26/02/2015

Estado Islâmico destrói manuscritos de 8 mil anos e estatuas assírias de 3 mil anos

O autodenominado Estado Islâmico (EI), que não passa de um grupo terrorista que faz carreira na intransigência, usando a religião como estandarte, para obter publicidade, além de decapitar e queimar prisioneiros feitos a esmo, agora destrói objetos milenares que são patrimônio da humanidade.

Ontem, a al-Furqan, braço de mídia do EI, postou imagens do momento em que os militantes da tribo explodiram a biblioteca Mossul, no Iraque.

Fundada em 1921, a biblioteca guardava um dos mais raros acervos de manuscritos da humanidade, alguns datados de 5000 a.C., além de diversos livros impressos durante a dominação do Império Otomano. Foi tudo pelos ares.

Feito o serviço na biblioteca, os desajustados cismaram com o Museu de Mossul: um vídeo mostra estatuas assírias de 3 mil anos sendo destruídas a marretadas.

Screen 003

Estas ruínas atrás de mim são ídolos e estátuas que o povo no passado venerava em vez de Alá. O profeta derrubou ídolos com as mãos nuas quando foi a Meca. Fomos ordenados por ele a destruí-los”, bradou o líder do grupo de destruidores, que na sua cretinice não é capaz de compreender que o objeto onde senta a sua marreta há muito perdeu a função de ídolo religioso e hoje é elemento de história da raça humana na Terra.

O EI tomou Mossul em junho de 2014 e desde lá pratica um genocídio cultural, pois a cidade concentra 1.791 sítios arqueológicos. Dentre esses sítios estão quatro paragens que foram capitais do império assírio.

4 comentários:

  1. Eu ainda acho que eles venderam tudo o que existia ali dentro pra financiar seu exercito do terror, pra algum bilhonário e destruiram replicas.
    Ou ainda vão vender

    ResponderExcluir
  2. PCCR da SEMOB:

    Servidor concursado que se encontra afastado por motivo de saúde teve sua vida transformada numa via crucis de várias viagens até a SEMOB tentando esclarecer sobre o PCCR do órgão, segundo o qual os servidores antigos passariam de vez para o regime estatutário. Mas pelo menos até agora tudo o que informaram na SEMOB foi de que ele não tem direito. Mas como? Alguém pelo amor de Deus pode esclarecer o que está acontecendo na SEMOB.

    ResponderExcluir
  3. so tinha um maluco no iraque que mantinha essa turma sobre controle,era o sadam husem mas os americanos usando a força bruta mataram o homem e destruiram o pais ,agora tem que aguentar o tranco e caladinho sem reclamar.

    ResponderExcluir
  4. Depois da morte homens, mulheres e crianças de forma indiscriminada e com requintes de crueldade (enterradas vivas, entre outras) a solicitação de ação (relativa a ONU) mais contundente, até o momento é da UNESCO. Solicita ação para salvar os artefatos históricos mesopotâmicos. Não discuto a importância desses objetos para a história da humanidade, mas, é assombroso, quando sua destruição causa maior clamor/indignação do que a vida de inocentes.

    ResponderExcluir

Comentários em CAIXA ALTA são convertidos para minúsculas. Há um filtro que glosa termos indevidos, substituindo-os por asteriscos.