29/01/2014

Os ventos do Norte não movem moinhos

No Instagram, Ademir Andrade, presidente do PSB do Pará, posta a fotografia do palanque, no Pará, do governador de Pernambuco Eduardo Campos (PSB), pré-candidato à presidente da República.

Shot003

Ademir relata uma “audiência animadora em Recife”, avisa que Campos virá ao Pará “na primeira quinzena de março”, e diz esperar que Marina Silva seja vice de Campos.

O jornalista Kennedy Alencar relatou ontem (28) que “Marina Silva aceitou ser candidata a vice-presidente da República” na chapa de Campos.

Relata Ademir Andrade que “é possível que o PSB tenha candidatura própria ao governo do Pará”.

> No verão passado

Em 2013, Eduardo Campos enviou um emissário ao Pará. A missão era encontrar quem lhe montasse o palanque presidencial no Estado.

O emissário bateu em duas portas: a primeira pronto recusou a tese. A segunda sugeriu expectativa. A lista não tinha o nome de Ademir Andrade.

O ato contínuo foi um encontro, alhures, entre Campos, Simão Jatene e Sidney Rosa, quando, à revelia do PSB do Pará, Rosa converteu-se ao socialismo.

> Apocalipse na tipitinga

A arremetida fez tipitinga: os bastidores escuros da política geram conjecturas tão férteis e mirabolantes  que acabam fornecendo a quem não as tinham, a vontade de experimentá-las.

Na boca de uns Rosa era candidato a deputado federal e nas de outros candidato ao Senado. Os dois imediatamente atingidos pelas teses, Ademir Andrade e Mario Couto, ameaçaram abrir, de uma só vez, os setes selos do apocalipse.

> Em cena a Procuradoria Regional Eleitoral

Apimentando o folhetim, a PRE requisitou o mandato de Sidney Rosa por se ter deslocado do PSDB para o PSB. Aumentando o banzeiro, acostou à representação uma certidão asseverando que Sidney Rosa não é animal e nem vegetal: é um protista, pois não está filiado no PSDB e nem no PSB.

> O ventríloquo, os desafinados e os inúteis

A representação contra Sidney Rosa, enquanto não julgada, não o impede de pedir registro à candidatura que lhe foi cingida na alcova, ou a qualquer outra que escape à queimada sem aceiro que incinera o paço.

Para potencializar a coivara, Simão Jatene trabalha um teatro das sombras cujo enredo é renunciar, ou licenciar-se, no final de março, para reger a desafinada orquestra com a batuta na mão de outrem.

Jatene deve achar que tem um olho em uma terra de cegos, mas à guisa de ser caolho faz-se um dublê de ventríloquo, e se quer mesmo sair à francesa deveria fazer, antes, um favor ao Pará livrando-se de um horda de inúteis aboletados no governo, pois como disse Voltaire, “o melhor governo é aquele em que há o menor número de homens inúteis”.

7 comentários:

  1. Então o Governador deve fazer diferente do que fez Helder Barbalho ao nomear como assessor o então pré-candidato EDUARDO DA MACHADO, hoje prefeito de Santana do Araguaia. Pois este recebeu por algum tempo uma assessoria da prefeitura de Ananindeua sem pisar um dia sequer no município para trabalhar, somente recebendo seu (nosso) valioso dinheiro (público). Esses políticos......

    ResponderExcluir
  2. Caro Parsifal, ainda tem muitos, mas o Governador já eliminou uma boa quantidade de inúteis aboletados no Governo ao romper com o PMDB e consequentemente defenestrar pessoas dos quadros deste fisiológico partido da Administração Estadual.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, mas como você mesmo assevera, ainda tem muitos, inclusive o próprio.

      Excluir
    2. Nobre deputado, dizem alguns conterrâneos teus - de Tucuruí -, que outrora quando Prefeito daquele município nomeastes como assessor Joércio Barbalho. Pergunta - Ele era útil em que sentido para o munícipio para que fizesse jus ao salário pago com recursos daquele erário?

      Excluir
    3. Esses "alguns conterrâneos" meus quem lhe passaram a informação erraram feio. O Joércio jamais foi nomeado para cargo algum na prefeitura de Tucuruí e nunca pela prefeitura de Tucuruí para parte alguma.
      Procure mais um pouco que você encontra onde o nomeei, qual foi o órgão e o que ele fazia.
      Acerte e lhe pago um cafezinho com uma deliciosa tapioquinha ali na Big Ben da Batista Campos.
      Mas isso não quer dizer que não nomeei gente inútil na prefeitura: nomeei uns 30 completamente inúteis e esse foi um dos defeitos da minha administração, por isso falo com conhecimento to de causa.

      Excluir
  3. Sidiney Rosa e um Fraco que ferrou com boa parte da industria do estado do Pará... Deus me livré!!!

    ResponderExcluir
  4. Jatene já escalou o grande causídico Antônio Armando pra resolver o problema de Shidney no TRE.

    ResponderExcluir

Comentários em CAIXA ALTA são convertidos para minúsculas. Há um filtro que glosa termos indevidos, substituindo-os por asteriscos.