11/09/2013

A gestante de Chaves repete a adolescente de Abaetetuba

Shot002

O governo Jatene passa a ter a sua versão de ofensa aos direitos humanos através do mau uso de uma cadeia pública.

> Abaetetuba

Sob Ana Júlia foi um terremoto quando, em 2007, descobriu-se, em Abaetetuba, uma adolescente de 15 anos presa em uma cela com 20 homens: os delegados da cidade e o então delegado geral foram exonerados.

> Chaves

Ontem (10), a imprensa nacional reportou que na cidade de Chaves, no Marajó, uma mulher grávida de dois meses foi mantida presa em uma cela com seis homens. É quase impossível que a mulher não tenha sofrido violência sexual na cela, como ocorreu com a adolescente em Abaetetuba.

> Sem prisão feminina

O delegado local confirmou a prisão e alegou que a gestante “foi mantida no local porque não existe cadeia feminina no município”.

A emenda é tão chula quanto o soneto inventado no episódio de Abaetetuba, quando o delegado-geral da Polícia Civil do Pará, Raimundo Benassuly, afirmou, em depoimento à Comissão de Direitos Humanos no Senado, que a adolescente “tinha alguma debilidade mental”.

Alguém vai chamar o delegado-geral tucano para depor na Comissão de Direitos Humanos do Senado, ou fica por isso mesmo?

36 comentários:

  1. Parsifal é inaceitável que um delegado faça uma besteira como essa.
    Será que ele não estava por aqui quando da prisão daquela jovem?
    Estupidez não tem limite

    ResponderExcluir
  2. A cada nódoa que aparece, nota-se as semelhanças entre o anterior e este que termina.

    ResponderExcluir
  3. São as antigas e temidas celas unisex.

    ResponderExcluir
  4. Parcifal esse delegado vem cometendo arbitrariedades em Chaves, essa e só mais uma das tantas e pior diz que faz em nome do magistrado, sera que o senhor juiz realmente mandou este delegado prender a moça, para poder atrair companheiro dela, suposto bandido? Pior de tudo tentar se desculpar usando o nome do padre da cidade.

    ResponderExcluir
  5. Esse é mais uma prova do desgoverno Jatene.

    ResponderExcluir
  6. Parsifal, onde foi que o jatene,arrumou esse atual Delegado Geral. O cara parece um Anão.

    ResponderExcluir
  7. Parsifal, onde o jatene, arrumou esse Delegado Geral. O cara parece um anão.

    ResponderExcluir
  8. deputado parsifal,o que mais me surpreendeu foi o presidente do sindicato dos delegados dizer em entrevista que foi ordem judicial,como ordem judicial?chaves é uma cidade pequena e todos sabem,inclusive o juiz que não tem cela feminina,é um absurdo,abuso de autoridade,deixar essa pobre moça mantida na mesma cela com homens,além de gestante,ainda amamentava dentro do xadrez seu filho,que constrangimento!o estado tem que apurar a responsabilidade com rigor,pois é inconcebível a atitude de prender a moça pra servir de isca,qual o crime cometido por ela?que diga o juiz,que diga o delegado.deputado, ajude com a sua voz na tribuna,chaves não merece passar por essa vergonha nacional,pensei que jamais poderíamos ver o reprise do filme " abaetetuba",o estado tem que dar uma resposta imediata,sob pena de omissão,que deus proteja chaves desse tipo de pessoas,aonde todos os direitos humanos são violados.

    ResponderExcluir
  9. Parsifal;

    O caso de Chaves evoca o romance "Marajó", do grande escritor paraense Dalcídio Jurandir, pela naturalidade com que os direitos humanos permanecem desconhecidos na vastidão deste arquipélago. Não entendo como tantos podem defender governos eleitos democraticamente no século XXI, se estes governos ainda acham natural a submissão total dos mais pobres aos caprichos dos que mandam (com a conivência dos que julgam e a miopia dos que fiscalizam).

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Primorosa a sua intervenção. Vai para o frontpage. Caso queira se identificar para eu dar o crédito, fique à vontade.

