24/02/2016

Com parcimônia…

Shot 006

O relatório da "Acarajé" opina que o ex-presidente Lula deve ser investigado por supostos indícios de se ter valido de favores ilícitos, provindos da Odebrecht, para "arcar com os custos de construção da sede do Instituto Lula e de outros imóveis de sua propriedade”.

Não é possível esconder que o crescendo da Operação Lava Jato, tenha quantos atos necessários forem, alimenta o enredo de ter a prisão de Lula no capítulo final.

O ex-presidente Lula, destarte a rebordosa que atravessa com as suas pedras vindo à tona – e isso faz parte do jogo bruto do poder pelo poder – jamais vai deixar de ter o meu respeito e admiração pelo que significou para o processo de consolidação da democracia no Brasil. Não separar esse trigo do joio que à boca da tulha se traz, é desonestidade perspectiva.

Feita a observação, cabe outra, que demonstra como esses tempos de transição carregam certa dose de cinismo institucional.

O referido relatório da PF, em certo trecho sugere que “o possível envolvimento do ex-presidente em práticas criminosas deve ser tratado com parcimônia, o que não significa que as autoridades policiais devam deixar de exercer seu mister constitucional".

A PF, portanto, opina que o ex-presidente Lula seja investigado “com parcimônia”.

Shot 005

Quer dizer, então, que assim fica combinado: o ex-presidente FHC não deve ser investigado de jeito algum e o ex-presidente Lula deve ser investigado com economia, poupando-o dos constrangimentos impingidos aos que, por suposto, rezaram o mesmo terço.

Pronto, demonstradas estão as três oficiosas categorias de investigados no estado policial brasileiro: os que devem receber a verga sem piedade, os que devem ser submetidos a ela, com parcimônia, e os que não devem ser incomodados por ela.

Sem problema, mas já que a nossa ordem jurídica é positiva, vamos transformar isso em uma emenda ao Código de Processo Penal, pelo menos, para que não fique tão fora da rota.

E, na emenda, juntem-se aos ex-presidentes os ex-prefeitos, como o que aqui vos escreve. Aliás, que os ex-prefeitos fiquem na mesma coluna do FHC: os ininvestigáveis. Se não, pelo menos na coluna do Lula, os com parcimônia.

Mas será que esse delegado que escreveu o relatório combinou a parcimônia com os russos?

20 comentários:

  1. "Jamais deixará de ter o meu respeito e admiração". Esse senhor nunca terá o meu respeito, nem mesmo minha admiração, pois minha criação, meus valores não permitem que eu tenha qualquer sentimento positivo por um canalha, desonesto que usou a Democracia como meio (não fim) de obter poder e, a exemplo de outras "democracias" latino-americanas, tenta permanecer no poder das formas mais sórdidas e criminosas possíveis.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu não julgo ninguém e não divido o mundo e nem as minhas amizades entre o bem e o mal. Os moralistas geralmente matam pelas suas morais tanto quanto os idiotas pelas suas imbecilidades. Se a sua criação e os seus valores são uma via de mão única ande neles sem parcimônia e feche a sua mente em torno deles. A minha mente é aberta, assim posso aprender todo dia. Depois eu vejo o saldo.

      Excluir
    2. O senhor relativiza seus valores, eu não. Honestidade, por exemplo, o senhor deve considerar uma "qualidade", infelizmente ou felizmente, o senhor não pode felicitar seus "amigos" por isso.

      Excluir
    3. Sim, concordo 100% com Albert Einstein: tudo no mundo é relativo, inclusive a relatividade.
      Eu não felicito meus amigos com base em julgamentos e nem peço atestado de bons antecedentes para ser amigo de ninguém, porque amizade é sentimento e não contrato.
      Tenho amigos honestos, desonestos, bichas, maconheiros, acadêmicos, prostitutas, intelectuais, políticos, outros que detestam política, padres (aliás, não tenho mais amigo padre, pois o único que eu tinha já morreu, que era o Dom Zico), freiras, feirantes, escritores (sou muito amigo do Fernando Moraes: fomos colegas de quarto em Cuba) e assim vai. E, veja, só, sou amigo de nosso Senhor Jesus Cristo.
      Como você vê, minhas amizades são variadíssimas, e felicito todos eles, não pelas suas qualidades ou defeitos, mas porque sou amigo.

      Excluir
  2. Não me surpreende que o senhor esteja ao lado de gente como Jader Barbalho que deve todo o seu respeito e admiração. Parabéns

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, eu tenho todo o respeito e admiração pelos meus amigos, mesmo que eles errem. Eu não julgo amigos e tenho a liberdade total de escolher.

      Excluir
    2. Apenas a Justiça julga seus amigos, que, a exemplo de Paulo Maluf, são inocentes, até por que nunca foram condenados.

      Excluir
    3. Sim, esse negócio de julgar é com a Justiça. Eu não tenho esse gabarito. E se um dia a Justiça condenar algum, continuarei amigo e vou vistá-los no cárcere, sempre. Como diz um amigo, meu (que não é político), "ou é amigo ou é merda".

