22/06/2015

JBS compra a inglesa Moy Park por R$ R$ 5,31 bilhões e se estabelece na Europa

Shot 014Como o Brasil, destarte a eventual virose, é uma das dez maiores economias do mundo, ou as empresas nacionais, à exemplo das corporações transnacionais, buscam escala ou serão engolidas por quem sair na frente.

Foi essa a lógica da trinca Jorge Paulo Lemann, Marcel Herrmann Telles e Carlos Alberto Sicupira, que se acabaram tornando, com a AB InBev, nos controladores de 20,2% do mercado mundial de cervejas. Depois deles, outra corporação é dona de 9,5% do mercado de cervejas: a britânica SAB-MILLER.

E é essa a lógica de Wesley Batista, CEO da brasileira JBS, que já é uma maiores indústrias de alimento do mundo.

Quem para de crescer perde escala, é o mantra das corporações, e por isso a JBS anunciou ontem (21) a compra de toda a unidade Moy Park do grupo Marfrig Global Foods, a britânica que é uma das líderes em produção de carne na Europa.

No fato relevante publicado ontem, a JBS declara que pagará à vista, pela Moy Park, US$ 1,19 bilhão (R$ 3,81 bilhões) e assumirá a totalidade da dívida da empresa: £300 milhões (R$ 1,5 bilhão) em títulos a vencer em 2021, ou seja, a JBS fez uma operação de R$ 5,31 bilhões para adquirir a Moy Park e fincar bandeira corporativa na Europa.

4 comentários:

  1. Era essa empresa que vendia carne de cavalo como se fosse bovina?
    para ingles ver?

    ResponderExcluir
  2. com o dinheiro facil do bndes fica facil expandir.

    ResponderExcluir
  3. se conitnuar esse processo deleterio, os brasileiros podem provocar inflação global.
    Que coisa feia é um banco nacional de desenvolvimento economico e SOCIAL só financiar corporações bilionarias. O que aconteceu com aqueles papos que se ouvia vinte anos atrás?

    ResponderExcluir

Comentários em CAIXA ALTA são convertidos para minúsculas. Há um filtro que glosa termos indevidos, substituindo-os por asteriscos.