      Excluir
  10. A SEGURANÇA DO ONZE DE SETEMBRO DAQUI

    Meu Caro Parsifal

    Te confesso não entender o que realmente se passa com o Governador, será que alguém colocou na sua cabeça que o nível ruim em que se encontra a segurança no estado pode piorar se o secretario for trocado? Será que ele acha que as poucas boas ações do Propaz fazem um contra balanço na segurança gerando empate técnico?

    Cada vez mais eu me convenço que existe uma barreira para que certos acontecimentos não sejam de seu conhecimento imediatamente ou que ele simplesmente está apenas completando seu mandato para vestir o pijama, a máxima de quem detém o poder executivo nas mãos diz que quem errou deve ser imediatamente afastado para evitar respingos e demonstrar que não existe cumplicidade com o fato, como isso não vem ocorrendo sinto-me fortalecido para avultar sem exagerar minha duvida entre a barreira e o pijama!

    Boatos sobre sua saúde são constantes já cheguei a ouvir que em São Paulo ele foi se operar mas apenas abriram e fechara seu corpo por nada poderem fazer, também ouvi que sua esposa não esta satisfeita com o desgaste físico que ele esta sendo submetido pelo cargo que ocupa, os dois boatos acima não geram credibilidade para justificar o pijama são ao meu ver apenas especulações,.

    Um fato real mostra claramente o que deve acontecer em 2014 a ida do Sergio Leão para o Tribunal de Contas , não é segredo para ninguém que ele vai do parceiro passando pelo braço direito e chegando ao posto de melhor amigo do Jatene e quem em sã consciência procuraria abrigar longe do governo tal pessoa imprescindível na sua vida política antes de terminar o primeiro mandato se não tivesse certeza de não existir o segundo?

    Um apelo de coração ao Jatene independente de qualquer coisa, sei que você tem bom coração, um apelo não de quem votou em você como eu votei, um apelo como pai faça qualquer coisa para evitar que o nome de sua única filha que atualmente comanda do Propaz um programa cujo nome já diz tudo seja desvirtuado por causa de ações de insegurança até de quem já esta preso dado que uma hora algo parecido pode alcançá-la , imagine se o programa tivesse fazendo um comando em Chaves com a presença dela quando isso ocorreu o pano para manga que daria?

    É ou não é ineditismo um estado onde a própria Secretaria de Segurança não se satisfazendo com o que faz com a população se encarrega de tirar a segurança até de preso!

    Conversa entre o patrão e um de seus funcionários
    Venha cá seu Raimundo o que você fez ontem?
    Eu passei o dia ontem fazendo porra nem uma!
    E o que você vai fazer hoje?
    Continuar minha tarefa de ontem, pois ainda não terminei!

    ((((MCB))))

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Parabéns, oportuno e gratificante ler sua intervenção!!!
      Mais em Chaves o problema é grave..o delegado diz que obedeceu ordem do magistrado e ai? quem tem culpa? a moça que era casada com um bandido? ou o bandido que a prendeu como "isca"?

      Excluir
    2. Se ela nem um crime cometeu o juiz tem culpa, porem o delegado tem uma culpa e um pecado , a culpa foi não mantê-la detida ou presa na sua sala e o pecado foi não analisar o efeito do seu ato! Fica aqui uma sugestão a quem de direito verifiquem todas as delegacias do estado e confiram se existe duas celas!

      Excluir
  11. Não adianta. Nada cola nestes tucanos. Vou aprontar agora e dizer que sou filiado ao PSDB,sou tucano. ai nada vai pegar.
    se fosse um PTista.... hum tava fu.... esse

    ResponderExcluir
  12. Aproveite a deixa e solicite ao Senador do PMDB-Pará que faça suas articulações para convidar o Delegado à Comissão de Direitos Humanos. Afinal de contas, é uma oportunidade do Senador comparecer ao órgão em que trabalha.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não use intermediários. Acesse o Portal do Senado e faça a sua sugestão diretamente.