      Excluir
  3. A medida que os frequentadores do andar de cima começam a frequentar as penitenciárias nacionais vai se confirmando o dito popular " uns apanham de mão aberta outros de mão fechada.

    ResponderExcluir
  4. Nº 36, quarta-feira, 24 de fevereiro de 2016 COMPANHIA DOCAS DO PARÁ
    EXTRATO DE TERMO ADITIVO
    ESPÉCIE: Termo Aditivo nº 02 ao Contrato nº 57/2013; CONTRATANTES:
    Companhia Docas do Pará - CDP e Transcidade Serviços
    Ambientais EIRELI - EPP; OBJETO; Prorrogação de Prazo; PRAZO:
    12 (doze) meses; FUNDAMENTAÇÃO LEGAL: Lei n° 8.666/93;
    DATA DA ASSINATURA: 18.02.2016; SIGNATÁRIOS: Parsifal de
    Jesus Pontes e Marcos Rodrigues de Matos, respectivamente, Diretor
    Presidente e Diretor de Gestão Portuária da CDP e Eduardo José
    Vasconcelos Albuquerque, Representante Legal da Contratada.
    RETIFICAÇÃO
    No extrato do Contrato de Transição no
    - 1 que entre si celebram
    a União, por intermédio da Companhia Docas do Pará, e a
    Petróleo Sabbá S. A; publicado no DOU, Seção 3, de 04 de fevereiro
    de 2016, página 2, onde se lê-se: Valor Global Estimado: R$
    790.614,52, leia-se: Valor Global Estimado: R$ 545.328,58.

    ResponderExcluir
  5. Na realidade a inclusão social do governo lula foi fantástica - Inquestionável - Estados Unidos - Curso Superior 180 mil dolares - Brasil Governo Lula Gratuito - Tratamento de Cancer - EUA 35.000 dolares mÊs - Brasil - SUS governo Lula Gratuíto. Tratamento de AIDS - Nem se fala - Além daquele caso dos EUA aonde aumentaram o remédio de uso contínuo em 5.000% - No Brasil desde o governo LULA ele é gratuíto.

    mais de 5.000 universidades gratuitas Hoje na cidade de Tucuruí só temos cursos superior do IFPA e UFPA e UEPA gratuitos.

    Sobre a Polícia Federal e Ministério Publico Federal. Quando um poder armado não se submete ao poder civil, representado pelo voto popular. Estou com a impressão de estar virando milicia

    Ao invés de combater o tráfico de drogas estão atras de barco de lata.

    E o triplex - por falar em triplex, o mesmo saiu rapidinho da mídia, depois que foi descoberto o Triplex e o helicóptero dos irmãos Marinho da rede globo em nome de laranjas, cujos nomes estão sendo investigados pela lava jato.

    Agora sobre o massacre midiático a única resistência vem dos blogs sujos
    Se não fossem eles o golpe já teria sido consumado.

    Em tempo: Eliane Cantanhedo já viosando o golpe consulmado Está pregando a urgência de tirar o bode Eduardo Cunha da Sala

    Jose Wellington

    ResponderExcluir
  6. Nobre Deputado,
    Obviamente que respeito seu ponto de vista. Na cultura oriental, por exemplo, amigos da estirpe dos Lulas, Sarneys, Barbalhos, Calheiros, Collors e FHCs da vida são simplesmente ignorados pela sociedade pelo que de ruim representam, como exemplos, aos jovens. Mas isto é questão de cultura.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Escolha outro exemplo, pois a cultura política oriental não no que você quer significar. A maioria dos sistemas políticos do Médio Oriente são ditaduras corruptas, dinastias absolutistas, ou teocracias tiranas. A Primavera Árabe, que foi um esboço de reação à corrupção e ao absolutismo em não mais que 5 países daquele eixo, foi sufocada e todos, com uma rara, e não tão radical exceção da Tunísia, voltaram a pasta para dentro do tubo ou se tornaram palcos de guerras tribais, como a Líbia, a Síria e Iraque. Lá, as sociedades não ignoram os líderes: a sociedade democrática, da forma como a conhecemos, não existe.

      Excluir
  7. Francisco Márcio24/02/2016 14:49

    Como V.Exa é meu amigo, eu desejo que seus processos na Justiça federal, sejam transferidos ( para isso acontecer é preciso um contorcionismo na norma. Mas, isso hoje, não é problema...) para o Dr. Sérgio Moro. Certamente, ele irá lhe tratar com parcimônia...

    ResponderExcluir
  8. presidente isso procede,o DEST mantém somente relações institucionais com órgãos públicos e empresas estatais federais.

    ResponderExcluir
  9. o lula é o cocô do cocô

    ResponderExcluir
  10. Já ia citar o "ou é amigo ou é merda", mas vejo que adiantaste ali. Faço igual.

    Lafayette Nunes

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E o meu amigo que diz isso é que deve ter ensinado isso a você.

      Excluir

Comentários em CAIXA ALTA são convertidos para minúsculas. Há um filtro que glosa termos indevidos, substituindo-os por asteriscos.