26/11/2014

Águas paradas

Passada a eleição para o governo do Pará, o ronco das máquinas e o frenesi das obras voltam à pachorrenta normalidade do ócio.

A foto abaixo revela o “andamento” das obras de prolongamento da avenida João Paulo II, da travessa Mariano até a rodovia Mário Covas, que estaria pronta até dezembro: abandonada ao tempo, afinal, para que pressa agora?

Shot 007

A empreiteira, a Camargo Corrêa, reclama falta de pagamento. Paciência, o governador precisa primeiro arrumar a casa, que ele pegou totalmente arrasada pelo processo eleitoral.

3 comentários:

  1. Deixa o homem trabalhar deputado! O senhor só tem olhos pra vê defeitos nesse governo, procure vê as qualidades também, que certamente o senhor às encontrará.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E quem lhe disse que eu, ou qualquer mortal, pode impedir um governador de trabalhar?
      As qualidades de qualquer governo a mídia paga e oficial mostra a um preço, algumas vezes, mais caro que a obra. Alguém tem que mostrar os defeitos que é para que o governo, se tiver expediente e humildade, corrigir.

      Excluir
  2. Também pudera! Quem é o secretario de infra-estrutura? Com essa equipe de governo, essas eternas obras serão inauguradas pelo Helder em 2019. José Afonso Soares faz muita falta a esse governo. "Tocou" inumeras obras ao mesmo tempo, inclusive a Alça Viária, seguindo rigorosamente o cronograma. E já doente do mal que lhe tirou a vida. Sem comparação. O cara nunca administrou uma obra na antiga Celpa, não montou uma subestação ou mesmo uma linha de transmissão.

    ResponderExcluir

Comentários em CAIXA ALTA são convertidos para minúsculas. Há um filtro que glosa termos indevidos, substituindo-os por asteriscos.