      Excluir
  13. Deputado Parsifal, Eu sou de Santa cruz do ararí e como todo o Brasil estou atentamente acompanhando o desenrolar dos acontecimentos na nossa vizinha Chaves, pois todos lembram a enorme repercussão que teve o suposto caso dos maus tratos aos cachorros de Santa cruz do Ararí, pois bem, longe de mim achar que os cachorros mereciam a suposta crueldade,mas não sou hipócrita em não observar que o caso de Chaves é bem mais grave, senão vamos aos fatos uma jovem mãezinha inocente, humilde e negra! Foi presa, jogada em uma cela na companhia de vários homens,ofendida moralmente, obrigada a amamentar seu bebê de apenas onze meses na cela fétida e sem o minimo de higiene necessária para que fosse celebrado o ato de amamentação e largada a própria sorte durante três dias, não fosse os presos demonstrarem que neste ato foram muito mais humanos e responsáveis que o juiz da comarca que segundo o presidente do sindicato dos delegados do estado do Pará,Teria expedido a ordem judicial para que efetuassem a prisão e o delegado que a executou, a jovem poderia ter sofrido abusos e humilhações incalculáveis!!!! E agora governador Jatene? E agora direitos humanos? E agora imprensa? E agora CNJ? E agora secretária de segurança pública? E agora senadores e deputados congressistas? E agora Alepa? E agora povo paraense? Vamos todos cobrar providencias !Se o Governador não é conivente, que tome as providencias que o caso requer! Se a corregedoria da policia civil não é conivente e corporativista que venha a punir o delegado! Se a corregedoria do judiciário não é conivente e corporativista que possa punir exemplarmente este juiz! QUE ME PERDOEM OS MEMBROS DA SOCIEDADE PROTETORA DOS ANIMAIS, MAS POR QUE NO ESTADO DO PARÁ SE PUNE COM MAIS SEVERIDADE QUEM MAU TRATA CÃES E COM MUITO MENOS QUEM MAU TRATA E HUMILHA SERES HUMANOS? INCLUSIVE MULHER E UM BEBÊ DE APENAS 11 MESES! DELEGADO, JUIZ, PROMOTOR, DESEMBARGADOR E ETC.... SÃO PARA APLICAR A LEI E NÃO FAZER A LEI DE ACORDO COM A CONVENIÊNCIA DELES!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você tem razão. A parte final do seu comentário vai para o frontpage.

      Excluir
    2. 19:41;

      Falando em ratos. Eu posso ver um rato na minha área de serviço, e mesmo não tendo nenhuma fobia específica, decidir acabar com a vida dele por uma questão profilática, depois procurar um meio e executar a eliminação. Ao longo dos anos, desenvolvi no meio desse ato uma reflexão sobre qual deva ser a forma mais rápida e que não me permita sentir outra coisa (tipo diversão, crueldade, etc), apenas a morte do rato.

      Falando em cães. Embora seja uma prática aceita em muitos países para controle epidemiológico de doenças, ao longo dos tempos a eliminação de cães vem sendo substituída pela castração e recolhimento dos cães sem dono em abrigos públicos e particulares. Muito melhor do que promover um festival de horror com dinheiro público, que acabou levando várias pessoas a extrapolarem suas "tarefas" e a invadir residências para furtar cães e vendê-los ao prefeito exterminador. Consciência nessas horas virou "luxo dos membros da sociedade protetora dos animais" - até da parte de quem não participou da matança dos cães!

      Falando em seres humanos, ou mais especificamente da mulher. Nem sempre foi assim, nem foi muito fácil, porém admito que a minha conduta perante o rato e o cão possa me tornar uma pessoa diferente em relação a uma mulher. Talvez se eu só afugentasse o rato, isso me fizesse uma pessoa diferente. Para melhor.

