20/09/2014

Iveiga: Helder vence a eleição em 1º turno

Pesquisa iVeiga publicada hoje (20) aponta que Helder (PMDB) venceria a eleição em 1º turno.

Shot001

Shot002

Como o percentual alcançado por Helder (42,4%) é maior que a soma do percentual alcançado por Jatene somado ao percentual dos outros candidatos (39,58%), o resultado da pesquisa aponta que Helder venceria a eleição em 1º turno.

> Paulo Rocha lidera para o Senado

Para o Senado, o iVeiga aponta que Paulo Rocha (PT) lidera a corrida com 19,3%, seguido por Jefferson Lima (PP) com 12,3% e Mario Couto (PSDB) com 9,1%,

A pesquisa foi feita em todo o Pará, no período de 14 a 19 de setembro de 2014. A margem de erro da pesquisa é de 3 pontos percentuais para mais ou para menos e está registrada no TRE/PA: PA – 00030/2014.

12 comentários:

  1. Só um trouxa acreditar nessa pesquisa encomendada pelo Barbalhão!!!! Jatene vai acabar com essa brincadeira de gato e rato no primeiro turno. Ah, o gato é o Jatene e o rato de armazém é o "mágico" Hélder....ele adora fazer as "obras" sumirem.

    ResponderExcluir
  2. credo! hoje saiu mais duas pesquisas uma jatene ganha em primeiro turno outra helder ganha em primeiro turno! vão enlouquecer os eleitores!

    ResponderExcluir
  3. Deputado,
    Com a bomba da gravação de propina da filha do Jateve com o seu programa Pro-pai agora os tecn$$$$$$$$$$$cos estão desesperados.

    ResponderExcluir
  4. http://www.diarioonline.com.br/noticias/para/noticia-302129-dialogo-de-filha-de-jatene-expoe-grande-escandalo.html

    ResponderExcluir
  5. Eu sou um trouxa.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nós somos trouxas, brincadeira,me sinto no deserto do saará sem MP.,sem JUSTICÇA, essa merda !!!!!!!!!!!!!!!

      Excluir
  6. Só peço uma coisa deputado, caso o Helder seja eleito, seja o Secretário de Educação. Só isso.

    ResponderExcluir
  7. Em relação ao senado: os candidatos Paulo Rocha (PT), Jefferson Lima (PP) e Helenilson (PSD) todos estes partidos fazem parte da base de apoio da Dilma. Fico imaginando um destes candidatos em Brasília sendo submissos ao Planalto, defendendo a corrupção na Petrobrás, só falando o que o Planalto permite.
    Precisamos de um senador de luta que seja nosso digno representante no Senado e a melhor opção sem dúvida é o Mario Couto - 456.

    ResponderExcluir
  8. Como podemos ver, caro deputado, os institutos de pesquisa do Pará trabalhar para que paga as pesquisas, e não a serviço do eleitor. Em uma Jatene ganha em primeiro turno. Em outra Helder é o vencedor. Acho que na verdade os eleitores do Pará não tem é opção para votar em um candidato realmente sério e essa disputa só sera resolvida com a apuração dos votos do dia 05/10. Antes dessa data, todo e qualquer resultado de pesquisa será mera especulação.

    ResponderExcluir
  9. como podemos votar em Hélder que em Ananideua não deu conta de governar imagina se o Pará todo ele daria. fala sério né, ele num merece ganhar nem pra cachorro pq um cachorro tem vergonha mais do que ele. Jatene 45

    ResponderExcluir
  10. Nobre blogueiro uma situação peculiar por essa pesquisa. Fazendo uma análise desse Instituto, a disputa aparece acirrada: Na estimulada, o crescimento de Helder Barbalho entre a divulgada anteriormente e essa atual foi de 1%, enquanto Simão Jatene foi de quase 3%. A diferença em votos declarados que era de 81 na pesquisa anterior agora caiu para 61. Isso demonstra um empate técnico, dentro do limite de erro de 3%. Portanto, nesses 13 dias antes das eleições muita coisa pode acontecer. Inclusive nada.

    ResponderExcluir
  11. Eu vou votar e no Elder, chega de Jatene
    eu quero mudança,
    Não devemos jugar o livro pela capa, ou so porque lemos as primeiras folhas, temos que ler ate o final pra dizer se ele Bom ou Ruin.
    Então devemos ver o Governo do Helder, ai sim vamos, vamos ver se ele fez um Bom governo ou não.
    entre o Jatene eo Helder
    prefiro o Helder,
    fica a dica....

    ResponderExcluir

Comentários em CAIXA ALTA são convertidos para minúsculas. Há um filtro que glosa termos indevidos, substituindo-os por asteriscos.