30/10/2015

Os mais prováveis

Screen 002

O cientista político Dornélio da Silva, da Doxa Comunicação, enviou-me as seguintes considerações sobre a mais recente pesquisa publicada pelo Ibope, sobre a eleição presidencial de 2018:

“A pergunta, pouco usual trabalhada pelo IBOPE, mediu o POTENCIAL e a REJEIÇÃO de alguns nomes. Nesta pesquisa não se trabalhou a intenção de voto (pelo menos não foi publicado). O Potencial de voto é a somatória da variável Votaria + Poderia Votar. Os maiores potenciais são de Aécio e Lula. Quanto à Rejeição: Aqui se extrai uma avaliação individual, isto é, todos os entrevistados avaliam cada candidato. Verifica-se que todos, exceto Aécio, tem rejeição acima de 50%.”

Abaixo, a tabela confeccionada por Dornélio, que diminui do potencial de votos (Votaria + Poderia votar) a rejeição (Não votaria) do candidato:

Screen 001

Conclui Dornélio, analisando a tabela acima:

“O fundamental da análise é quando subtraímos o Potencial da Rejeição. Todos os candidatos tem saldo negativo. Quer dizer, ninguém, nesse momento, é favorito. Ao contrário, todos estão em baixa politicamente. Nesse cenário há espaço para novos atores. Há um vácuo político de lideranças no Brasil.”

Com base nesse raciocínio, é lícito inferir que, se a eleição fosse agora, dos candidatos avaliados, os que teriam mais chances de vencer a corrida seriam aqueles com menor percentual negativo, ou seja:

Screen

Essa metodologia de leitura é incidentemente interessante ao revelar um quadro de posições diferente daquele obtido pela leitura direta dos percentuais de intenção de voto, que coloca Lula na dianteira (23%), seguido por Aécio (15%) e Marina (11%).

16 comentários:

  1. Há outro problema nessa pesquisa: Colocar Aécio, Serra e Alckmin juntos é dividir e muito os votos da oposição. Assim fica fácil pro Lula. E cadê o Bolsonaro na pesquisa?

    ResponderExcluir
  2. Considerando a afirmativa do texto: OS QUE TERIAM MAIS CHANCE DE VENCER A CORRIDA SERIAM AQUELES COM MENOR PERCENTUAL NEGATIVO...Sendo assim o de menos percentual negativo é Ciro com -32. E camarada -32 é menor que -5!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não é esse o sentido do quadro. No caso o menor percentual negativo é aquele que está mais perto do ponto de inflexão para o positivo, no caso: -5, está mais perto de zero, portanto é o menor percentual negativo do quadro. O percentual negativo vai ficando maior à medida que se distancia de zero, no caso o maior percentual negativo é o de Ciro.

      Excluir
    2. Sendo assim corrija a gafe, o seja do texto, ooumelhor e explique o método. Agradeço!

      Excluir
    3. Agradeço-lhe o zelo, mas não há o que corrigir, pois todos entenderam o sentido, inclusive você.

      Excluir
    4. E se um candidato A com potencial de voto de 70% e rejeição de 30%, logo possui um saldo de 40%. E agora o que dizer considerando a técnica OS QUE TERIAM MAIS CHANCE DE VENCER A CORRIDA SERIAM AQUELES COM MENOR PERCENTUAL NEGATIVO?

      Excluir
    5. Esse raciocínio só tem aplicação quando a rejeição é maior que o potencial de votos, pois aí ela é a grandeza principal da estatística. Se o potencial de votos é maior que a rejeição fere qualquer lógica aritmética subtrair dela o potencial, pois esse passa a ser a grandeza principal da estatística.

      Excluir
    6. Desta forma vc terá o saldo, ou seja, quanto maior o saldo maior a chance de vitória! Caro, neste caso, a principal grandeza estatística é a probabilidade, seguida da inferência!

      Excluir
  3. Realmente esse dado da XOXA Pesquisa é uma verdadeira burrice!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O dado não é da Doxa e sim do Ibope.

      Excluir
  4. Kakakaka. Só rindo das elucubrações do Dornélio que virou cientísta.. Tu não acerta uma, Dornélio.

    ResponderExcluir
  5. O Bolsonaro ganha de todos esses personagens indesejáveis juntos!!!!!

    ResponderExcluir
  6. E o FHC não tem potencial ou rejeição?

    ResponderExcluir
  7. Acredito que esteja havendo um equivoco por parte do cientista. Quando respondo se é o único candidato em quem votaria estou afirmando uma decisão. Quando digo que poderia votar em um candidato significa que é uma suposição, de seis candidatos, posso votar em um, mas também posso mudar e vir a escolher outro. A soma das duas variáveis gera o potencial de voto. O potencial de voto é uma possibilidade do candidato alcançar. Não é definitivo. Quando afirmo que não votaria no candidato de jeito nenhum estou expressando minha insatisfação por um ou mais candidatos. Então é simplista diminuir potencial de votos pela rejeição para apontar a situação eleitoral dos candidatos. A pergunta foi. O único em quem votaria, poderia votar e em qual candidatos não votaria de jeito nenhum. Não esqueça doutor que quando votamos escolhemos somente um dos candidatos e os outros rejeitamos.

    ResponderExcluir
  8. http://www.segurancaportuariaemfoco.com.br/2015/10/guarda-portuaria-reconquista-postos-no.html

    ResponderExcluir
  9. Quem tem dinheiro pra gastar ou potencial de arrecadar? Pesquisa na véspera ainda é só meio confiável avalie faltando anos, mas não deixa de ser assunto!

    ResponderExcluir

Comentários em CAIXA ALTA são convertidos para minúsculas. Há um filtro que glosa termos indevidos, substituindo-os por asteriscos.