      Excluir
    3. Deputado,venho pedir socorro ao senhor! Sou de Chaves, não vou me identificar por que tenho medo de represálias, pois aqui em chaves, instalou-se uma verdadeira e vergonhosa ditadura, onde o juiz protege bandidos e manda pai de família para a cadeia, com a conivência do ministério público de Chaves, onde curiosamente o promotor,segundo matéria do G1.com, afirma que não ocorreu em chaves o fato que está sendo divulgado a todo instante na mídia paraense, e que todas as pessoas que estão sendo ouvidas pela equipe que se deslocou até aqui, estão confirmando o fato que foi público e notório, e que toda a pequena Chaves tomou conhecimento! a pergunta é! o que leva o promotor, paulo igor, a prestar falsas informações? a resposta é! provavelmente existem outros culpados, dizem que o delegado estava cumprindo uma ordem judicial e evidentemente expedida pelo juiz local dr; Leonel figueiredo cavalcante, que por sinal tem trabalhado em outras comarcas com este promotor e que segundo se comenta quando está em Chaves, mora casa da prefeitura que é erradamente cedida ao juiz! em são félix do xingú, onde o magistrado se envolveu em vários situações que não condinzem com o que deve ser a atuação de um juiz,inclusive dando tiros em uma pessoa nas dependências do fórum, foi absolvido contando com testemunhos de vários subalternos! pensem os senhores se existe um crime onde ouve a participação de duas ou mais pessoas, é justo ser punido apenas um? se pegue pra bode expiatório apenas quem executou o crime? e o mandante? no caso em tela o juiz, que segundo o que está sendo amplamente divulgado na imprensa,foi quem expediu a ordem judicial, e chaves é tão pequena que afirmo com convicção que tanto ele tem conhecimento que não temos cela feminina em Chaves, como provavelmente era do conhecimento dele a manutenção da jovem na cela! e o promotor quando informa, segundo a imprensa que não aconteceu tal fato na comarca, é no minimo conivente e também merece ser punido exemplarmente,sob pena do ministério público do Pará cair em completo descrédito! Resumo da história, provavelmente o delegado foi o executor, o juiz o mandante e o promotor está tentando acobertar, para livrar a cara do seu amigo e a dele também! vamos lá Brasil!!!! JUSTIÇA, JUSTIÇA, JUSTIÇA, JUSTIÇA.........

      Excluir
    4. Na terça-feira farei um pronunciamento na Alepa sobre o que você aqui comenta.

      Excluir
    5. Meu caro deputado, fico até emocionado de saber que minha humilde súplica está sendo ouvida pelo nobre deputado, infelizmente não tenho condições de estar na galeria da ALEPA, para acompanhar seu comentário e parabeniza-lo ao final, mas vou convocar algumas pessoas de minha família que residem aí em Belém, para estarem presentes acompanhando este seu ato louvável de grande parlamentar e peemedebista que é! muito obrigado e continue sempre assim que DEUS, sempre estará ao nosso lado!

      Excluir
  14. Onde estará o deputado Arnaldo jordy, outrora árduo defensor dos direitos humanos? será que não está sabendo deste episódio? mas o Brasil inteiro sabe! será que não quer se envolver por ser em Chaves onde ele se orgulha de falar que a prefeita apesar de ser do PMDB,tem compromisso político só com ele? será que é por que não está em período eleitoral e ele não lucraria votos com isso? ou simplesmente caiu a ficha dele e percebeu que quem incentiva e ordena, que uma moça grávida dele cometa um aborto, ou seja autoriza o assassinato do próprio filho, não tem moral para julgar ninguém!!!! Aliás deputado Parsífal pontes, por que será que isto caiu no esquecimento? quem se diz tão moralista, tem que ser julgado por este crime!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Há coisas e pessoas que conseguem que tudo caia no esquecimento...

