22/07/2016

De acordo

Shot 003

A Lei de Acesso à Informação (LAI) veio à luz em 2011. Passados praticamente 5 anos, são poucos os sujeitos à ela que oferecem aos distinto público o conteúdo que ele determina, e quando oferecem é de forma precária e de difícil alcance, como se todos os contribuintes fossem experts em informática.

Agora o que só na pátria amada ocorre (isso é uma força de expressão, pois há países muitos piores que o Brasil nesse aspecto) é ter que haver um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) para cumprir uma lei.

Ou seja, as Câmaras Municipais e as Prefeituras vão fazer um acordo, concordando em cumprir a legislação.

3 comentários:

  1. 'Le Cirque des Horreurs'...

    Não, não é mais uma produção parisiense, e sim uma infeliz ideia do comunicador e reconhecido locutor Ronaldo Porto. Exibir em seu programa repetidas vezes a execução de jovens ligados ao tráfico, expondo vídeos esfumaçados e o som dos tiros disparados à queima roupa contra a cabeça dos infelizes. A produção de programa transformou o comum e banal numa coisa ainda mais vulgar e horrenda. Péssimo!

    ResponderExcluir
  2. Permissão para Matar:

    O trecho do BRT na Av. Almirante Barroso criou uma situação em que é permitido matar gente.

    Considerando o despreparo de quem dirige ambulâncias (e são muitos), acionar propositalmente a sirene para escapar de um sinal fechado na via expressa acaba surpreendendo pedestres em trânsito pelas faixas, muitos dos quais tendem a correr de forma desorientada, pois já não está valendo o sinal fechado para as duas pistas da almirante, as quais poderão, em questão de segundos, ser reabertas e completar o cerco contra os atônitos transeuntes. Os amarelinhos da SEMOB olham tudo como se fosse um game.

    ResponderExcluir
  3. Estranhos um país e um estado onde autoridades precisam assinar um Termo de Ajustamento de Conduta para cumprir a Lei. E a nós, brasileiros, não nos interessa que existam países piores que o Brasil no quesito transparência. Eu sou brasileiro, moro aqui e eu que pago o fausto e desvarios dessas autoridades, exijo respeito. Vem aí mais uma oportunidade para prosseguir depurando o sistema.

    ResponderExcluir

Comentários em CAIXA ALTA são convertidos para minúsculas. Há um filtro que glosa termos indevidos, substituindo-os por asteriscos.