20/07/2015

Resgatando uma promissória assinada há 77 anos

Shot 014

A “operação muito ambiciosa” a que se refere George Weidenfeld, 95 anos, foi a fuga dele, e de mais cerca de 10 mil crianças, patrocinada por cristãos ingleses, nos famosos episódios dos “Kinderstransports” (Transportes de crianças) que foram operações que resgataram crianças judias da Alemanha, Áustria, Checoslováquia, Polônia e da cidade livre de Danzig, dias antes da eclosão da Segunda Guerra mundial e da segregação dos judeus pelo nazismo.

Essas crianças foram as únicas sobreviventes de milhares de famílias judias que sucumbiram no Holocausto. George Weidenfeld perdeu toda a família.

Shot 015

Reportou ontem (19) o The Independent, que Weidenfeld, hoje um milionário inglês, dono de uma das maiores editoras do Reino Unido, está pagando o transporte e financiando ajuda a cristãos que tentam escapar dos ataques do Estado Islâmico (EI) na Síria e no Iraque.

O EI, resgatando uma prática islâmica de 1000 anos atrás, tortura e executa cristãos nas áreas que domina.

Alguns países da Europa estabeleceram cotas para receber refugiados das áreas dominadas pelo EI e na semana passada a primeira leva bem sucedida de resgate, bancada por Weidenfelf, chegou a Polônia.

2 comentários:

  1. Pessoas como esse senhor fazem mais que a ONU. Podemos compará-lo a um outro milionário que montou um navio para ajudar os náufragos do mediterrâneo. Esperamos que as autoridades constituídas tomem realmente a iniciativa do salvamento das pessoas em áreas de conflito.

    ResponderExcluir
  2. Sensacional!!!!!
    Milhões de Cristãos foram assassinados por STALIM, em CUBA e na CHINA, uma pena não terem existido outros Georges para evitar essa matança, que alguns em insistem em querer que caia no esquecimento

    ResponderExcluir

Comentários em CAIXA ALTA são convertidos para minúsculas. Há um filtro que glosa termos indevidos, substituindo-os por asteriscos.