23/07/2014

Deputado federal de Pernambuco revela proposta de R$ 6 milhões para apoio ao PSB no estado

Shot 002

Matéria da “Folha de S. Paulo” de hoje (23) reporta que o deputado federal José Augusto Maia (Pros-PE) relatou ter recebido proposta de "vantagem financeira" para coligar o seu partido com o PSB em Pernambuco, cujo candidato a governador é Paulo Câmara (PSB), escolhido pelo presidenciável Eduardo Campos para sucedê-lo.

O autor da proposta teria sido o presidente nacional do Pros, Eurípedes Jr., juntamente como o líder da bancada do PP na Câmara, Eduardo da Fonte (PE).

> R$ 6 milhões

Maia não revelou o valor, alegando que falará em juízo caso seja processado, mas dois outros deputados federais que participaram da suposta conversa, afirmaram que a proposta foi de R$ 6 milhões.

> Comme d'habitude

É o segundo desvelo das alcovas políticas que frequentam os partidos nas montagens de coligações. Em maio desse ano, o deputado federal Antônio Andrade (PMDB-MG) revelou que o presidente do PSDB de Minas, deputado federal Marcus Pestana, ofereceu a ele R$ 20 milhões, e a vaga do Senado, para que o PMDB coligasse com o PSDB no estado.

> Reforma política

Apenas uma reforma política que vete coligações nas eleições proporcionais e nas majoritárias em 1° turno, e estabeleça cláusula de barreiras partidárias, poderia mudar essa prática que, na verdade, quem propõe sabe que não cumprirá sequer a metade e quem aceita sabe que não receberá sequer a quarta parte.

6 comentários:

  1. Parsifal, eh verdade que o senador Mario Couto estah inelegivel????

    O teclado estah desconfigurado.

    http://blogdocjk.blogspot.com.br/2014/07/mario-couto-inelegivel-escandalo-ainda.html

    http://diogenesbrandao.blogspot.com.br/2014/07/senador-mario-couto-esta-inelegivel.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não creio. A filiação partidária, embora possa ter, eventualmente, alguma incongruência no sistema da Justiça Eleitoral, é uma condição outorgada partidariamente, e o PSDB pode resolver o problema, se é que, de fato, existe um.

      Excluir
  2. Consultando o site do TSE , eu verifiquei que ele estah desfiliado.

    O numero do titulo dele eh esse 000084521325.

    ResponderExcluir
  3. Ao que parece, só aqui no Pará foi formada uma coligação onde não houve tran$ações, em todo os sentidos. Pelo menos é o tentam fazer crer os que se consideram éticos. Talvez a dona Lúcia - aquela que acha que Felipão fez um excelente trabalho- acredite nisso.

    ResponderExcluir
  4. O que o PMDB recebeu pra apoiar a Dilma?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você não sabe? Precisa acompanhar melhor a vida política nacional, pois é a política que decide tudo que tem de bom e de ruim nas nossas vidas.
      O PMDB recebeu, há quatro anos, a presidência do Senado, a presidência da Câmara Federal, 6 ministérios e 5 estatais.
      E não se esqueça: o PMDB, com a segunda maior bancada da Câmara Federal, a maior bancada do Senado, 1.027 prefeitos, 11.240 vereadores e 16,7 milhões de votos nas últimas eleições (2012), se mantém como o maior partido do Brasil e está entre os 10 maiores partidos do mundo.

      Excluir

Comentários em CAIXA ALTA são convertidos para minúsculas. Há um filtro que glosa termos indevidos, substituindo-os por asteriscos.