29/05/2015

Andrew Jennings e Dona Genoveva

O jornalista escocês Andrew Jennings é autor de vários livros sobre corrupção em organizações esportivas, mas o seu moinho de vento sempre foi a FIFA, por ele taxada como a organização mais corrupta do mundo.

Jennings colaborou com o FBI nas investigações que culminaram com a prisão de membros da FIFA na Suíca e no dia em que operação teve termo em Zurique, não colocou papas na língua e acusou o brasileiro João Havelange, 99 anos, o sétimo presidente da FIFA, de ter inaugurado a corrupção na entidade.


Ele avalia que os nomes de Havelange e de Ricardo Teixeira aparecerão nas investigações. “Vão pegar o Teixeira. Mas se não o pegarem, os brasileiros deveriam prendê-lo por todos os crimes que ele cometeu contra o futebol", opinou.

Sobre a Copa do Mundo de 2014, no Brasil (ainda estou esperando as maravilhas que essa Copa traria ao Brasil, para compensar os bilhões gastos). Jennings dá o seu veredito: “A investigação deve ser feita no Brasil. Está tudo cercado de corrupção".

O atual presidente da FIFA, Joseph Blatter, também não foi poupado por Jennings:

"Penso que Sepp Blatter mente desde que o dia nasceu. Ele é o chefe da corrupção por mais de 15 anos. Ele trabalhou em prol de Teixeira”.

A metralhadora de Jennings fez-me lembrar uma piada de tribunal de júri, que um dos mais competentes criminalistas do Brasil, o paraense, professor de Direito Penal, Aldebaro Klautau, (o ido patriarca da família Klautau) contava:

Num julgamento em Lins-SP, o promotor chamou a primeira testemunha, uma senhora de avançada idade e, para começar perguntou a ela: 
-Dona Genoveva, a senhora me conhece? 
A anciã responde: 
- Claro! Eu lhe conheci bebê e, francamente, você me decepcionou. Você mente, trai a sua mulher, manipula as pessoas, espalha boatos e adora fofocas. Você acha que é influente e respeitado, mas não passa de um coitado que nem sabe que a filha esta grávida e, pior, ela nem sabe quem é o pai. 
O Promotor passa uns segundos para se recompor. Sem saber o que fazer, aponta para o advogado de defesa, e pergunta à Dona Genoveva: 
- A senhora o conhece? 
Dona Genoveva dispara de novo: 
- O Robertinho? Claro! Desde criancinha. Eu era vizinha e cuidava dele, pois tanto o pai quanto a mãe viviam na rua. E ele também me decepcionou. É preguiçoso, puritano, alcoólatra e sempre quer dar lição de moral nos outros sem ter nenhuma para ele. Ele não tem nenhum amigo e ainda conseguiu perder quase todos os processos em que atuou. E ele é corno. A mulher dele o trai com o Afonsinho, aquele mecânico de automóveis. 
Nesse momento a sala do júri já estava em polvorosa. O juiz bateu o martelo no cepo ordenando silêncio e chamou o promotor e o advogado imediatamente a sua bancada. Quando os dois se aproximaram, o juiz falou baixo, mas firme a ambos: 
- Se um de vocês dois perguntar a esta velha filha da p... se ela me conhece, no mínimo sai daqui preso e no máximo defunto. 

4 comentários:

  1. Francisco Màrcio29/05/2015 21:28

    Já tinha ouvido está historia, é hilária, só não sabia que era contada por um paraense. Vossa Excelência, afastado do poder é tipo um leão alimentado, não faz mal a ninguém e até brinca. Pena que é por pouco tempo. Morfina, vicia...

    ResponderExcluir
  2. Ou foi cego ou incompetente ou cúmplice

    29/05/2015 - 04h42

    Ricardo Noblat

    “A questão, hoje, é se ele é o astuto capo di tutti capi de uma máfia do colarinho branco que administra milhões de dólares escondidos por aí ou se é o que tenta parecer: um quase ancião distraído com tendências burlescas que não sabia das más ações dos corruptos ao seu redor.
    ADVERTISEMENT

    O que todo mundo sabe, ainda mais depois que foram presas pessoas tão estreitamente ligadas a ele, é que muitas delas encheram os bolsos com dinheiro sujo. Ele sustenta que não sabia de nada. Uma olhada em sua trajetória coloca em dúvida o que diz.

    Nascido em uma família da classe trabalhadora, foi ele que transformou a estrutura que comanda em uma máquina de ganhar dinheiro.

    Não há nenhuma prova, é verdade, que ele se beneficiou da roubalheira.

    Mas é preciso ter sido muito cego ou muito incompetente para não fazer uma ideia do que se passava a poucos metros do seu gabinete de trabalho. Ou mesmo em locais distantes, mas ao seu alcance.

    Talvez não demore mais tanto assim para que a Justiça diga se ele é inocente de qualquer delito e ignorante dos crimes dos seus amigos. Enquanto isso, o que se pode afirmar com segurança é que ao longo de sua carreira ele demonstrou ter uma pele de rinoceronte misturada com uma camada espantosamente protetora de teflon.”

    (Trechos levemente reescritos de duas reportagens publicadas, hoje, pelo jornal espanhol El País sobre Joseph Blater, presidente da FIFA. Qualquer semelhança com outros fatos reais ou inventados não passa de mera coincidência.)

    ResponderExcluir
  3. Deputado, quando sai a nomeação para a CDP? Quero ser convidado para tomar esta champanhota!

    ResponderExcluir
  4. http://correiodobrasil.com.br/esportes/globo-esconde-que-hawilla-e-socio-de-herdeiro-de-joao-roberto-marinho/763303/

    ResponderExcluir

Comentários em CAIXA ALTA são convertidos para minúsculas. Há um filtro que glosa termos indevidos, substituindo-os por asteriscos.