18/07/2013

Vaticano concede remição de pecados por curtição no facebook

Simão Magno, salvo engano em Samaria, viu os apóstolos operando milagres e lhes ofereceu dinheiro para que dessem a ele o dom de também operar milagres.

Dai o termo simonia (ato de Simão) à prática que a Igreja de Roma assumiu mais tarde para traficar, além de outras coisas, indulgências. A venda indiscriminada de indulgencias foi o epicentro do cisma que culminou com a Reforma Protestante no século XVI.

Shot005

A Santa Sé mantém até hoje o seu departamento de indulgências. É a “Penitenciária Apostólica”, que publicou ontem (17) um decreto que concede perdão por pecados cometidos antes da Jornada Mundial da Juventude (JMJ), quando o papa Francisco estará no Brasil.

> Condicionantes

O decreto condiciona que os pecadores precisam estar sinceramente arrependidos, fazerem as confissões dos seus pecados e, caso não possam comparecer ao evento, devem acompanha-lo pelas redes sociais, “dentre elas o Twitter, além da televisão e do rádio.”.

> Simonias

Portanto, aproveite para pecar à vontade até o dia 23 de julho, quando começa a JMJ, pois a Santa Sé não mais cobra 30 dinheiros para perdoar as suas traquinagens pecaminosas, apenas umas curtidas no face ou manter o dial do rádio na movimentação papal.

> Não tão simples

Mas não pense que para escapar do inferno, ou diminuir o tempo de purgatório, bastarão umas curtidas na página da JMJ no facebook ou participar dos trending topics do Twitter do papa.

Disse o arcebispo Claudio Celli ao Corriere della Sera que “você não pode obter o perdão como se estivesse comprando café de uma máquina", ou seja, vire-se para inculcar que está verdadeiramente arrependido, ou as suas curtidas e twitadas não elidirão da sua pena um dia sequer nos domínios de belzebu.

9 comentários:

  1. Respostas
    1. Eu usei o termo "remição" propositadamente, para significar que a Igreja Romana ao ainda trata a questão como uma dívida pura e simples. Para a verdadeira "remissão" do pecado basta tão somente o sincero arrependimento, não sendo preciso pagamento algum. O Vaticano "precifica" os pecados e dá "remição" mediante o cumprimento de uma condição além do arrependimento qual seja turbinar as suas mídias sociais.

      Excluir
  2. Etimologicamente correto, deputado:
    Na remição, acepção da seara jurídica, cessação de obrigação do devedor por pagamento; na remissão, perdão.

    ResponderExcluir
  3. Nenhum homem tem autoridade nesta terra para remir pecado alheio.

    ResponderExcluir
  4. Caro deputado, indulgência não é perdão de pecados, mas a remissão da pena temporal devida por eles. Quando você peca, você causa um dano terreno que, se não for reparado por uma boa obra ou penitência, será expiado no purgatório. A indulgência serve para remir essa pena que seria cumprida lá.As indulgências podem ser plenárias(totais) ou parciais.
    Pecado só é perdoado, mediante sincero arrependimento e compromisso de não mais pecar, no sacramento da confissão (o qual é pressuposto para receber a indulgência).

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Observe que a especifidade da indulgência resulta da remissão da pena em virtude do pecado, através de atitudes (indulgeo). O conteúdo, todavia, a Igreja transformou no continente e começou a negocia-la, o que se transformou em uma remição onerosa, pois é preciso pagar com algo. Portanto, A indulgência acabou se transformando no perdão em sim mesma, pois se, após o arrependimento sincero, está perdoado o pecado, ele está extinto e esse acessório não passa de uma construção da Igreja Romana para angariar fundos e, por isso, com justeza, Lutero cismou.

      Excluir
  5. Onde tá escrito na Bíblia sobre o purgatório mesmo? Ah, já sei, está escrito em São Anônimo 18:49.

    Heb 9:27 - ...Aos homens está ordenado morrerem uma vez, vindo depois disso o juízo.

    ResponderExcluir
  6. celio ramos19/07/2013 11:15

    Caro Dep. , não é para o senhor , absolutamente , pois é apenas o escrevinhador do texto , mas na minha opinião isso é uma p... idiotice da igreja romana , pois o único que perdoa é o Senhor e Ele não cobra nada , apenas quer uma coisa do pecador : seu sincero arrependimento e que o cristão não volte mais a cometer o mesmo pecado , obrigado .Célio Ramos

    ResponderExcluir
  7. Se bastasse o arrependimento para o perdão, isso seria uma injustiça com as vítimas dos pecadores e Deus não é injusto. Reparar os erros cometidos é caminho para a remissão, só que uma organização que pregue isso não teria tantos seguidores quanto os que dizem que após o sujeito fazer toda bandalheira que quiser é só se arrepender e tudo bém.Todos vamos prestar contas não só do mal que fizemos mais do bem que deixamos de realizar.

    ResponderExcluir

Comentários em CAIXA ALTA são convertidos para minúsculas. Há um filtro que glosa termos indevidos, substituindo-os por asteriscos.