28/08/2015

Tentativa de retornar a CPMF é mais problema que o governo causa a si mesmo

Screen 001

Por alguns dias achei que o governo teria, finalmente, aceitado que há uma grave crise política no país, com reflexos econômicas também graves, que precisa, de pronto, ser mitigada nas duas vertentes.

Pelo visto, inobstante, foi só um soluço a constatação, pois o Planalto voltou a ser acometido de câimbra mental ao declarar a intenção de recriar a CPMF, sem sequer perguntar aos líderes do Congresso se haveria clima para, pelo menos, conversar sobre a empreitada.

Em tempos de crise, como a que o Brasil vive, governos cortam gastos enxugando despesas. Criação de impostos ou taxas são medidas para serem tomadas em condições minimamente regulares de governabilidade, o que o Planalto não goza eventualmente.

O valor que poderia ser arrecadado pela CPMF, que dificilmente vicejará nessa tentativa autista de semeá-la novamente, poderia ser conseguido com uma reforma administrativa séria e não com meras relocações de ministérios menores para dentro de pastas maiores, que vão manter a mesma estrutura orgânica, pois isso é uma emenda cosmética que manterá o soneto do mesmo tamanho.

Qualquer estrutura governamental no Brasil pode ser cortada pela metade e, bem administrada, render o dobro, desde que o consequente desmonte das bases de decisão saia de Brasília, que se deveria conter a estabelecer metas e métodos, fiscalizar a execução e cobrar os resultados. 

Volto a repetir: alguém precisa ajudar o governo a se salvar de si mesmo.

6 comentários:

  1. Nessa administração, estupidez não tem limites. A exemplo do adiantamento de 13º salário a pensionistas e aposentados, criaram um problema desnecessário. Sabem que não tem como aprovar a volta da CPMF e jogam essa ideia criando mais desgaste ao Governo. Indo além do que disse Nelson Rodrigues, os idiotas não perderam apenas a modéstia, mas o bom senso.

    ResponderExcluir
  2. Esse pessoal se esclerosou de poder. Infelizmente vamos ser vítimas dessa multipla esclerose. É absolutamente necessário a eclosão de inteligências arejadas que possam pegar o timão e conduzir a nau brasileira a saída desse pantano. Ou vamos sofrer muito e sem remédio por mais 03 anos.

    ResponderExcluir
  3. A melhor receita: Presidenta Dilma , peça sair enquanto é tempo. O Brasil ficará eternamente grato.

    ResponderExcluir
  4. Ta me lembrando o governo da ana julia carepa - Não faz o que sabe e não sabe o que faz-

    ResponderExcluir
  5. não gosto do termo reforma, reforma é um pacote ou um saco de conteúdo desconhecido.
    quem está na presidencia deve fazer as coisas funcionarem, demitir corruptos depois dos processos respectivos, conseguir motivar todo o corpo funcional. Se o dnit funcionasse bem, muito coisa estaria melhor no país. Como fazer isso? é preciso vontade politica e ser eficiente. Corruptos contra os quais as provas não são suficientes para demissão, se não mostrarem disposição para exercer um bom trabalho deveriam ser transferidos para lugares que não desejam, para conseguir a sua demissão. O dnit deveria ter um departamento de pesquisas em algum lugar com bastante malaria, como ariquemes, ou outros lugares que sejam indesejaveis para os encastelados de brasilia que sejam refratarios.

    ResponderExcluir

Comentários em CAIXA ALTA são convertidos para minúsculas. Há um filtro que glosa termos indevidos, substituindo-os por asteriscos.