18/09/2014

De Lula para Marina

Shot 003

Pela primeira vez o ex-presidente Lula se referiu diretamente à candidata do PSB, Marina Silva.

O repto ocorreu em São Paulo, num comício com o candidato do PT, Alexandre Padilha, quando Lula comentou a notícia de que Marina haveria chorado por conta de críticas a ela tecidas por ele.

Se a companheira está chateada porque eu não escolhi ela, paciência. Não vá chorar na imprensa dizendo que eu falei mal, porque eu nunca falei o nome dela em nenhum comício a não ser aqui hoje”. Lula refere-se ao conto que afirma ter sido Marina preterida por Dilma quando da sucessão dele.

Prosseguiu Lula que Marina "nasceu, cresceu e teve todos os cargos no PT e agora fala mal do PT", complementando que ela “foi ministra até quando ela quis ser ministra”.

> O terço da missa

Marina Silva conduz a campanha de forma equivocada, fazendo do seu único torque uma suposta aura de impalpabilidade: não é possível ir à guerra com flores.

Com a atitude, Marina galvaniza as opções que já estocava e se transformou em mera receptáculo da rejeição de Dilma àqueles que a descarregavam em Aécio Neves, por falta de outra candidatura viável.

O quociente eventual dessa aritmética é que permaneceram com o tucano aqueles que não embarcam desejo de mudar a opção de voto nele e migraram para Marina os que nela viram a probabilidade maior de vencer o lulo-petismo.

Como Marina não consegue embarcar na sua campanha nada além da eventualidade, e tem no ralo tempo de rádio e TV o seu maior empecilho, terá que mostrar a que virá apenas no 2° turno, quando os tempos se igualam.

Se nesse imediato futuro ela não conseguir resistir a ventania, terá perdido, mais uma vez, o alvo fado de ser presidente do Brasil.

4 comentários:

  1. Parsifal;

    As críticas que vêm do PT contra Marina, são as mesmas que vinham do PSDB de FHC contra o Lula (e que ela ajudava a rebater); com uma honrosa diferença: apesar de detestável, FHC assumia a autoria das críticas e não sofria de "amnésia seletiva", já o Lula quer governar o país detrás da cortina e a memória nunca funciona quando é para se lembrar dos esquemas de corrupção em que estiveram diretamente envolvidos os altos escalões do PT.

    ResponderExcluir
  2. Parsifal;

    Coisas do mundo:

    Os donos de redes de supermercados em Belém decidiram acabar com a esperteza, o ganho fácil e a malandragem... de alguns empregados. A medida foi mais uma dessas coisas que soam como a plena concordância entre opressores e oprimidos, quando o assunto é botar todos os oprimidos dentro do mesmo barco. Sem regalias a uma minoria.

    Os alvos da medida foram aqueles garotos (em alguns lugares também adultos) que faziam entrega de compras nas residências situadas em vias adjacentes ao supermercado. De fato uma minoria destes (como sempre), fazia as suas traquinagens, e o patrão não pode aceitar isso; mas também fazem muita falta; pois não são poucos os relatos de tombos sofridos por senhoras, principalmente as mais idosas, que no dia-a-dia andam por ruas esburacadas com vários volumes nas mãos. Pelo menos uma delas foi a óbito em decorrência da queda e de fraturas comprometedoras que sofreu.

    Um amigo de muitos anos me ensinou a ser generoso com essas pessoas. Sempre dou uma boa gorjeta. Várias vezes vi aqueles garotos disputando quem levaria as minhas compras. Os mais espertos se ofereciam para levar até a mesa da cozinha, e faziam até um agrado para o meu cachorro (que nem sempre correspondia na mesma moeda).

    Acredito que o universo do ser humano deva ser expandido, para que hajam mais formas de se demonstrar as iniciativas pessoais. Vejo com pessimismo essas coisas que limitam, limitam, limitam. Tal como os garotos de entrega de compra, eu também tenho sofrido muitas limitações no serviço público (e garanto que muita gente perdeu com isso); onde o opressor faz o mesmo jogo e os oprimidos se comportam da mesma maneira.

    No trabalho procuro amenizar o inconformismo de alguns colegas (que ganham menos) trazendo sempre uma mensagem de otimismo, emprestando dinheiro (que nunca volta para o meu bolbo), pagando lanches de vez em quando, assinando rifas (sem nunca ter ganho uma), concordando que ponham meu nome nessas 'listas de baby-shower', etc, etc, etc.

    ResponderExcluir
  3. O Lulinha, esse porco, espera que alguém vá falar bem do PT. Eles junto com o Zé Dirceu envergonham o país e seu povo, mas o PMDB não fica longe!
    AGORA É MARINA JÁ, PRA ONTEM!

    ResponderExcluir
  4. AS pesquisas só enganam, a MARINA vai ganhar, quer a GLOBO queira ou não queira.
    Se vai governar? É detalhe!

    ResponderExcluir

Comentários em CAIXA ALTA são convertidos para minúsculas. Há um filtro que glosa termos indevidos, substituindo-os por asteriscos.