5% do porto de Vila do Conde. O berço oposto, no mesmo píer, está desimpedido e o canal para acessa-lo desobstruído, podendo receber até dois navios do mesmo porte do Haidar, para embarcar ou desembarcar qualquer tipo de carga.

A operação de salvatgem do Haidar entrou em uma rotina que em nada incomoda o funcionamento sequer do píer em cujo calado sentou.

Mas se vamos tratar o caso com a lógica pré-lusitana (sem preconceitos, Virgílio) de que ao cair um avião fecha-se o aeroporto e cancela-se a linha que a aeronave oferecia, são outros 500 réis.

Aliás, bem mais que 500 réis, pois por este procedimento o Pará, além de perder divisas, também perderá - como ocorre com o açaí, que é exportado pelo Ceará –, para o Maranhão, que já está de braços abertos aos exportadores, o posto de maior exportador de gado da América do Sul.

Se não queremos o título e achamos que as divisas geradas não nos apetecem e nem compensam os nossos devaneios espirituais, seria honesto tratar a questão sob esse prisma, mas usar o estudo do átomo para condenar a bomba atômica, além de desonesto intelectualmente é reduzir a discussão ao Jardim de Infância.

Nesse diapasão, o alerta da coluna de “O Liberal”, colada como ilustração, é absolutamente pertinente.

9 comentários:

  1. De lá vem o que aqui não se precisa e de cá sai pra lá o que aqui faz falta.., será esta uma lógica pós-lusitana?

    ResponderExcluir

  2. Nº 211, quinta-feira, 5 de novembro de 2015

    COMPANHIA DOCAS DO ESTADO DE SÃO PAULO
    EXTRATO DE TERMO ADITIVO
    Processo: 22139/15-17 - Inexigibilidade de Licitação. Espécie: Primeiro
    Aditamento, datado de 21/09/2015, ao Contrato
    DP/11233.2014, datado de 21/05/2015, celebrado entre a Companhia
    Docas do Estado de São Paulo - CODESP e a EMPRESA GERENCIAL
    DE PROJETOS NAVAIS. Objeto do Termo: Prorrogar seu
    prazo por mais 01 (um) mês e 07 (sete) dias, com acréscimo de valor
    de R$ 93.990,55 (noventa e três mil e novecentos e noventa reais e
    cinqüenta e cinco centavos), equivalente a 24,67% (vinte e quatro
    inteiros e sessenta e sete centésimos por cento) do valor contratual,
    passando o valor global do contrato dos atuais R$ 381.042,75 (trezentos
    e oitenta e um mil e quarenta e dois reais e setenta e cinco
    centavos) para R$ 475.033.30 (quatrocentos e setenta e cinco mil e
    trinta e três reais e trinta centavos). Fundamentação: Art. 65, inciso I,
    alínea "b" e § 1º da Lei nº 8.666/93 e consoante autorização da
    Diretoria Executiva da CODESP, nos termos do deliberado em sua
    1731ª Reunião Ordinária, realizada em 08/10/2015. Signatários: Sr.
    Angelino Caputo e Oliveira, Diretor-Presidente da CODESP e o Sr.
    Carlos Alberto Briggs Vasconcellos, Chefe do Departamento Comercial
    da contratada.EDITAL DE CONVOCAÇÃO
    CONCURSO PÚBLICO No- 1/2015
    TAF - TESTE DE APTIDÃO FÍSICA obs: mas o d.e.s.t não tinha impedido as estatais de contratar ou algo que causasse onerosidade as companhias o que o sr tem a dizer presidente a respeito ,grata.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A pergunta deve ser dirigida ao Sr. Angelino Caputo, diretor-presidente da Codesp, que com certeza recebeu o ofício do Dest enviado a todas as estatais brasileiras.

      Excluir
    2. e o da bahia tb pois la assim como codesp tb esta em processo de certame

      Excluir
  3. Santa Casa: Trapaças e trapaceiro.

    Espalha-se de um ZAP para outro, imagem de um documento copiado no gabinete da presidência da Fundação Santa Casa, em que o governador do estado da ciência à presidente do órgão, da extinção do Adicional de Insalubridade, o qual deverá ser feito invocando texto original do RJU (1994) e uma humilhante 'escolha' da parte do servidor, entre um adicional e uma gratificação declaradas acumuláveis pelos tribunais de justiça e pelo TCE.

    Com este será o terceiro desfalque na remuneração dos servidores da Santa Casa em menos de um ano determinado por Simão Jatene, ficando ainda um quarto golpe a ser sentido somente em março-abril de 2016. A série começou imediatamente após o colapso do Pronto Socorro Municipal da 14 de Março, quando Jatene determinou que 180 novos leitos fossem apertados entre os já existentes, para suprir demanda crítica do setor de regulação do SUS no município. Em princípio vários servidores da PMB eram vistos circulando na Santa Casa, porém logo foram removidos para outras unidades municipais e o trabalho ficou todo com o pessoal da Santa Casa.

    Na contramão dos fatos, Jatene engendrou uma planilha na qual - apesar da produção extra de serviços realizada na Santa Casa - a receita própria do órgão teria sofrido redução (?), o que todos acabaram entendendo como um ardil para o corte de 20-25% nos quanta individuais da GDI - a Gratificação de Produção. E não satisfeito ainda, Jatene determinou a adição desta gratificação ao contracheque do servidor, gerando desconto de Imposto de Renda inédito sobre milhares de remunerações. Esta perda é de 7,5% em função da mudança de faixa de desconto (de isento para a faixa 1 e de faixa 1 para a 2). A quarta bomba está armada para o próximo imposto de renda (2016), quando milhares descobrirão que não terão mais direito a restituição. A trapaça do governador lhes atingiu.

    Comenta-se nos corredores do hospital, que findo o Adicional de Insalubridade, seria justo os servidores se sentirem também no direito a não realizar tarefas em meio biologicamente contaminante e prejudicial á saúde; ou seja: seria justo cruzar os braços e esperar que o governador mande alguém vir até o hospital (que entre outras é referencia para o atendimento hospitalar da AIDS) para 'botar a mão na m....'.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ei,aqui não é o mpf nem tampouco mp va até lá e faça a denucia

      Excluir
  4. presidente cade as planilhas do mês 9,10,11 Pág.: 1
    I - ÓRGÃO SUPERIOR: SECRETARIA DE PORTOS - SEP
    II - ÓRGÃO SUBORDINADO: COMPANHIA DOCAS DO PARÁ - CDP
    III - UNIDADE GESTORA: GERÊNCIA DE RECURSOS HUMANOS (GERHUM)
    DATA DA ÚLTIMA ATUALIZAÇÃO:08/2015
    MÊS DE REFERÊNCIA:08/2015 pois só esta como disponível https://www.cdp.com.br/documents/10180/44875303/EFETIVOS+2015/d5650ae0-fb3e-4c90-800f-c1c81b226755

    ResponderExcluir
  5. Se lemb ra quando descobriram aquela jovem trancafiada junto com os homens em uma delegacia no interior? Qual a solução? Demoliram a jaula. A burrocracia e a incompetência é isso, quer seja Jatene, quer seja o Helder e qualquer outro político que seja escolhido para o cargo. E viva o Pará, viva o Brasil.

    ResponderExcluir

Comentários em CAIXA ALTA são convertidos para minúsculas. Há um filtro que glosa termos indevidos, substituindo-os por asteriscos.