24/01/2014

Faturando com os alagamentos em Belém

Os constantes alagamentos em Belém, que entram e saem prefeitos prometendo resolver, desde que Francisco Castelo Branco aqui jogou âncora em 1616, são agora geradores de renda.

Shot001

Segundo matéria de “O Liberal”, edição de hoje (24), a meninada das imediações da Avenida João Paulo II, na altura da Doutor Freitas, cobra até R$ 100 tirar os carros que “apagam” na travessia do rio que se forma na avenida ao primeiro desaguar.

Mas não culpem os alcaides: alagamentos já são parte da nossa cultura. Até o aeroporto alaga quando chove…

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários em CAIXA ALTA são convertidos para minúsculas. Há um filtro que glosa termos indevidos, substituindo-os por asteriscos.