12/01/2016

Parth Kothekar

Quando eu era criança passava horas dobrando papel e depois, com uma tesoura, cortando-os em movimentos aleatórios, para, ao fim, desdobrar e ver as figuras que surgiam.

O indiano Parth Kothekar levou isso à arte ao produzir com a técinica figuras com rigor extraodrinário.

Screen 012

Para ver mais trabalhos de Parth, clique na imagem acima. Se quiser encomendar algum trabalho, clique aqui.

4 comentários:

  1. ó porto bom pra se trabalhar,presidente,veja : https://www.facebook.com/photo.php?fbid=1639580466314854&set=a.1639580879648146.1073741829.100007887484735&type=3&theater

    ResponderExcluir
  2. Nº 7, terça-feira, 12 de janeiro de 2016 COMPANHIA DOCAS DO PARÁ
    EXTRATO DE CONTRATO
    ESPÉCIE: Contrato n° 01/2016; CONTRATANTE: Companhia Docas
    do Pará. CONTRATADA: Fundação de Amparo e Desenvolvimento
    da Pesquisa; OBJETO: Contrato de Prestação de Serviços pertinentes
    à 5ª etapa e ao apoio na organização da 6ª etapa do Concurso Público
    nº 02/2012 - CDP/GUARDA PORTUÁRIO; MODALIDADE DE LICITAÇÃO:
    Dispensa; PRAZO: 06 (seis) meses; VALOR GLOBAL:
    R$ 25.000,00; DATA DA ASSINATURA: 06.01.2016; SIGNATÁ-
    RIOS: Parsifal de Jesus Pontes e Marcos Rodrigues de Matos, respectivamente
    Diretor Presidente e Diretor de Gestão Portuária da
    CDP e Sinfrônio Brito Moraes, Diretor Executivo da FADESP.

    ResponderExcluir
  3. Portogente – Como as hidrovias brasileiras podem ajudar no fluxo das cargas e os portos?
    Barbalho – Em um país tão extenso como o Brasil, as hidrovias são verdadeiramente estratégicas para o escoamento de produtos e para o desenvolvimento econômico regional. Um bom exemplo disso é o que está acontecendo no Arco Norte, aonde vem crescendo a movimentação dos grãos plantados e colhidos no Centro-Oeste brasileiro. Os caminhões carregados seguem por rodovia até o Rio Tapajós, para descarregar nas Estações de Transbordo de Carga no Porto de Miritituba – município de Itaituba (PA). De lá, os grãos seguem por barcaças até o porto de Santarém e aí são passados para navios para serem transportados para o Brasil e outros países. Essa alternativa faz com que o custo final do transporte do grão caia US$ 46 a tonelada. Por aí vemos a importância das hidrovias, que precisam ser incentivadas e desenvolvidas. Além de baixar o custo final dos produtos, há uma outra vantagem: a retirada de um número considerável de caminhões das rodovias.
    PERGUNTA: EXISTEM PESSOAS NESTA AREA OPERACIONAL PRA SUPRIR ESTE SERVIÇO ?

    ResponderExcluir
  4. o porto bom https://www.facebook.com/photo.php?fbid=980345678706693&set=a.980345698706691.1073741826.100001938100042&type=3&theater

    ResponderExcluir

Comentários em CAIXA ALTA são convertidos para minúsculas. Há um filtro que glosa termos indevidos, substituindo-os por asteriscos.