      Excluir
  15. deputado parsifal pontes,também sou filho de chaves,temendo retaliação desses covardes,permita-me não declinar meu nome,fico feliz pela sensibilidade em relação a este fato que veio a tona através da cnbb,alepa,oab,jornais,redes sociais,etc.vamos aguardar vosso pronunciamento,pra nós ,filhos deste pobre municipio marajoara,temos a certeza que sua fala irá ao encontro do anseio do povo chavense,que clama por justiça,o que este delegado fez é abominável,com as bençãos do judiciário,pois o delegado declarou que estava cumprindo ordem judicial,a sociedade brasileira quer saber qual o crime que a moça cometeu pra motivar a sua prisão?deputado parsifal,o delegado geral rilmar firmino,foi taxativo em dizer que o tal delegado edgar não será afastado da função,pois isso configuraria punição antecipada,sem a coclusão do processo administrativo,agora deputa,querer manter o delegado em chaves,é uma afronta ao povo de chaves,já ficou claro,evidenciado que não o queremos aqui,que façam sua transferencia já,hoje deputao parsifal,preferimos não ter delegado no municipio do que ter este que comete crimes contra a dignidade humana,nos ajude pra não ficar impune este delegado,cobre do governador,sec.de segurança,tribunal de justiça,etc.

    ResponderExcluir
  16. espantado pela entrevista do promotor de justiça de chaves,em dizer que a prisão da jovem de chaves não aconteceu,pois ja investigou o caso e constatou que tudo estava dentro da maior naturalidade,a quem o ministério público quer enganar?o delegado a cada momento inventa uma estória para desqualificar o que fez,mas não está dando certo, fica claro é que o ministério público,que é o órgão fiscalizador não está cumprindo o seu papel,pelo ao menos neste caso,querer dar asas ao anjo edgar,coloca-lo em uma redoma não da mais,as pessoas se dspuseram a depor,sem medo,sem constrangimento,tenho certeza que não terminará em pizza este episodio triste que aconteceu em chaves marajó pará.

    ResponderExcluir
  17. Agora essa jovem é a coitadinha da história, quando queimaram a casa do Sr. Manoel Leandro, com ele dentro que por sorte teve tempo para fugir, ela devia ser uma das mulheres que estava no meio dos bandidos, porque tinha mulheres no meio deles, quando eles estavam foragidos ela estava no meio deles, agora ela é a coitadinha, fala sério isso é o cúmulo da idiotice querer defender bandida, porque quem se mete com bandido, bandida é. Não estou defendendo o delegado, porque afinal não o conheço pessoalmente, tem gente que só conhece a metade da história, não sabe nem o que ta falando.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. pelas tuas palavras não passas de uma ou um verdadeiro(a)idiota, ignorante e ao que parece comprometida com a sujeira que está escancarada aqui em chaves, pois tua mãe pode ser a maior traficante deste país, porém jamais você poderá ser presa como isca para atraí-la,quem sequestra para exigir algo em troca é bandido e não policia ou justiça! tenha vergonha de você mesma e publique uma nota pedindo desculpas a sociedade por você pré- julgar esta jovem mãe humilde ,desamparada,negra, mas que não tem nem um envolvimento com o mundo crime e a criança que era levada a ser amamentada dentro da sela, na tua opinião também é bandida? merecia passar por isso?

      Excluir
    2. Não consigo entender este comentário,mas achei inoportuno,como não sabemos metade da historia,acho que vc é que não sabe,pois próprio delegado diz que ela não cometeu nenhum delito,mas manteve a jovem presa por 3 dias,independente do acontecido na casa do sr Manoel Leandro,o que fizeram com esta moça é um descalabro sem tamanho,seus direitos enquanto cidadã foram todos violados,ou vc acha que pela condição social da jovem ela não tem direito algum,tu és um ou uma grande idiota,defender quem não tem defesa,coloca a mão na consciência pelo besteirol que escrevestes.

