03/04/2017

O Trump do agreste

Shot 006

O senador Renan Calheiros (PMDB-AL), depois que deixou a presidência do Senado, passou a ter crise existencial e, ao seu parecer, encontrou uma maneira de a mídia não esquecer dele: virou o Cancão de Fogo do PMDB, ou, como já lhe chamam nos corredores do Planalto, o Trump do Agreste.

Na amarga expectativa do que lhe traz a Lava Jato e com a atroz dúvida na sua reeleição pelo estado de Alagoas, Renan Calheiros, líder do PMDB no Senado, investe diariamente contra Michel Temer, tornando-se mais oposição ao governo que o PT.

Na mais perfeita tradução do anarquista italiano, na linha do que se há governo sou contra, Renan desanca desde a política econômica do governo até as reformas que Temer banca no Congresso, como a da Previdência e a Trabalhista, aproveitando para, de quebra, acusar Temer de destruir as conquistas dos trabalhadores com a sanção da Lei da Terceirização.

Como Temer tem altíssima rejeição no Nordeste (como em todo o Brasil) e ele, Renan, juntamente com o seu filho, Renan Filho (PMDB), governador de Alagoas, vislumbram dificuldades de reeleição, os marqueteiros de Renan Calheiros lhe fazem crer que o remédio imediato é romper com Temer e fazer o discurso da oposição, aliando-se com Lula, que ainda tem estoque eleitoral de respeito na região.

Diferentemente do que anunciou a imprensa no final da semana passada, o presidente Temer ainda não desistiu de Renan Calheiros a ponto de determinar que o governo o ignore, mas é fato que a corda está bastante esticada entre os dois.

É a confederação PMDB com soluços.

Um comentário:

  1. comparar trump com renan? nunca o nome de trump foi tao vilipendiado...

    ResponderExcluir

Comentários em CAIXA ALTA são convertidos para minúsculas. Há um filtro que glosa termos indevidos, substituindo-os por asteriscos.