26/09/2014

A culpa é toda sua

Shot 003

Quando, por alguma razão, eu tentava encontrar algum culpado por uma falha por mim cometida, meu pai apoquentava-me com uma das suas impagáveis tiradas. Olhando-me em tom rispidamente franco, disparava:

- Rapaz, se tu queres mesmo saber quem é o culpado disso, vai até o espelho e o encontraras refletido nele!

Eu não tenho a menor ideia de onde ele achava estes chistes fulminantes, pois era um homem sem letras, que mal terminou o primário, embora eu sempre o flagrasse lendo alguma coisa, o que também me despertou o gosto pela leitura.

Com essas surras verbais que levava nas mais diversas ocasiões – não que eu não tenha levado algumas do seu cinto de couro de maracajá - aprendi a ter presença de espírito para enfrentar as mais constrangedoras situações na vida, a jamais procurar culpados pelos meus próprios fracassos e, principalmente, a levantar, sacudir a poeira, e dar a volta por cima.

Ao ler, ontem (25), no Elite Day, a frase de Jack Ma, o novo homem mais rico da China, que negritei na ilustração, ouvi a voz do meu pai a me tanger ao espelho.

É claro que se transformar em rico ou permanecer pobre não é exclusivamente uma questão de culpa, pois o intricado sistema econômico que está por trás de todo manejo financeiro muito tem a ver com oportunidades e a capacidade de estar à ilharga delas, quando ocorrem.

Mas sob a frase de Ma está o conselho de que não se deve despender tempo procurando os culpados dos nosso fracassos, pois o timão da sua vida cabe a você comandar, e das suas escolhas, nos momentos nos quais dobram os sinos, dependerá a previsão meteorológica do seu amanhã.

Portanto, não culpe aquela bela moça que fala a previsão do tempo, se ela disse que ia fazer sol, você saiu de casa sem o guarda-chuva e tomou um banho: foi você quem escolheu acreditar nela.

6 comentários:

  1. Essa frase final é muito mais complexa,,do que supõe quaiqer vã filosofia!

    ResponderExcluir
  2. Parsifal;

    Sim e não.

    Tem muita gente aí filho de juiz, de governador, de deputado, que não precisa nenhum esforço, pois tem cargo de assessor garantido nos tribunais, tem nepotismo cruzado, tem "dinheirinho", tem mandato, etc.

    Quando o governador e o prefeito contratam na peixada, por tempo limitado, tiram as chances de gente que estuda, que poderia ter ao menos uma oportunidade de lutar (várias vezses) para ver o retorno de seu esforço para se tornar um bom profisisonal e melhorar de vida.

    O empresariado local é bem diferente de outros lugares do sul e sudeste. Aqui tem muita vaga para trabalho mal pago e semi-escravidão. Tenho ouvido de profissionais técnicos de nível médio que eles estão perdendo a cada dia dezenas de postos de trabalho no setor de abastecimento, cultura, turismo, etc.

    Tem coisa boa acontecendo, como muita gente das classes C e D dentro do 3° grau. Mas isso é obra do governo federal. Aqui no estado o governador Simão Jatene fala em reforma de escolas como se enchesse o peito para vender gato por lebre, querendo convencer os alunos de que o "basicão" é uma "notável abastância".

    Eu não quero ser um "Duciomar Costa", cuja esperteza e falta de atributos éticos o catapultaram da pobreza para o enriquecimento na política. Basta ser um profissional bem educado e empregado, com uma vidinha mais ou menos sortida de realizações.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Por isso mesmo é que o tamanho do governo tem que diminuir, principalmente esses inúmeros DAS por aí

      Excluir
  3. As possibilidaes são:
    1 Ganhar na mega sena
    2 Traficante de drogas
    3 Ser prefeito de Tucuruí

    ResponderExcluir
  4. Como dizia a mãe do Jáder. Meu filho, o que é seu, é seu, você tem querer é o que é dos outros.

    ResponderExcluir
  5. Esse chinês deve procurar um psiquiatra como estão fazendo os donos das grandes fortunas nos Estados Unidos. É um tremendo babaca.

    ResponderExcluir

Comentários em CAIXA ALTA são convertidos para minúsculas. Há um filtro que glosa termos indevidos, substituindo-os por asteriscos.