      Excluir
  18. Meu caro deputado Parsifal, eu ainda não vou criticar como o fato já merece, vou aguardar o posicionamento que a comissão que está em visita a Chaves, enviada pela secretaria de segurança pública, venha a divulgar! Mas é muito estranho que a comissão tenha ficado a portas fechadas por cerca de 4:hs com o juiz local,dr:Leonel figueiredo cavalcante,Que é useiro em se envolver em abusos de poder por outras comarcas onde passou, por que prioridade para ouvi-lo em detrimento a várias pessoas que aguardavam para depor, não é preciso ser muito inteligente para saber que ele(juiz) deve ter todo o interesse em proteger o delegado, pois ele tendo expedido o mandado de prisão,como já tem sido colocado inclusive pelo presidente do sindicato dos delegados, é sem duvida nem uma co-responsável e merece punição tanto quanto o delegado e tem mais parece uma orquestra do mal, pois o promotor que é amigo pessoal do referido magistrado, segundo a imprensa já se apressou em dizer que não aconteceu nada de irregular em Chaves, quando toda a população tem conhecimento do ocorrido! acho que tem muito a se descobrir, é só ter um pouco de responsabilidade! o governo do estado tem a obrigação de cobrar punição exemplar a todos os envolvidos e não apenas ao delegado. vou observar e se nada acontecer vamos pras ruas cobrar! Queremos esclarecimentos por parte do governo do estado, caso contrário vamos as ruas chamar a atenção do Brasil e do mundo, Pois é inaceitável o que está acontecendo aqui em Chaves, pois se já não bastasse o promotor afirmar a imprensa que não aconteceu o caso da jovem Graciene, que foi presa na mesma cela com seis homens no ultimo dia 27,fato que toda acidade conhece e só ele curiosamente desconhece(omite),ontem após a saída da comissão que foi colher depoimento em Chaves, segundo está alarmado aqui o juiz acompanhado do promotor, fizeram uma sessão de interrogatório e uma série de ameaças ao comandante do barco que a Graciene viajou a Belém, tentando obter informações de quem teria autorizado a ida dela no barco, quem teria pago a passagem dela , quem teria acompanhado ela até o barco e quem a teria ido apanhar no porto de Belém! estamos clamando as autoridades competentes que se posicionem com urgência, pois qual o interesse deles em abafar o caso? é de se imaginar que eles estão envolvidos em outros casos sórdidos junto com este delegado, e com medo que ele venha a cair e abra a boca em relação a outros assuntos, senão o que justificaria tanta disposição em abafar o escândalo que eles(juiz e promotor) tem a obrigação de apurar e punir! Agradecemos a você deputado Parsífal, Disponibilizar este espaço para que possamos vir á público manifestar nosso repúdio e clamar por providências urgentes, E peço ao sr deputado e as demais autoridades que venham a ler este apelo, que chamem pra si a responsabilidade de cobrar, Apurar e imediatamente punir os envolvidos! Me pergunto o que é pior, um bandido autoridade ou uma autoridade bandida?

    ResponderExcluir
  19. deputado o negocio aqui em chaves ta muito ruim, o juiz e o promotor tao mandando chamar o dono do barco que amenina viajou pra belém e intimiidando pra que eles digam quem levou ammenina que o delegado prendeu com homens na cela da delegaciaa, ontem na chegada do baarco eles maandaram buscar o encarregado do barco e botaram pressão praa ele informar qquem tinha levaado a meninaa pra belem, o povo aqui tá com medo deles, porqque eless querem saber quem levou a menina e tao contra isso se foi tudo verdade a gente acha que eless quere ajudar o delegado , pq o delegado deve saber outras coisaa errada que eles já mandaro ele faze, o juiz peensa que é o tal pode errar que nada acontece, nós ajudi deputado eles humilho muita gente aqui, deputado o senhor acha que eles tao certo por aque eles queri esconde esse casso da menina eles deviam era ta ajudando a encontra a verdade que todos eles sabe e querii essconde

    ResponderExcluir
  20. é nitida pressão que promotor e juiz fazem a população de chaves para abafar o caso da senhora presa na cela junto com homens, se a corregedoria do mp do pará e a corregedoria do judiciário nãao tomarem providencias erá um escandalo e uma grande covardia com o sofrido povo de chaves! não é necessário acreditar em mim é só enviar uma equipe séria pra investigar que terao muitas surpresas! pq será o grande interesse de descobrirem quem incentivou a moça ir a belém ? será que querem perseguir ou mandar matar?

