17/11/2016

A manchete do ano

Shot007

A manchete do Diário do Pará de hoje, independentemente de interpretações políticas e partidárias, foi a mais oportuna, irreverente, espirituosa e verdadeira do ano de 2016.

É fato incontestável que o uso da máquina pública em campanhas eleitorais que levou Garotinho à prisão foi o mesmo usado no Pará na reeleição de Simão Jatene e de Zenaldo Coutinho, ambos com processos impetrados pelo Ministério Público Eleitoral, em ações que se tipificam juridicamente de formas coincidentes.

No Rio de Janeiro a farra resultou na prisão do ex-governador Garotinho, decretada pelo juízo eleitoral do TRE-RJ e mantida pelo Tribunal Superior Eleitoral.

No caso, só mudou a cor da chita, cujo tecido escureceu no Rio, mas o vestido de ambos é do mesmo feitio.

5 comentários:

  1. Por aqui, tem empreiteira abrindo o ilustre bico sobre Belo Monte. Tem gente insone à beira da Baía

    ResponderExcluir
  2. Parsifal, voces ja perderam mas o choro é livre. Quero ver a manchete quando o MORO passar por aqui.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eis a moral bipolar do brasileiro: o meu time pode fazer qualquer coisa e o qualquer coisa dele é diferente do qualquer coisa do outro.

      Excluir
  3. http://laurochammacorreia.jusbrasil.com.br/noticias/405742547/beneficiario-do-inss-deve-romper-vinculo-trabalhista-para-receber-complementacao-de-previdencia-privada

    ResponderExcluir
  4. O que ocorreu no RIO (cheque moradia), deveria ocorrer aqui no PARÁ, no período eleitoral, eles disparam o Checão Moradia. Vencem e param com o cheque moradia. Haja povo besta. As obras BRT da almirante parada, da três de maio e bernardo Sayao, também.
    E por isso que a Perereca da Vizinha tem razão, quando fala a verdade !

    ResponderExcluir

Comentários em CAIXA ALTA são convertidos para minúsculas. Há um filtro que glosa termos indevidos, substituindo-os por asteriscos.