31/05/2014

Barquinhos de papel e pinturas com café

Eu tenho uma mania que cultivo desde criança: fazer barquinhos de papel e despreza-los a navegar em qualquer água. Faço-os com qualquer pedaço de papel inservível que me venha às mãos, e não raro o atendente leva a minha xícara de café com um resto no fundo e um barquinho navegando nela.

Shot006

O arquiteto romeno Adrian Mitu tem uma mania bem mais peculiar que a minha, que o diferencia de mim: ele é um artista e eu um mero dobrador de papel.

Mitu desenha automóveis com um lápis e depois os pinta, usando com única tinta o resto do café que bebe. O resultado da arte pode ser visto clicando sobre a imagem abaixo, que é uma das suas pinturas.

Shot005

2 comentários:

  1. Prbenss pela postagem e comentário sobre o Artista belas fotografias

    ResponderExcluir
  2. Wilson - Tucuruí01/06/2014 12:43

    Vamos aproveitar um desses barquinhos de papel para mandar o Jatreme pescar roubalos, perdão, robalos, em alto-mar.

    ResponderExcluir

Comentários em CAIXA ALTA são convertidos para minúsculas. Há um filtro que glosa termos indevidos, substituindo-os por asteriscos.