21/04/2016

O canto do cisne

Shot 005

O povo cubano sempre viveu uma relação de amor e ódio com El Comandante, como o chamam coloquialmente em Cuba, onde Fidel mantém uma fortíssima presença moral, mesmo depois da virtual derrocada das estruturas da Revolução Cubana.

É aquela velha admiração que as pessoas têm por figuras tinhosas, independentemente do mérito das suas sinuosidades.

Os ideais do comunismo, aos quais retoricamente se apega Fidel, não mais acalentam o povo cubano e nem renascerá em outros corações, pois o marxismo-leninismo, experimento real do comunismo puro, está morto.

Sequer posso opinar, eu que vivi isso, que a aventura foi boa enquanto durou, pois cometemos os mesmos erros que as engrenagens de quaisquer sistemas cometem: o sistema, seja qual for ele, é um ideal e as engrenagens somos nós, seres humanos, que como disse Pope, somos meros truões do mundo. O nosso único mérito foi ter tentando e acreditado que conseguiríamos, pois o ser humano é aquilo que ele acredita.

Mas não se pode negar que Fidel Castro segue sendo, ao lado de El Che, mas ele é o único vivo, o grande herói da Revolução. Foi ele quem comandou o pequeno iate Granma, em 1956, desde a costa do México até Cuba.

O Granma foi forjado para carregar 12 pessoas. Castro colocou 80 revolucionários dentro dele que, sem lenço e sem documento, singraram o Golfo do México até as praias de Cuba. E os 81 tripulantes do Granma sabiam que poderiam ser levados a pique no golfo, ou recebidos à bala quando aportassem, caso a aventura fosse revelada.

Shot 006

A nervosa travessia durou sete dias e, ao aportarem, embrenharam-se nas montanhas da Sierra Maestra, onde, sob o comando de Fidel, formou-se o "Exército Rebelde" que, três anos depois, marchou triunfal sobre La Havana, derrubando a ditatura de Fulgencio Batista.

Isso foi um dos cúmulos do romantismo de uma época em que os homens lutavam por ideais.

E é fato que Cuba saudou e sorveu a Revolução, cujo erro foi não atualizar as suas estruturas e redemocratizar o país depois de cumpridas as suas bases. Fidel, mais por pura idiotice dos EUA e menos por ideologia eventual, acabou por se alinhar com os sistemas do eixo soviético, que viram na sua figura uma cabeça de ponte a apenas 90 milhas do território norte-americano, transformando-o em seu ditador favorito.

Andando pelo ilha e auferindo essas reminiscências, aquilato que isso é um dos motivos para a paciência dos cubanos em aguardar a morte de Fidel Castro, para então fazer a próxima revolução: o rompimento definitivo com as estruturas oxidadas do que resta de um regime ainda escorado unicamente na força moral do seu fundador.

Fidel é hoje na ilha como aquele bisavô turrão, que ninguém quer contrariar, porque ele “já está velho demais”, para ser contestado.

8 comentários:

  1. Noventa depois de nascer, continua o mesmo imbecil, ordinário, charlatão, mentiroso e canalha. Mas, como os idiotas adoram esses espertalhões, segue fazendo sucesso...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tá cheio de comentarista idiota ambém.

      Excluir
  2. Presidente
    Parabéns pela PERSEVERANÇA e defesa da CDP no caso do HAIDAR.
    O MPF inocentou A CDP no caso.

    Ass. Cileno Borges

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado Cileno. Isso tem sido uma luta diária que, infelizmente, inviabilizou uma série de outras coisas que eu desejaria fazer na empresa, inclusive investimentos nos portos.

      Excluir
  3. Bota idiota nisso

    ResponderExcluir
  4. vi uma gravação em que Castro discursava dizendo: não somos comunistas.

    relação de amor? parece mais uma relação de estupro.

    ResponderExcluir
  5. O Brasil é um país estranho. E bot estranho nisso... Pessoas que há pouco pedia o fora Collor, fora FHC, são hoje, em grande parte, defensores do fica Dilma, que impedimento é golpe. Por outro lado, pessoas que defenestram o Bolsonaro, e ele é coisa ruim mesmo, são as mesmas que defendem, endeusam Fidel, um ditador sanguinário. Banânia é uma terra estranha, de gente estranha.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você está certo anônimo , e ainda tenho que ouvir que o assassino Che guevara é um herói , que Lamarca é um santo, Mariguela é um Salvador.
      E o foro de São Paulo ? Que tem como membro as FARC, é um partido brasileiro.
      E ainda tem partido que defende a Coreia do Norte e Cuba , países violadores costumazes dos direitos humanos. Vão pedir a cassação também destes parlamentares?

      Excluir

Comentários em CAIXA ALTA são convertidos para minúsculas. Há um filtro que glosa termos indevidos, substituindo-os por asteriscos.