02/03/2015

A fuga dos iazidi

Shot001

A fotografia, tomada por Rodi Said para a Reuters, mostra o êxodo da minoria iazidi iraquiana, fugindo da cidade de Sinjar, tomada pelo Estado Islâmico.

A maioria dos iazidi rumou para a fronteira da Síria, onde se aglomera nos pés das montanhas de Sinjar.

Os iazidi, no passado, falavam o siríaco, derivado do aramaico, língua falada por Jesus Cristo. Foi em siríaco que se propagou o cristianismo ortodoxo oriental e se expandiu a cultura entre os árabes e os persas.

Do século I até o final do século VIII, o siríaco estava para o Oriente Médio como está hoje o inglês para o mundo. A partir do século século VIII, o árabe começou a substituí-lo.

O siríaco, todavia, não está morto: continua a ser uma das línguas litúrgicas do cristianismo siríaco, que embora tenha origens sírias, tem sede hoje em Beirute, no Líbano.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários em CAIXA ALTA são convertidos para minúsculas. Há um filtro que glosa termos indevidos, substituindo-os por asteriscos.