23/01/2014

Dispensa de licitação é objeto de ação por improbidade administrativa, em Minas Gerais…

Shot009

As dispensas de licitação continuam a dar problemas aos contratantes, pelo menos alhures: aqui no Pará, onde a maioria dos administradores públicos lê a Lei das Licitações de ponta-cabeça, ainda nada ocorre e se dispensa licitação até para comprar açaí, que tem uma batedeira em cada esquina.

Antes tarde do que nunca, o Ministério Público de Minas Gerais denunciou, por improbidade administrativa, o senador Zezé Perrella (PDT-MG), seu filho, deputado estadual Gustavo Perrella (SDD) e o irmão do senador, Geraldo de Oliveira, por “terem dado prejuízos aos cofres públicos em contratos feitos sem licitação para a produção de grãos para o programa Minas Sem Fome, do governo de Minas Gerais, entre 2007 e 2009.".

O MPE-MG pediu, liminarmente, o bloqueio de bens e a quebra do sigilo bancário dos denunciados, o que foi deferido pelo juízo da 3ª Vara da Fazenda Pública de Belo Horizonte.

3 comentários:

  1. O senhor sabe informar se o MPE apurou as denuncias que a deputada Simone fez das fraudes do Pioneiro na ALEPA?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não. Nenhuma providência foi tomada.

      Excluir
  2. vao achar cocaina com o titio perrela

    ResponderExcluir

Comentários em CAIXA ALTA são convertidos para minúsculas. Há um filtro que glosa termos indevidos, substituindo-os por asteriscos.