02/01/2015

Resenha do blog e drops de 2014

> O blog

Shot 001

O Parsifal 5.6 terminou 2014 com 7 milhões 399 mil e 700 visualizações de páginas acumuladas desde 2006.

O total de acessos em 2014 foi de 1 milhão 402 mil 695 páginas: uma média de 3,8 mil acessos por dia, dos quais 60% são de todo o interior do Pará.

O Parsifal 5.6 acumula 7 mil 282 postagens e 56 mil 337 comentários publicados. Acumulados sem publicação – por não se coadunarem às regras do blog – estão 7 mil 312 comentários: um banco de dados do que se passa no etos e nas alcovas do Pará.

Agradeço a todos que passam por aqui. Seja para concordar, discordar, ratificar ou retificar as postagens publicadas.

Agradeço até àqueles que se danam a me insultar, pois também fazem parte da construção das estatísticas acima digitadas.

> Drops de 2014 

Shot 003

011Amanheceram 200 mil pessoas nas ruas de Kiev, capital da Ucrânia, protestando contra o governo do presidente Viktor Yanukovych, o que foi a pré-ignição de novas desavenças dos blocos Leste/Oeste, com o isolamento da Rússia e o seu realinhamento macrorregional.

linha

016A OMS reportou o avanço do ebola na África Ocidental. O ano terminou com um balanço de 19 mil mortes por ebola no mundo: quase uma pandemia. E chegamos a 2015 sem debelá-lo.

O voo MH370 da Malaysia Airlines desapareceu com 239 pessoas a bordo e até hoje permanece um mistério.

A Rússia anexou a Crimeia: foi o primeiro caso de anexação unilateral de um território soberano do século 21.  

linha

013O mundo assistiu o grupo islamita Boko Haram sequestrar 276 adolescentes na Nigéria, reincidindo uma prática pré Idade Média de acasalamento que se pensava finada na era contemporânea.

304 adolescentes sul-coreanos, que faziam uma incursão escolar em uma balsa, pereceram afogados após o naufrágio da embarcação.

A ceifadora levou um dos ícones da literatura mundial, prêmio Nobel da Literatura, o colombiano Gabriel García Marquez.

O papa Francisco canonizou João XXIII e João Paulo II.  

linha

012Outra catástrofe aérea envolvendo a Malaysia Airlines: um míssil derrubou um Boeing 777 da companhia, que cruzava uma zona controlada pelos separatistas pró-russos no Leste da Ucrânia, mantando 298 pessoas.

linha

014A indesejada das gentes levou um dos astros do cinema: o ator Robin Williams, 63 anos. A perícia constatou que o próprio Robin tomou a foice das mãos da ceifadora e golpeou a si mesmo.

 

linha

018A Escócia assustou o milenar Reino Unido com um plebiscito que deliberou a separação, ou não, da Coroa Britânica. O Reino permaneceu Unido pelo quase: 45% dos escoceses disseram sim e 55% não.

linha

017A ceifadora levou o mexicano Roberto Bolaños, criador e intérprete do Chaves e do Chapolin e nós ficamos com aquela sensação chapoliniana de “Oh, e agora, quem poderá nos defender?”.

linha

015Já na esteira do Natal, a longínqua e low profile Austrália evidenciou-se: um islamita iraniano fez 17 reféns em uma cafeteria da pacata Sidney. O sequestro durou 16 horas e três pessoas, incluindo o sequestrador, morreram na operação de resgate.

O mundo ouviu e viu os presidentes dos EUA, Barack Obama e de Cuba, Raul Castro, anunciarem, concomitantemente, a retomada de relações diplomáticas dos dois países.

linha

E para descer a cortina, abaixo, um ótimo vídeo, elaborado pela equipe do Google, com lapsos de 2014:

3 comentários:

  1. Parsifal;

    "Médicos de dia e de noite": a "unanimidade estática" dos governos tucanos no Pará:

    A expressão tem tudo a ver com o discurso político no Brasil, e foi lembrada de passagem no discurso de Renan Calheiros durante a posse da presidenta Dilma, referindo-se a reforma política que não sai nunca.

    Considerando a política regional, já se tornou uma unanimidade estática entre os governantes tucanos a promessa de "botar médicos de dia e de noite à disposição da população carente". A frase foi dita no palanque do Almir, rebatida no palanque do Jatene, requentada no palanque do Zenaldo e seguindo uma tradição que atravessou séculos, foi resgatada e repetida no discurso de posse de Heloísa Guimarães na SESPA.

    Pobres porteiros!

    ResponderExcluir
  2. Parsi, o número de acessos aumentou em 2014?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, mas muito pouco: cerca de 15 mil acessos a mais.

      Excluir

Comentários em CAIXA ALTA são convertidos para minúsculas. Há um filtro que glosa termos indevidos, substituindo-os por asteriscos.