    ResponderExcluir
  21. Deputado Parsifal,a pessoa da minha família que foi ontem a alepa, acredito que ela deva ter chegado lá depois do seu pronunciamento, que nos foi prometido para terça feira, em relação ao caso de Chaves, pois a mesma não ouviu o sr falar sobre isso, caso o sr tenha esquecido, lhe peço encarecidamente que de o destaque que este caso merece, pois se as autoridades não tomarem esta iniciativa, certamente muitas pessoas inclusive parentes da vitima sofrerão muitas perseguições por parte do delegado e principalmente do juiz e promotor de Chaves, pois os mesmos que deveriam estar engajados nesta luta por justiça estão na contramão tentando com grande empenho abafar o caso, intimidando as pessoas, ao invés de terem dado apoiamento a jovem que foi presa na mesma com seis homens em Chaves, a ultima que eles( promotor e juiz) aprontaram aqui em Chaves, foi tentar colher informações junto ao proprietário , comandante e funcionários do barco (santo expedito), a cerca do por que eles teriam levado ela a Belém, quem teria pago a passagem dela, quem teria levado ela até o barco, quem teria ido apanhar ela no porto de Belém, o que o sr acha deputado, por que esta tentativa de intimidar o povo? por que a tentativa de abafar o caso a todo custo? eles estão fazendo isto aqui de forma escancarada, toda a cidade tem conhecimento disso! porém em um lugar isolado como o nosso, onde não está presente a imprensa e quem deveria defender o povo como o juiz, promotor e delegado, simplesmente rasgam a constituição federal e fazem suas proprías leis,acontece esses absurdos! aqui em Chaves em outra oportunidade o juiz de arma em punhos(revolver) já intimidou e partiu pra cima de um idoso pai de família, em plena pista de pouso sob os nossos olhares perplexos e amedrontados! muita vontade de denunciar,mas muito medo da represália, pois sabemos que ele não está aqui cumprindo a lei e sim fazendo e impondo a lei dele com a conivência do promotor! Deputado é uma das coisas mais tristes desse mundo o cidadão ser roubado por um policial( o que não é o caso aqui),de quem se espera proteção e ser intimidado e injustiçado pelo ministério público e pelo judiciário, órgãos que esperamos imparcialidade e justiça nos seus julgamentos e pontos de vista. O juiz aqui neste longínquo município se acha um semideus!!!! Socorro deputado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A minha inscrição no grande expediente (horários em que os deputados podem falar sobre qualquer assunto que não esteja na pauta) não me abriu tempo ontem, pois havia dois deputados inscritos antes de mim. Mas falei sobre o assunto, ontem (17) na audiência sobre segurança pública ocorrida às 15H na Alepa. Estavam presentes o delegado do interior e a corregedora da Polícia Civil.

      Excluir
    2. Fico muito grato deputado, mas peço ao sr que leve isto á plenário, pois este caso aqui é tão grave quanto o de abaetétuba, mas devido a distância e a dificuldade de transporte para chegar até aqui, quer seja a imprensa ou qualquer outro órgão que pudesse mostrar ao mundo o que aconteceu aqui( o caso da Graciene e outros)e o que está acontecendo aqui(tentativa do juiz e promotor em abafar o referido caso), não conseguem chegar com a mesma facilidade que chegavam a abaetétuba! por isso deputado tememos que pode cair no esquecimento este caso como querem juiz , promotor e delegado, afirmo isso devido a conduta deles que já relatei anteriormente! e digo mais se cair no esquecimento eles vão deitar e rolar em cima do povo de Chaves.

      Excluir
  22. está no diario oficial do estado abertura de procedimento administrativo disciplinar(pad),contra o delegado edgar,03 delegadas estarão a frente desse processo que envolve este delegado que manteve uma jovem de gravida presa em cela junto com 6 homens no municipio de chaves,ilha do marajó,e ainda tendo que amamentar seu filho de 11 meses,que seja exemplar a punição do delegado edgar,pois o mesmo violou todos os direitos dessa jovem ao deixá-la no carcere junto com homens.

    ResponderExcluir

Comentários em CAIXA ALTA são convertidos para minúsculas. Há um filtro que glosa termos indevidos, substituindo-os por asteriscos.