11/04/2016

O retrato do Datafolha, no primeiro decênio de abril

Pesquisa Datafolha, realizada nos dias 7 e 8 de abril, revela que, mesmo em meio à turbulência que atravessa, o ex-presidente Lula segue como o favorito nas intenções de votos para a presidência da República, em 2018. Em empate técnico com Lula está a Marina Silva (Rede).

Shot

linha

Shot 001

linha

Shot 002

linha

Shot 003

Observa-se, nos cenários postados, que Lula, apesar do massacre que vem sofrendo, mantem-se firme, desde dezembro de 2015, nas bordas dos 20% das intenções de voto.

Já Aécio Neves, preferencial candidato dos tucanos, desde dezembro de 2015, experimenta queda de intenção de votos muito acima da margem de erro da pesquisa (dois pontos percentuais para mais ou para menos): de dezembro de 2015 a abril de 2016, Aécio caiu 10 pontos percentuais no primeiro cenário e 8 pontos percentuais no quarto cenário.

Inobstante apesar de Lula liderar as intenções de votos, ele precisa, até 2018, superar algo que, tecnicamente, o impediria de sair vitorioso na eleição: a sua taxa de rejeição é maior que 50%.

Shot016

O Datafolha ouviu a população sobre a cassação do presidente da Câmara Federal, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), sobre a expectativa com a Operação Lava Jato e sobre a condução dos trabalhos do juiz Sergio Moro:

Shot 004

Foi medida a opinião do brasileiro sobre o impeachment da presidente Dilma Rousseff e do vice-presidente Michel Temer:

Shot017

Também mediu-se a opinião do brasileiro sobre a opção da renúncia e revelou-se que 60% defendem a renúncia tanto de Dilma Rousseff quanto de Michel Temer e, caso houvesse a renúncia tanto de Dilma quanto de Michel, 79% defendem novas eleições.

O Datafolha repetiu a pergunta, com resposta espontânea, sobre qual o melhor presidente que o Brasil já teve. E os tucanos, principalmente FHC, seguem se remoendo com os resultados:

Shot018

Um comentário:

Comentários em CAIXA ALTA são convertidos para minúsculas. Há um filtro que glosa termos indevidos, substituindo-os por asteriscos.